Category - BANCOS

Projeto do novo Cadastro Positivo pode facilitar crédito com juros mais baixos

Projeto do novo Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo é um mecanismo que permite que as instituições financeiras vejam se os consumidores são bons pagadores. O texto-base do projeto do novo cadastro positivo foi aprovado pelo plenário da Câmara dos Deputados. Com uma votação de 273 a favor e 150 contrários, e com 1 abstenção. No entanto, a Câmara ainda votará destaques ao texto-base aprovado antes da proposta voltar ao senado.

Leia também:

5 dicas para pagar as dívidas e limpar o seu nome.

Empréstimo online: confira as melhores e mais seguras opções da atualidade.

Como funciona o Cadastro Positivo do Serasa e quanto ele ajuda a conseguir crédito.

Projeto do novo Cadastro Positivo

O Banco Central defende que o projeto cria condições para que os consumidores e empresas que pagam as contas em dia consigam acesso a linhas de crédito com taxas de juros mais baixas. E é este, exatamente, o objetivo do Cadastro Positivo. A lei atual, de 2011, o cadastro é realizado apenas pelos consumidores que solicitam a inclusão no banco de dados. No entanto, com o projeto aprovado, o Cadastro Positivo será realizado automaticamente. Caso o consumidor não queira, ele poderá solicitar a exclusão.

Com essa mudança, cada pessoa terá uma pontuação em que classifica o seu histórico de crédito. Serão levados em consideração a adimplência em operações de crédito e os pagamentos de contas de água, esgoto, luz, gás, telefone, entre outras. O que é uma novidade do texto aprovado, pois antes não era considerado informações de pagamentos de serviços continuados. O que significa que pessoas com rendas mais baixas, que não possuem operações de crédito, entrarão no cadastro por pagarem as contas de luz e telefone.

As mudanças, segundo o Banco Central, vão diminuir os riscos das operações de crédito. Ou seja, permitirá a queda do spread, a diferença entre o custo de captação dos bancos e o que é cobrado efetivamente do consumidor final.

Crédito mais barato

A intenção dessas alterações é de que, com o tempo, os bancos possam oferecer crédito mais barato para consumidores com pontuação maior. Isso porque ela terá um bom histórico de pagamentos.

Por fim, o Banco Central deverá encaminhar ao Congresso, no prazo de até 24 meses após a vigência do cadastro, um relatório em que mostrará os resultados alcançados pelas alterações.

Considerações Finais

Sem dúvida que essas alterações no Cadastro Positivo trarão benefícios para os consumidores que são bons pagadores. No entanto, para quem costuma atrasar contas ou até mesmo não pagá-las poderá ser muito prejudicial. Isso porque aí sim não conseguirá obter crédito. Por isso que é muito importante sempre pagar as contas em dia para você ter uma vida financeira saudável.

Coloque todas as suas despesas e receitas numa planilha e faça um planejamento financeiro em que possa cumprir exatamente o planejado. Assim será possível conseguir pagar as contas em dia e ser visto como um bom pagador pelo mercado.

Gostou da notícia sobre o projeto do novo Cadastro Positivo?

Nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto.

Banco Votorantim vai assumir contas do Banco Neon

Votorantim

O Banco Votorantim ficará com as contas do Banco Neon. Os dois bancos fizeram uma parceria após a Liquidação Extrajudicial sofrida pelo Neon. A parceria foi anunciada hoje (7) e é uma decisão estratégica. Segundo a nota oficial divulgada por ambas empresas, o Banco Votorantim vai trabalhar em conjunto com a fintech. O objetivo é de restabelecer integralmente todas as atividades o mais breve possível.

Leia mais:

Cadastro de novos clientes para o Banco Neon já está disponível.

FGC: Saiba o que é o Fundo Garantidor de Créditos.

Banco Neon sofre Liquidação Extrajudicial, como recuperar o seu dinheiro?

“Estamos confiantes que a parceria com a Neon, uma das fintechs mais inovadoras na reinvenção da experiência em serviços financeiros, é mais um importante passo em nossa estratégia de diversificação de negócios e transformação digital”, disse Gabriel Ferreira, diretor do Banco Votorantim.

Pedro Conrade, fundador e CEO da Neon Pagamentos, demostrou que está entusiasmado com o negócio. “Não poderíamos ter encontrado melhor parceiro, já que o Banco Votorantim é uma instituição sólida, ágil e em plena transformação digital”, diz o executivo.

“É o início de uma parceria de longo prazo em que, após o pleno restabelecimento das nossas atividades, vamos explorar, juntos, sinergias em novos produtos e serviços. A Neon segue de forma independente, contando com o suporte do Banco Votorantim para simplificar a vida de nossos clientes com a inovação e o pioneirismo de sempre”, afirma Conrade.

No ano de 2016, o Banco Neon já havia fechado um acordo operacional com o antigo Pottencial. Na ocasião, ele passou a se chamar Banco Neon para tentar evitar confusão por parte dos clientes. O banco fez a custódia dos recursos de cerca de 600 mil clientes da Neon Pagamentos.

Clientes do Banco Neon estão com as contas suspensas

Depois da intervenção do BC, as transferências e pagamentos de contas foram suspensas. Até que a fintech conseguisse fechar outra parceria com instituição autorizada a fazer essas transações. Portanto, em breve teremos mais novidades.

Atualização:

O Banco Neon informou para os seus correntistas, por e-mail,  que com essa parceria a fintech voltará a oferecer toda a experiência Neon em breve e que todos os seus serviços como transferências, pagamentos, investimentos, cartões irão retornar.

Ainda foi informado que você poderá acompanhar a reativação dos serviços na página de Status Neon.

Confira o vídeo de Pedro Conrade, CEO do Neon, esclarecendo a nova parceria:

Gostou da notícia Sobre a parceria entre o Banco Votorantim e o Banco Neon?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

FGC: Saiba o que é o Fundo Garantidor de Créditos

fgc

Com o intuito de resguardar os clientes de bancos, o Brasil criou em 1995, o FGC (Fundo Garantidor de Créditos). O fundo tem o objetivo de reunir instituições financeiras para funcionar como um “garantidor de depósitos e investimentos”. Isso significa que no caso e um banco quebrar, será devolvido aos clientes, o dinheiro que foi depositado em sua conta corrente ou ainda aplicado em investimentos. No entanto, o limite máximo é de R$ 250 mil.

Leia mais:

5 dicas para pagar as dívidas e limpar o seu nome.

Conheça a Warren: plataforma automatiza os investimentos de acordo com o perfil do usuário.

10 motivos para você abrir uma conta digital no Banco Inter e esquecer o Nubank.

Esse tipo de fundo existe em mais de 100 países do mundo e serve para dar estabilidade ao sistema financeiro. Até porque só pela sensação de ter um grantidor de depósito realizado em uma instituição financeira já diminui o risco do sistema. É natural que o medo de que um banco quebre, cause um pânico nas pessoas, que já se adiantam para tirar todo o dinheiro depositado. O FGC, portanto, causa uma estabilidade maior ao mercado, evitando que as pessoas retirem todo o dinheiro da instituição financeira.

E é por isso mesmo que são as próprias instituições que bancam o fundo, pagando de uma forma mensal. Até porque é realmente do interesse delas que os clientes não entrem em pânico e retirem todo o dinheiro.

O que é o FGC?

O FGC é uma entidade privada e sem fins lucrativos. Ela administra um sistema de proteção aos correntistas, poupadores e investidores, com o intuito de recuperar os depósitos ou créditos mantidos em instituição financeira. O valor resguardado é de 250 mil reais.

Caso queira saber mais informações sobre o Fundo, clique aqui e entre no site do Fundo Garantidor de Créditos.

Quais os créditos que são garantidos pelo FGC?

  • depósitos à vista ou sacáveis mediante aviso prévio;
  • depósitos de poupança;
  • depósitos a prazo, com ou sem emissão de certificado (CDB/RDB);
  • depósitos mantidos em contas não movimentáveis por cheques, destinadas ao registro e controle do
  • fluxo de recursos referentes à prestação de serviços de pagamento de salários, vencimentos,
  • aposentadorias, pensões e similares;
  • letras de câmbio;
  • letras imobiliárias;
  • letras hipotecárias;
  • letras de crédito imobiliário;
  • letras de crédito do agronegócio;
  • operações compromissadas que têm como objeto títulos emitidos após 08.03.2012 por empresa ligada.

Fundo de investimento não tem garantia do FGC

O dinheiro aplicado em fundo de investimento não tem garantia do FGC. Isso porque o patrimônio dos bancos não se confunde com o patrimônio dos fundos de investimento financeiro que eles administram.

Conclusão

Portanto, se você por acaso, está com medo de que o seu banco quebre e suma com o seu dinheiro. Pesquise se ele é associado no site do Fundo Garantidor de Créditos e se despreocupe porque você estará resguardado pelo valor de R$ 250.000,00. Sem dúvida o Fundo Garantidor de Créditos é uma segurança muito grande para os correntistas, haja vista a segurança de saber que suas economias estarão protegidas em caso de que o seu banco esteja impedido atuar no mercado financeiro.

Gostou do artigo?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Fonte: Banco Central.

Banco Neon sofre Liquidação Extrajudicial, como recuperar o seu dinheiro?

Banco Neon sofre liquidação extrajudicial

Banco Neon sofre liquidação extrajudicial. O Banco Central decretou a liquidação por graves violações às normas legais e regulamentares que disciplinam a atividade da instituição”. O decreto da liquidação extrajudicial do Banco Neon S.A foi divulgado na manhã de hoje (4), por meio de nota. O Banco Neon tem sede em Belo Horizonte.

Leia mais:

Cadastro de novos clientes para o Banco Neon já está disponível.

FGC: Saiba o que é o Fundo Garantidor de Créditos.

Cartão de crédito Neon sem anuiadade é lançado pelo Banco Neon.

Banco Neon sofre Liquidação Extrajudicial, entenda:

O Banco Neon é uma empresa de pequeno porte e detém 0,0038% dos ativos do sistema bancário brasileiro. Ele está autorizado a operar como banco comercial e possui apenas uma agência bancária.

“O Banco Central está adotando todas as medidas cabíveis para apurar as responsabilidades, em observância às suas competências legais de supervisão do sistema financeiro”, informou o BC em nota. “Nos termos da lei, ficam indisponíveis os bens dos controladores e dos ex-administradores da instituição.”

Ainda segundo o BC, “as irregularidades encontradas no Banco Neon não estão relacionadas com a abertura e movimentação de conta digital ou com a emissão de cartões pré-pagos, objeto de acordo operacional com a empresa Neon Pagamentos S.A. para estruturação de plataforma de banco digital integrada com a gestão de contas de pagamento”.

Banco Neon terá que devolver o dinheiro dos correntistas

No entanto, o Banco Central esclareceu, por meio da assessoria de imprensa, que a Neon Pagamentos não foi submetida ao regime especial de liquidação. Sendo assim, como as operações da Neon Pagamento eram executadas pelo Banco Neon, os saldos serão bloqueados até que o liquidante realize os levantamentos para identificar titulares e valores a serem restituídos.

Fundo Garantidor de Crédito

O liquidante, segundo o BC, vai adotar “as providências necessárias para o levantamento dos saldos dos cartões pré-pagos para a devida restituição, bem como dos valores relativos às coberturas do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), com a celeridade possível”. Os demais credores, conforme o BC, serão informados pelo liquidante a respeito das providências para habilitação de seus créditos.

Confira o decreto da Liquidação Extrajudicial do Banco Central:

Obs: A imagem acima foi retirada do próprio site do Neon.

O que é Liquidação Extrajudicial?

É um tipo de regime especial em que trata de uma medida administrativa e tem caráter saneador. A Liquidação Extrajudicial é aplicada em empresas que operam no mercado supervisionado. Portanto trata-se de uma intervenção econômica estatal em uma empresa supervisionada. O intuito é de restabelecer suas finanças e satisfazer os seus credores.

Gostou da notícia?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Abertura de conta: Fintechs levam vantagem sobre os grandes bancos

Abertura de conta

Uma pesquisa do americano J.P. Morgan apontou que o processo de abertura de conta digital em fintechs são mais fáceis. Morgan comparou o processo de abertura de conta corrente por meio digital em dez instituições financeiras brasileiras. Segundo o relatório, as fintechs levam vantagem sobre os bancos tradicionais. Presidente do Itaú pede igualdade de competição com as fintechs,

A experiência dos analistas que testaram o passo-a-passo e publicaram o relatório analisaram sete bancos digitais: o Agibank, BTG Digital, Inter, Neon, Nubank, Original e Next ( controlado pelo Bradesco). Os bancos tradicionais que enfrentaram avaliação foram o Banco do Brasil, Itaú e Santander.

Leia mais:

Amazon pode se tornar banco e revolucionar o mercado financeiro.

Como funciona o app PicPay? Aprenda a ganhar dinheiro com ele.

Os melhores bancos digitais sem anuidade em 2018.

O relatório foi assinado por Domingo Falavina, Yuri Fernandes e Guilherme Grespan. E apontou que as instituições financeiras digitais estão à frente dos bancos de varejo com origem analógica. Embora os bancos de varejo tenham investido bastante em plataformas tecnológicas, nenhum conseguiu oferecer uma experiência completamente online no teste para abertura de conta.

As fintechs com melhores avaliações pelo teste do J.P Morgam foram o Banco Inter, Banco Neon e o Original. De acordo com o relatório, o tempo para registrar o pedido de abertura de conta variou de 5 a 15 minutos e a aprovação levou menos de 3 dias.

O Banco Inter foi apontado pelo relatório, o que mais oferece produtos de crédito. Em contrapartida, o Neon foi classificado como o mais “jovem” e o que tem o tempo mais curto para registro. Já o Original, apesar de ter recebido boa avaliação, perdeu alguns pontos por cobrar tarifa mensal de R$ 9,90.

Já em relação a categoria produtos de investimento, o BTF Digital foi o que mais levou tempo para abrir uma conta. Entretanto, a fintech ganhou ponto positivo devido ao layout da plataforma. E, finalmente, o Nubank demorou 10 dias para a aprovação do pedido. Mas não exigiu nenhum cadastro.

Já em relação ao Itaú e o Santander, foi preciso ir até as agências duas vezes. Além disso, depois de duas semanas, a conta não tinha sido aberta ainda. O Bradesco, no entanto, teve o seu desempenho melhorado devido ao Next. Porque, na época da pesquisa, cobrava tarifas mensais e passou a oferecer pacotes gratuitos.

Segundo a pesquisa, mesmo que o Banco do Brasil tenha sido o de melhor desempenho, o seu aplicativo não conseguiu reconhecer a selfie tirada por nenhum dos analistas que participaram do comparativo. O acesso à conta então foi bloqueado e tiveram que ir até uma agência esperar na fila por 55 minutos. Segundo o relato, eles foram informados que somente a gerente poderia resolver o problema, mas ela estava no horário de almoço, o que causou mais demora no atendimento.

Os analistas retornaram no dia seguinte e a falha foi resolvida. Eles ainda destacaram no relatório que “supreendentemente, nenhuma foto foi pedida e a conta estava 100% operacional”.

Já o Itaú enviou mensagem um dia depois do pedido de abertura de conta. O banco pediu que eles comparecessem até alguma agência para finalizar o processo. No entanto, eles precisaram ficar na fila por 20 minutos para que então uma funcionária informasse que a conta havia sido rejeitada por supostamente haver inconstância entre a declaração de renda e o comprovante salarial. O que ocasionou em que o processo tivesse que ser retomado do zero novamente.

Algo parecido aconteceu com o Santander. Isso porque a abertura da conta foi realizada pelo computador (não era possível fazer pelo app), e depois de quatro dias foi informado que havia um problema no comprovante salarial. Passado cinco dias, o pedido foi negado. Os analistas, então
resolveram ir até alguma agência, mas no fim não conseguiram abrir a conta digital em nenhum dos dois bancos. Portanto, na visão de J.P Morgan, os grandes bancos falham nas iniciativas digitais justamente por possuírem agência.

Gostou da notícia sobre a abertura de conta em Fintechs

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Fonte: EM.

10 motivos para você abrir uma conta digital no Banco Inter e esquecer o Nubank

abrir conta digital no Banco Inter

As fintechs, com suas soluções financeiras via internet, estão inovando cada vez mais o mercado financeiro que envolve cartões de crédito, bancos, empréstimos, financiamentos, investimentos, entre outros. Algumas dessas startups estão se destacando muito, no Brasil, como é o caso do Banco Inter e do Nubank. No entanto, muitas pessoas não têm conhecimento ainda sobre o Banco. É importante que você saiba mais informações desse excelente banco digital. Abrir conta digital no Banco Inter permite que você poupe bastante dinheiro ao utilizar os serviços da instituição financeira.

Leia também:

10 motivos para abrir conta em fintech e esquecer os bancos tradicionais.

Nubank ou Banco Inter, qual é melhor?

Por que você deve sair do seu banco tradicional e abrir uma conta no Banco Inter.

O Banco Inter é uma opção realmente completa e 100% online. Sobretudo porque oferece diversos produtos como cartão de crédito sem anuidade, empréstimo, depósito, entre outros diversos serviços gratuitos. Além disso, Se você foi rejeitado pelo Nubank ou por outra fintech, talvez seja a hora de tentar a aprovação no Banco Inter. Por isso, resolvemos fazer um artigo em que mostrará alguns dos motivos para você se tornar cliente do banco.

Confira 10 motivos para você abrir conta digital no Banco Inter e esquecer o Nubank:

abrir conta digital no Banco Inter

1) Banco sólido e seguro

O Banco, antigamente, se chamava Intermedium e já existe há mais de 20 anos. Por isso, é uma instituição financeira sólida, autorizada e regulamentada pelo Bacen (Banco Central), associada ao FGC (Fundo garantidor de crédito). Também possui tecnologia de ponta e que assegura o sigilo e a proteção dos dados pessoais e bancários de seus clientes.

Os dados que os clientes enviam por aplicativo ou pelo Internet Banking, são criptografados. Também há a opção de acessar a conta por biometria, ou seja, não há necessidade de digitar a senha, se o seu celular for compatível.

2) Conta 100% gratuita

Além de oferecer diversos serviços e benefícios, o Banco Inter também é totalmente gratuito. O que significa que a conta corrente é isenta de tarifas e para abrir a conta corrente não é cobrada nenhuma taxa. Ao se tornar cliente do banco, o cliente não precisará pagar pelas transferência via TED, saques nos caixas da Rede Banco24Horas, pagamentos, consultar dados e extratos, emitir boletos, depositar cheques, entre outros serviços.

3) TEDs gratuitas e ilimitadas

Como falamos no tópico anterior, você poderá fazer quantas transferências via TED tanto para clientes do Banco Inter como para qualquer banco desejar. Sem dúvida, essa é uma grande vantagem.

4) Taxa de juros do rotativo mais barato

O Banco Inter cobra juros mensais do cartão de crédito na casa dos 5%. Já o Nubank, por exemplo, cobra até 14%. O que torna bem mais barato ter o cartão de crédito do Banco Inter.

5) Cartão de Crédito sem anuidade

Além de todas as vantagens, o cartão de crédito do Banco Inter também é gratuito. O que significa que não há cobrança de anuidade e nem taxas de administração.

6) Acesso facilitado aos produtos de investimento

Caso tenha interesse em investimentos, o correntista terá acesso a diversos produtos de investimentos. Será possível investir em algumas opções de LCI, CDB, entre outros produtos de investimentos em que o Banco Inter oferece.

7) Condições de empréstimos e financiamentos

O Banco Inter oferece diversas modalidades de empréstimos e financiamentos com taxas de juros baixas e condições especiais para os clientes do banco. É possível contratar financiamento imobiliário, crédito consignado, crédito corporativo, antecipação de recebíveis e crédito com garantia imóvel.

8) Depósito de cheque por imagem via aplicativo

O Banco Inter também permite que você deposite cheques em sua conta através do aplicativo do banco. Uma grande vantagem não precisar sair de casa para fazer o depósito do cheque.

9) Saque gratuito no Banco24Horas

O cliente do Banco Inter pode sacar dinheiro em toda a rede Banco24Horas de forma gratuita. Mais um benefício aos clientes do banco. Até porque, geralmente, na rede Banco24Horas é cobrado a partir do quarto saque no mês. Já no caso do Banco Inter, ele mesmo paga o saque de seu cliente.

10) Pagamento de boleto facilitado

Além das vantagens citadas acima, o Banco Inter permite, por intermédio do app, pagar boletos de forma rápida. Isso porque o app tem leitor de código de barras, o que facilita muito a sua vida. Ou seja, o cliente não precisa ficar digitando o código de barras, basta utilizar a câmera do smartphone, capturar o código e fazer a leitura.

Considerações Finais

Realmente abrir conta digital no Banco Inter é uma excelente ideia. Isso porque o banco oferece os mesmos serviços dos grandes bancos tradicionais mas tem a vantagem de ser 100% digital e totalmente gratuito. Além disso, o banco está cada vez mais se modernizando e se tornando uma das principais alternativas aos bancos tradicionais.

Portanto, abrir a conta digital no Banco Inter, provavelmente, fará não causar qualquer tipo de arrependimento em você. E também, se por acaso, você não esteja conseguindo a aprovação em fintechs como o Nubank ou em outras, o Banco Inter torna-se uma excelente alternativa, sobretudo, devido a todas as vantagens elencadas neste artigo.

Gostou do artigo sobre os 10 Motivos para abrir conta digital no Banco Inter?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Segurança: Nubank começa a validar clientes por biometria facial

Biometria Facial

O Nubank está implementando mudanças relacionadas à segurança de seus clientes. Devido aos alarmantes números de golpes em que há no mercado financeiro, a fintech brasileira está iniciando o processo de verificação de Biometria Facial, utilizando a AcessoBio, tecnologia criada pela Acesso Digital.

Biometria Facial

A Biometria Facial serve para evitar fraudes e garantir cada vez mais segurança dos usuários. Ela é altamente confiável e protege de fraudes e violações aos sistemas de segurança. Para utilizá-la, o usuário precisa se cadastrar, para que, com isso, seja possível iniciar a identificação. O sistema de Biometria Facial é formado por três fases fundamentais:

  1. rastreamento da face;
  2. extração e seleção de características faciais;
  3. biometria reconhecimento da facial.

Biometria Facial do Nubank

Segundo o executivo do Nubank, Guilherme Wunsch, que lidera a área de prevenção a fraudes da empresa, afirmou, em entrevista ao Terra, que “a biometria facial agrega mais uma esfera de segurança e melhorias na nossa operação, sem ter qualquer impacto na experiência do usuário”. Ele ainda explicou que, “do ponto de vista do cliente, o processo de solicitação do cartão continua simples, rápido e transparente”, mas, agora, “reduzimos a negativação indevida e melhoramos ainda mais a experiência de nossos clientes”.

Leia mais:

Por que o Nubank cancela cartões de crédito mesmo com os pagamentos em dia?

Como não cair em golpes de empréstimos pela internet.

Com essa nova iniciativa, o app do Nubank utilizará a biometria facial como um complemento de ferramentas internas de inteligência de dados baeadas em algoritmos matemáticos. Será feito um confronto entre as faces dos clientes em uma base compartilhada entre fintechs, varejistas e instituições financeiras.

Acesso Digital

Segundo Diego Martins, CEO e fundador da Acesso Digital, “o AcessoBio otimiza a segurança e o resultado dos clientes de maneira simples e eficiente, além de proteger o nome dos brasileiros”.

Além do Nubank, a Acesso Digital atua também na liberação de crédito em rede de varejo. Segundo o CEO, todas as fotos são tiradas com o consentimento das pessoas. “No futuro próximo, vamos entrar na saúde para evitar fraudes com carteirinhas com convênios médicos, algo muito comum”, afirmou Martins.

Considerações Finais

A implementação da biometria facial já está em andamento pelo Nubank, portanto, os novos clientes serão validados, de agora em diante, por meio do AcessoBio.

Essa iniciativa do Nubank, sem dúvida, trará mais segurança nas operações que os seus clientes fizerem. Até porque a Biometria Facial é extremamente confiável. Isso significa que cada vez mais o Nubank está se adequando às novas tecnologias disponíveis no mercado.

Gostou da notícia?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Conheça algumas das maiores fintechs brasileiras

fintechs brasileiras

Conheça algumas das maiores fintechs brasileiras: As fintechs são startups que vendem soluções financeiras para os seus clientes e que se utilizam da tecnologia e a internet. Geralmente esses produtos têm menores custos tanto para a fintech como automaticamente para os clientes devido a não ter um local fixo e possuírem um quadro de funcionários bem menores. Isso significa, portanto, que conseguem ofertar produtos com preços muito mais competitivos que as instituições financeiras tradicionais. Essas empresas estão transformando completamente o jeito em que as pessoas lidam com suas finanças. Elas também estão transmitindo paulatinamente uma maior confiança aos consumidores, e por isso estão crescendo cada vez mais no mercado financeiro.

A tecnologia vem modificando nossas vidas como um todo, até porque a internet nos traz muitos benefícios que tornam nossa rotina mais dinâmica e ágil. Não precisar enfrentar filas gigantescas, poder tirar dúvidas diretamente pelos smartphones e diminuir drasticamente a burocracia são alguns dos exemplos que essas fintechs estão trazendo para as vidas dos consumidores. Portanto, vale a pena conhecê-las, para assim, conseguir tirar as dúvidas e escolher a que melhor se adapta às suas necessidades.

Leia mais:

Afinal, qual é a melhor conta digital das Fintechs em 2018?

No Brasil temos algumas delas se destacando no mercado, vamos a algumas delas?

O critério estabelecido para essa pesquisa foi de acordo com o valor recebido de aporte financeiro para crescimento. Os dados foram retirados do banco de dados MEDICI, da Let’s Talk Payments, e também informações do site StartSe.

Confira algumas das maiores fintechs brasileiras:

1) Nubank

fintechs brasileiras

O Nubank é uma fintech brasileira e pioneira no segmento de serviços financeiros. Ela atua como administradora de cartões de crédito digital e oferece também algumas operações de um banco digital.

Data de fundação: 2013

Total recebido em aportes: mais de US$ 234 milhões.

Investidores: Tiger Global Management, Sequoia Capital, QED Investors, Nicolas Berggruen, Kaszek Ventures, Gene Lockhart, DST Global, Founders Fund, Goldman Sachs. Ribbit Capital.

2) Creditas

fintechs brasileiras

A empresa oferece empréstimos com garantia tornando possível oferecer taxas menores de juros comparado com instituições fiannceiras tradicionais.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: US$74,78 milhões em aportes

Investidores: Rockaway Capital, Redpoint eventures, Quona Capital, QED Investors, Naspers, Napkn Ventures, Kaszek Ventures, International Finance Corporation (IFC)

3) GuiaBolso

fintechs brasileiras

O GuiaBolso tem o objetivo de gerenciar o financeiro pessoal do usuário. A plataforma automatiza o orçamento e orienta na tomada de decisões financeiras.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: mais de US$ 27 milhões.

Quem investiu: Kaszek Ventures, Florian Otto, e.Bricks Ventures, Ribbit Capital, Valor Capital Group, Carlos Curioni, Mark Goines, Peter Kellner, QED Investors, Omidyar Network, International Finance Corporation (IFC).

4) Bidu

fintechs brasileiras

O Bidu é um comparador de seguros em que agrega produtos de saúde, casa, automóveis, entre outros. Também é oferecido pela empresa produtos financeiros como empréstimo pessoal e cartão de crédito.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: mais de US$ 8,9 milhões.

Quem já investiu na fintech: Amadeus Capital Partners, Monashees Capital, Bertelsmann e Otto Capital Partner.

5) PicPay

fintechs brasileiras

É um aplicativo de pagamento em que permite que o cliente receba ou pague para qualquer pessoa usando o seu cartão de crédito ou saldo da sua carteira PicPay. O usuário do PicPay também pode pagar as contas dos comerciantes participantes e transferir os crédito da PicPay para a conta bancária.

Data de fundação: 2012

Total recebido em aportes: $1,2 milhões

Quem investiu: investidores anjo

Considerações Finais

Como você pode perceber reunimos alguma das principais fintechs brasileiras que têm a ver com o assunto do nosso site. Portanto, vale a pena você dar uma conferida nessas empresas inovadoras e de repente se tornar cliente delas, não é mesmo? Porque assim será possível tornar a sua vida mais dinâmica, ganhando tempo e se estressando bem menos com filas em que as instituições financeiras tradicionais geralmente possuem. Também será possível, além dos benefícios da agilidade, economizar mais dinheiro porque esses serviços são mais baratos pelos motivos elencados no decorrer deste artigo. Por isso acreditamos que provavelmente você irá se beneficiar com algum dos serviços em que as fintechs oferecem.

Sobretudo porque elas vêm crescendo rapidamente na mesma velocidade em que revolução digital está se encaminhando. Certamente será possível receber algumas vantagens disso. 😉

Gostou do artigo sobre as maiores fintechs brasileiras?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Fontes: StartSe, Medici.

Por que o Banco Neon não aprova você como cliente do cartão de crédito?

Finalmente o Banco Neon começou a responder os pedidos de solicitação de cartão de crédito para muitos usuários. E a espera foi longa: os internautas solicitaram minutos logo após o término da Live de lançamento do cartão de crédito Neon, e tiveram que aguardar até a metade do mês de abril.

Leia também:

Cadastro de novos clientes para o Banco Neon já está disponível.

Agibank vale a pena? Veja as vantagens do banco 100% digital.

Após a solicitação do cartão de crédito do Banco Neon, a análise interna do banco pode demorar até o final dos lotes. Pelo aplicativo é possível conferir o número de cartões disponíveis. Por exemplo, neste momento temos 3.754 cartões de crédito disponíveis.

Como funciona a análise do cartão de crédito do Banco Neon?

De acordo com o Banco Neon, a análise considera além do contexto do cliente, a realidade do próprio banco, assim como qualquer instituição bancária, que precisa analisar e entender os riscos para dar crédito aos seus clientes.

O Banco Neon optou em proceder com a análise até o final dos lotes. Enquanto isso, os clientes podem ajustar as suas vidas financeiras até os cartões acaberem.

Logo após o Banco Neon negar vários cartões de crédito, os clientes estão reclamando nas redes sociais, e ameaçando encerrar as contas. Principalmente pela resposta, pois não foi informado dentro de quanto tempo poderá ser feita uma nova análise.

Confira a informação do Banco Neon enviada por e-mail:

Seu cartão de crédito Neon não foi aprovado.

Olá, tudo bem?

Avaliamos seu pedido, mas não conseguimos aprovar seu cartão de crédito. Isso pode mudar no futuro!

Como aumentar a sua chance?
Ainda não conseguimos informar a partir de quando você pode fazer uma nova tentativa, mas continue aproveitando a sua conta Neon e vá gerenciando sua vida financeira e todos os gastos com a gente.

Dessa forma, conseguimos te conhecer melhor e isso aumenta as chances de ter seu cartão de crédito aprovado.

E lembre-se: para suas compras online e assinaturas dos seus serviços digitais favoritos (Spotify, Netflix, Uber, iFood etc), o cartão virtual é uma ótima escolha.

E você, foi aprovado no cartão de crédito do Banco Neon? Deixe seu comentário logo abaixo e compartilhe essa notícia com os seus amigos!

Gostou da notícia?

Então siga-nos no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das Fintechs.

Agibank vale a pena? Veja as vantagens do banco 100% digital

agibank

O Agibank foi criado para se tornar uma fintech global e tem o objetivo de promover a inclusão digital no Brasil. Antes o banco gaúcho se chamava Agiplan e a mudança denota uma clara ambição da instituição financeira. O banco oferece, portanto, depois de sua transformação, uma conta 100% digital em que pode ser aberta totalmente pelo aplicativo, há possibilidades de solicitar seguros, cartões de débito e crédito, outros serviços de crédito e investimentos.

Os serviços financeiros digitais estão cada vez mais crescendo tanto no mercado brasileiro como no exterior. Seguindo nessa tendência, o Banco Agiplan, portanto, mudou a sua proposta e agora se chama Agibank. Os bancos digitais possuem algumas vantagens evidentes em relação aos bancos tradicionais, exatamente isso que vem chamando atenção do mercado financeiro. Até porque a revolução digital está caminhando de uma forma muito intensa e o mercado financeiro vem evoluindo junto, obviamente. Desde que o mercado começou a perceber que era uma ótima opção, vem surgindo cada vez mais fintechs no mundo todo. Você já deve ter ouvido falar do Nubank, não é mesmo? Esse é um exemplo de empresa que está crescendo e que está se utilizando da tecnologia para oferecer produtos financeiros para os clientes.

Logo abaixo você poderá conferir alguns dos principais serviços do Agibank, assim como as tarifas, benefícios e outras características do banco 100% digital.

Leia também:

Por que você deve sair do seu banco tradicional e abrir uma conta digital no Banco Inter.

Nubank ou Banco Inter, qual é melhor?

Entenda por que você deve abrir uma conta digital.

Confira os principais serviços:

  • Conta corrente com cartão de débito e crédito internacional;
  • Pagamento de boletos;
  • Pagamento de um contato ou grupo de amigos;
  • Compras com QR Code;
  • Recebimento de salário;
  • Acesso a produtos como empréstimos, investimentos, consórcios, seguros, entre outros;
  • Saque no Banco24Horas.

Um dos motivos em que os clientes do Agiplan se incomodavam com o banco era devido ao fato de que não havia a possibilidade de ter cartões e os saques só poderiam ser feitos em lotéricas. No entanto, com a transformação para Agibank, hoje é possível ter cartão de débito, além de oferecerem o crédito também. Além dessas novidades, o Agibank também permite fazer saques no Banco24Horas.

Como funciona o AgiBank

Como falamos anteriormente, a abertura da conta é realizada pelo app de celular. O número da sua conta será o seu número de telefone e o código do Banco Agibank é 121.

Além disso, para abrir a conta corrente você não precisa comprovar renda e não há limite de idade. No entanto, menores de idade precisam da assinatura de um representante legal que autorize a abertura da conta.

É possível abrir a conta corrente tanto pessoa física como pessoa jurídica. Ou seja com o seu CPF ou CNPJ, no caso de empresa, você poderá abrir a conta corrente no Banco Agibank.

Um detalhe interessante é que na conta de empresa, o empresário pode realizar vendas pelo aplicativo através do QR Code, além de poder pagar os funcionários em pequenos passos.

Depósito

O depósito pode ser realizado por transferência via TED ou DOZ, emissão de boleto que pode ser pago em qualquer banco ou casa lotérica.

Saque

Para sacar dinheiro em sua conta Agibank, você pode realizar na rede Banco24Horas e também em mais de 13 mil casas lotéricas do país.

Investimento no Agibank

Os investimentos pelo Agibank podem ser feitos por meio de seu celular. Ele permite que você aplique em seis opções de CDBs com valor mínimo de mil reais com prazo de carência em que varia entre 1 e 48 meses.

Cartão Agibank

agibank

Os clientes do banco têm a possibilidade de ter cartões múltiplos. O que significa que, nele, há a função de crédito e débito. Além disso, o cartão possui a bandeira MasterCard e é internacional. A solicitação do cartão é gratuita e pode ser feita diretamente pelo app. Importante salientar que somente a primeira anuidade é grátis. Porém há alternativas para continuar sendo gratuita para isso você precisa seguir pelo menos uma das condições abaixo:

  • Utilização do cartão com 50% de seu limite;
  • Fatura mínima mensal de 500 reais;
  • Investimento mínimo de 5 mil reais no Agibank;
  • ter saldo médio em conta de mil reais;
  • possuir domicílio bancário Agibank.

Tarifas

Serviço Gratuidade Mensal Tarifa (R$)
Manutenção mensal da conta Isento Isento
Saque na Rede Banco24horas 2 saques 6,49
Saque em casas lotéricas 2 saques 2,90
TEDs para outros bancos 4 TEDs 1,90
Transferências entre contas Agibank Ilimitado Isento
Emissão de boletos Ilimitado Isento
Boletos liquidados 4 2,99
Mensalidade cartão múltiplo Isento (1° ano) 12,99* (mensal)
Pagamento de boletos Ilimitado Isento

Conta digital do Agibank, vale a pena?

Se você está procurando uma conta 100% digital e que possa ser controlada via app, provavelmente abrir a conta-corrente valerá a pena. Até porque ela oferece boas opções de serviços gratuitos e que podem lhe satisfazer dependendo do seu perfil.

No entanto, há outras opções como o Banco Inter em que é 100% digital e totalmente gratuito. Ele oferece, por exemplo, TEDs ilimitadas. Confira aqui mais detalhes sobre o banco.

Na verdade, é imprescindível que você pesquise um banco que satisfaça o seu perfil como cliente. Até porque o que pode servir para uma pessoa, talvez não sirva para outra. Então, o que indicamos é que você possa seguir acompanhando todas as nossas atualizações, assim como também pode pesquisar aqui mesmo em nosso site, outros artigos em que entramos em mais detalhes sobre outros bancos digitais disponíveis no mercado. Assim será possível avaliar qual o banco se adéqua a você.

Gostou do artigo?

Então nos siga no FacebookTwitter e Instagram para continuar acompanhando todos os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.