Além dos consumidores, as instituições financeiras também querem  que os clientes se livrem das dívidas. Por isso, o diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta do Banco Central, Maurício Moura, revelou que serão realizados pelo bancos dois mutirões com o foco em renegociar dívidas de seus clientes. Cada um deles, será realizado nos dois semestres deste ano.

É provável que você também goste:

Cadastro Positivo: como checar o Serasa Score e as informações compartilhadas sobre você

2 cartões de crédito para quem tem score baixo e que oferecem um bom limite.

Cofrinho do Nubank? Função Guardar automaticamente é liberada para mais usuários.

BC quer mais mutirões para renegociação de dívidas com descontos de até 92% em 2020

A expectativa é de que cada evento atenda, no mínimo, um milhão de pessoas. Com foco apenas nas dívidas de pessoa física.

Em 2019, por exemplo, um dos eventos atendeu 820 mil pessoas, sendo que foi possível renegociar R$ 4,5 bilhões de dívidas. Quem conseguiu realizar as negociações, acordou o prazo para pagamento em até 58 parcelas e o desconto girou em torno de 65% das dívidas.

No mutirão, os bancos chegaram até mesmo a oferecer 92% de desconto nas dívidas dos clientes, dependendo do caso. Além disso, no primeiro mutirão de 2019, um vídeo sobre educação financeira foi transmitido aos presentes.

O vídeo tem o objetivo de passar lições e melhorar a educação financeira. 560 mil pessoas tiveram acesso ao vídeo nas agências dos bancos. Na internet, o mesmo chegou a ser visto 173 milhões de vezes.

É provável que você também goste:

Itaucard dá dicas certeiras para aumentar o limite do cartão de crédito

Enfim, gostou da matéria sobre os mutirões para renegociação de dívidas em 2020?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Mangostar/Shutterstock.