Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Carrefour anuncia demissões em massa e fechamento de 15 lojas em junho

O Carrefour anunciou o fechamento de 15 lojas em junho, impactando funcionários e consumidores em diversas regiões.

Uma decisão inesperada envolvendo grandes nomes do varejo, Carrefour e a rede Supernosso, revelou a realidade dos fechamentos de várias lojas.

Na última segunda-feira, dados divulgados pelo portal “O Tempo” indicaram que cerca de quinze lojas do Supernosso não reabrirão suas portas. Essa medida gerou um mal-estar entre os clientes habituais desses estabelecimentos, que agora se veem sem suas lojas de referência.

Além disso, os trabalhadores dessas unidades enfrentam incertezas quanto ao futuro de seus empregos, aumentando ainda mais a tensão e a preocupação na comunidade local.

Quais são os impactos do fechamento das lojas na comunidade local?

Imagem da fachada de um prédio do Carrefour
Imagem: Veja / Shutterstock.com

Relatado por empregados, a retirada de benefícios importantes foi uma das primeiras mudanças percebidas.

Com os fechamentos, veio também a perda de adicionais como seguro de vida, participação nos lucros e alterações nos convênios médicos, além da substituição do oferecimento de refeições por um vale-alimentação de R$ 240.

Carrefour emite comunicado

Diante das diversas reações negativas, o Carrefour emitiu uma nota esclarecedora.

De acordo com a empresa, as decisões de transferência das lojas, que já não operavam sob as bandeiras do Carrefour desde 2020, tiveram como objetivo a preservação de empregos, estabelecendo uma parceria com o novo administrador dos espaços.

Quais lojas foram afetadas e qual é o plano futuro para Supernosso?

  • Praça Deputado Renato Azeredo, 22, Sio
  • Avenida Amazonas, 5.320, Centro
  • Avenida Prudente de Morais, 374, Cidade Jardim
  • Rua Ceará, 1.700, Funcionários
  • Rua Dom José Pereira Lara, 33, Coração Eucarístico
  • Avenida do Contorno, 1.341, Floresta
  • Rua Antônio de Albuquerque, 1.080, Funcionários
  • Rua Guajajaras, 11, Centro
  • Avenida Marquês de Valença, 170, Gutierrez
  • Avenida Barão Homem de Melo, 50, Nova Suíça
  • Alameda das Princesas, 245/301, São Luiz
  • Avenida Dom Pedro II, 2.930, Carlos Prates
  • Rua Rio Grande do Sul, 1.019, Santo Agostinho
  • Rua São Paulo, 957, Centro
  • Rua Venezuela, 455, Sion

Enquanto enfrenta o fechamento de diversas unidades, o Supernosso não está reticente em seguir seus planos de expansão. A empresa anunciou a inauguração de novas lojas na região metropolitana, como nas avenidas Abrahão Caram e João Pinheiro, além de um novo estabelecimento do atacarejo Apoio Mineiro em Caeté.

Veja também:

Serasa lança maior desconto da história que beneficia 66 milhões de brasileiros endividados

Essas movimentações indicam uma adaptação estratégica às variáveis econômicas e de mercado. Resta aos consumidores de Belo Horizonte acompanhar de perto essas transformações, na esperança de que as novas aberturas possam amenizar os efeitos dos recentes encerramentos.

Imagem: Leonidas Santana / Shutterstock.com