Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Empréstimo Nubank: como acessar seu informe e declarar no Imposto de Renda 2022

Declaração é necessária no caso de empréstimos a partir de R$ 5 mil.

0

Quando falamos em Imposto de Renda, sabemos que muitas informações deixam as pessoas confusas. Por isso, se você contratou um empréstimo no Nubank, precisa saber tudo o que importa sobre o seu Informe de Rendimentos, para nada dar errado na hora de declarar o IRPF. No caso de empréstimos a partir de R$ 5 mil, por exemplo, esses valores precisam ser informados na declaração anual. Então, para saber como fazer isso, confira a seguir!

É provável que você também goste:

INSS: aposentados já podem consultar informe de rendimentos para o Imposto de Renda

Confira empréstimos para trabalhador com carteira assinada

Nubank registra prejuízo de US$ 66 milhões no 4º tri de 2021, mas ações sobem

Empréstimo Nubank: como acessar seu informe e declarar no Imposto de Renda 2022

Dessa forma, quem pegou um empréstimo em 2021 com o Nubank em valores acima ou iguais a R$ 5 mil deve obrigatoriamente declarar esse compromisso no Imposto de Renda de 2022. Por outro lado, se o empréstimo foi abaixo desse valor, não é preciso fazer o preenchimento da ficha.

Assim, para quem é cliente da fintech, o Nubank enviou o informe de empréstimos para o e-mail cadastrado na conta de cada um até o dia 25 de fevereiro. Em resumo, o informe de empréstimos é um documento que mostra as informações de dívidas de empréstimos que a pessoa tem com alguma instituição financeira. E quando falamos de Imposto de Renda, ele é indispensável.

Por fim, a declaração de empréstimos no IRPF 2022 do Nubank acontece na seção “Dívidas e Ônus Reais”. No programa IRPF da Receita Federal, vá até a ficha “Dívidas e Ônus Reais”. Clique em “Novo” e, em “Dados da Dívida”, escolha o código “11 – Estabelecimento bancário comercial”. Por fim, no campo “Discriminação”, preencha nome e CNPJ da instituição financeira que concedeu o empréstimo e o valor do empréstimo.

Ainda no campo “Discriminação”, você pode colocar os valores das parcelas do empréstimo que já pagou. No campo “Valor Pago em 2021 (R$)”, você deve inserir justamente o total da dívida que foi paga no ano de 2021. Já no campo “Situação em 31/12/2021 (R$)”, deverá ser preenchido apenas o saldo devedor – ou seja, o valor ainda a ser pago. Finalize clicando em “OK”.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Lais Monteiro / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar