Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Arrecadação federal tem o melhor abril em 30 anos; valor ultrapassa os R$ 220 milhões;

A arrecadação federal atinge o melhor abril em 30 anos, ultrapassando R$ 220 milhões. Confira os detalhes desse recorde.

Segundo dados recentes divulgados pela Receita Federal, o Brasil registrou um novo recorde na arrecadação de impostos em abril de 2024, alcançando o valor de R$ 228,8 bilhões. Este número representa um crescimento real de 8,26% em comparação ao mesmo mês do ano anterior. Um crescimento notável que reflete a robustez da economia brasileira em um período de recuperação global.

O acumulado do primeiro quadrimestre também impressiona, com uma arrecadação de R$ 886,6 bilhões, marcando um aumento de 8,33% nos primeiros quatro meses do ano. Esse desempenho destaca-se como o melhor desde o início da série histórica em 1995, tanto para o mês específico quanto para o período acumulado.

Quais fatores impulsionaram esse recorde na arrecadação?

Entre os principais fatores que explicam esse aumento significativo na arrecadação federal, está a recuperação das cobranças de PIS/PASEP e Cofins, que juntas somaram cerca de R$ 44,3 bilhões em arrecadação, um aumento de 23,38%. Este crescimento é atribuído à reoperação do setor de combustíveis e mudanças na base de cálculo dessas contribuições.

Notas de dinheiro representando arrecadação do governo.
Imagem: rafapress / shutterstock.com

A receita previdenciária também teve papel crucial, com um total de R$ 52,7 bilhões arrecadados em abril, refletindo um aumento de 6,15%. Isso foi possível graças ao aumento real de 5,11% da massa salarial. Além disso, observou-se um aumento de 18% nas compensações tributárias relacionadas a débitos previdenciários se comparado ao período homólogo.

Conclusões sobre o recorde de arrecadação

Este cenário positivo da arrecadação federal em abril de 2024 reflete não apenas a retomada econômica do país, mas também a eficácia de medidas tributárias pontuais que ajudaram a aumentar a receita em setores estratégicos como combustíveis, previdência e comércio exterior. Percebe-se um equilíbrio entre crescimento econômico e fiscalização efetiva.

Veja também:

Confira como se cadastrar no site e receber Pix de R$ 5,1 mil do governo

Estes resultados sugerem que o país está no caminho certo para uma recuperação econômica sustentável e robusta, capaz de gerar recursos significativos para investimentos em áreas vitais como infraestrutura, saúde e educação. O futuro parece promissor à medida que o governo continua implementando políticas que estimulam o crescimento ao mesmo tempo que mantêm a responsabilidade fiscal.

Imagem: rafapress / shutterstock.com