Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Brasil segue com a maior taxa de juros real do mundo

O Brasil continuou em primeiro lugar no ranking dos 40 países com a maior taxa de juros real do mundo. Confira a lista.

Na última quarta-feira (22), mesmo após pressão do Governo Federal, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central manteve a taxa básica de juros (Selic), em 13,75%, o que é considerado um patamar bem elevado. Dessa forma, o Brasil continuou em primeiro lugar no ranking dos 40 países com a maior taxa real.

Assim, o país aparece na lista com uma taxa de 6,94%, já descontada a inflação projetada para os próximos meses. O ranking foi desenvolvido pelo portal MoneYou da Infinity Asset Management.

Alta dos juros no mundo

De acordo com o economista Jason Vieira, a alta de juros é uma tendência que tem ganhado força no mundo, com um aumento significativo no número de Bancos Centrais preocupados com a inflação, ainda que o preço das commodities tenha apresentado queda.

Portanto, dos 40 países que figuram no ranking, 42,50% mantiveram os juros, 55% aumentaram as taxas e somente 2,5% reduziram.

Outros países no ranking

No ranking, o Brasil é seguido pelo México, em segundo lugar, com uma taxa de 6,05%. O Chile vem em seguida, no terceiro lugar, com os juros em 4,92%. As Filipinas, com juros reais de 2,62%, aparece na quarta colocação, seguida pela Indonésia, com 2,45%.

No entanto, ainda que a inflação tenha aumentado globalmente, a maioria dos países passou a ter taxa real de juros negativas, como é o caso do Reino Unido, com juros reais negativos em 0,15%, da Suíça, em 1,30% e do Japão, em 1,54%.

Ademais, quando observada a taxa nominal, da qual não é descontada a inflação, a Argentina lidera a lista de 40 países com juros de 78% ao ano, enquanto o Brasil aparece com a segunda maior taxa.

Ranking dos juros reais

Por fim, confira o TOP 10 dos juros reais:

  • Brasil: 6,94%;
  • México: 6,05%;
  • Chile: 4,92%;
  • Filipinas: 2,62%;
  • Indonésia: 2,45%;
  • Colômbia: 1,93%;
  • Hong Kong: 1,74%;
  • África do Sul: 1,60%;
  • Israel: 1,57%;
  • Índia: 1,29%.

Imagem: SewCream / Shutterstock.com