A Caixa Econômica Federal está preparando cronograma do saque dos R$ 998 do FGTS para o trabalhador que tinha saldo na conta vinculada de até um salário mínimo em 24 de julho, data da edição da Medida Provisória (MP) 889/2019, que autorizou o saque emergencial do Fundo.

É provável que você também goste:

Caixa está novamente com o horário estendido para saques de até R$ 500 do FGTS.

Caixa libera FGTS para nascidos em agosto na Black Friday: saiba como sacar

O termo Black Friday é racista e iniciou com a venda de escravos?

Caixa prepara saque dos R$ 998 do FGTS após alteração da MP 889/2019

A Medida Provisória (MP) 889/2019 limitou as retiradas a R$ 500 por conta para todos os trabalhadores. Entretanto, a proposta foi alterada no Congresso Nacional e, em acordo com o governo, ficou acertado que os cotistas com até um salário mínimo poderiam sacar todo o dinheiro. O aumento do limite do saque imediato do FGTS foi aprovado pelo Senado no dia 12 de novembro, mas ainda depende ainda da sanção presidencial para alterar o valor dos R$ 500 para R$ 998.

Já quem tinha saldo superior a um salário mínimo na conta segue limitado ao valor de saque de R$ 500. Com a alteração na MP, os trabalhadores de baixa renda foram beneficiados e ainda vai injetar na economia mais R$ 3 bilhões.

De acordo com técnicos da Caixa, muitas pessoas serão beneficiadas. O banco ainda pretende pagar os valores restantes ainda em 2019.

O calendário de pagamento ainda está em vigor, mas quem já retirou o dinheiro poderá levar o restante. A Caixa fará o crédito automático para quem possui conta poupança. Já quem tem conta corrente terá que solicitar o depósito e, por fim, quem não é correntista, será definido um cronograma para os pagamentos. Além disso, será possível ainda sacar o valor extra nas lotéricas.

De acordo com estimativas do governo, o saque emergencial do FGTS injetará na economia neste ano R$ 42 bilhões. Devido a autorização da retirada das cotas do Pis/Pasep, o volume ainda subirá para R$ 45 bilhões.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.