Quais seus objetivos pra 2020? Como pretende fazer pra alcançá-los? Pensando nas promessas de Ano Novo, o aplicativo de finanças, orientação e curadoria de produtos Guiabolso consultou 927 usuários em todo o país.

É provável que você também goste:

MEI e pequenos empresários podem comprar carros com desconto de até 30%

INSS adotará medidas para reduzir atrasos nos benefícios

Profissões Emergentes do LinkedIn: as tendências do mercado de trabalho para 2020

Brasileiros querem investir, viajar e aumentar a renda em 2020

A maioria deles (58,90%) quer aumentar as economias nos próximos 12 meses. Outras opções bastante lembradas foram viajar e aumentar a renda, seja trocando de emprego ou arrumando uma ocupação extra.

As pessoas também querem acabar com as dívidas e dar um upgrade nos estudos ao sonhar com a vida acadêmica ou com um curso de língua estrangeira. Os brasileiros também citaram a compra de uma casa, de um carro ou outro bem, além do sonho de melhorar a imagem (com um procedimento estético ou uma cirurgia plástica).

58,90% dos brasileiros querem investir em 2020

“Chama a atenção um percentual ainda grande de brasileiros que não consegue ampliar o dinheiro economizado de uma forma mais sistemática. Talvez seja efeito da instabilidade na economia, do assunto finanças continuar sendo tabu ou do uso de estratégias pouco efetivas pra cumprir a meta. O fato é que se não tiverem atenção e alguns cuidados poderão ter o objetivo repetido para 2021, sem dar um passo pra frente”, destaca o Diretor de Produto e Tecnologia do Guiabolso, Julio Duram.

E o que dizer do ano que passou?

A pesquisa ainda destaca certo equilíbrio na avaliação de 2019. Pouco mais de 40% se endividou ou terminou o ano com a conta zerada, sem dívida, mas sem sobra de caixa. Por outro lado, quase 60% dos usuários investiu, sendo que metade deles ficou feliz com as escolhas e os resultados finais.

Julio Duram ainda enumera 5 cuidados que precisam ser tomados pra conseguir ser mais eficiente pra guardar dinheiro e tirar os sonhos do papel:

1- Saiba pra onde se quer ir e como se chega lá

Antes de tudo é importante saber quanto se ganha de verdade. E ter visibilidade de como e onde estão os gastos mensais.

2 – Nada de privações extremas

Sem dúvida a missão vai ser muito mais difícil em caso de renúncia completa daquilo que se gosta de fazer. Já imaginou 365 dias seguidos de abstinência de uma atividade prazerosa?

3 – Não deixe pro fim do mês

O ideal é pensar que o valor planejado pra guardar é mais uma conta que precisa ser paga o quanto antes. Esperar o dia 30 pode ser sinônimo de cair em tentação e gastar com outra coisa que não é o foco.

4 – Quebre as metas em objetivos menores

Subir um degrau por vez é psicologicamente menos desgastante e factível de ser cumprido. Quando o caminho é longo o primeiro obstáculo pode ser suficiente para desistir. Mas se você já avançou algumas casas vai pensar antes antes de jogar a toalha.

5 – Seja mais forte

Antes de entregar os pontos esgote as possibilidades de solução. Um exemplo? Ganho pouco todo mês. Que tal buscar uma grana extra? Como? Vendendo o que não uso ou explorando uma habilidade nas horas vagas. Outra saída? Tente viver com um orçamento menor que o que recebe de fato. Conseguiu? Ótimo, já fez o suficiente para economizar o dinheiro.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Tero Vesalainen via shutterstock.com