Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Auxílio BEm: corte de salários e suspensão da jornada podem forçar volta do benefício

Além disso, Governo aposta em mais medidas para conter a crise.

0

Com o avanço da pandemia e a dificuldade de acelerar o processo de vacinação, é possível que a crise econômica dure ainda mais. Com o aumento do desemprego, o corte de salários e a suspensão da jornada pode ocorrer a volta do auxílio BEm (Benefício Emergencial). Assim, a retomada do benefício emergencial de preservação de emprego e da renda deve ser anunciada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, nas próximas semanas.

Além disso, a equipe econômica do Governo está em processo de finalizar os últimos detalhes da medida, que já teve o seu aval. Com isso, o programa autoriza que empresas privadas reduzam a jornada de trabalho e, consequentemente, o salário dos seus funcionários.

É provável que você também goste:

Ministério Público Federal processa Caixa por Loterias Online

Confira todos os benefícios liberados pelo app Caixa Tem

Beneficiários do Bolsa Família e auxílio emergencial poderão fazer empréstimo pelo Caixa Tem?

Saiba mais sobre a volta do auxílio BEm

Em 2020, a medida, voltada para a manutenção do emprego de quem possui carteira assinada, foi considerada de grande sucesso pela pasta da Economia. Dessa vez, conforme a equipe econômica do governo divulgou, Guedes pretende retornar com o BEm de forma adaptada. E, é claro, com previsão de gastos dentro do teto.

No ano passado, graças ao Orçamento de Guerra, o governo conseguiu flexibilizar o cumprimento das regras fiscais. Dessa forma, movimentou cerca de R$ 51,5 bilhões destinados para a manutenção do programa.

Governo aposta em mais medidas para conter crise

Além disso, outras ideias do Ministério da Economia para conter o avanço da crise econômica incluem a oferta de medidas que estimulam a economia. Entre elas, a antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS, abono salarial PIS/Pasep e o pagamento de uma nova rodada do FGTS emergencial.

Por fim, vale dizer que a renovação e o lançamento das novas medidas acontecem em meio às discussões envolvendo o auxílio emergencial. Hoje, a previsão é de que o benefício retorne em março, com parcelas no valor de R$ 250. 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...