Category - Maquininhas de cartões

Maquininha Rede: fim da taxa de antecipação e recebimento em 2 dias

A Rede, que faz parte do grupo Itaú Unibanco anunciou o fim da taxa de antecipação quem quiser receber o valor antecipado dos pagamentos por cartão de crédito. A novidade, que pode movimentar ainda mais a guerra das maquininhas, estará disponível a partir de 2 de maio.

É provável que você também goste:

Cliente que aderir a taxa zero de antecipação da Rede terá que pagar a conta.

Cade investigará Itaú depois da Rede zerar taxa de antecipação.

Cielo contra-ataca Rede e anuncia pagamento no mesmo dia e devolução do valor da maquininha.

Maquininha Rede: fim da taxa de antecipação e recebimento em 2 dias

Cabe salientar que a antecipação sem custo nenhum tem alguns pré-requisitos para usufruir. Ela somente é válida para aqueles empreendedores que possuem faturamento de até 30 milhões de reais por ano e que usarem qualquer modelo de maquininha da Rede e receberem os pagamentos em uma conta do Banco Itaú.

Com isso, os empreendedores terão os valores depositados nas suas contas no prazo de até dois dias. Contudo, a antecipação somente valerá para compras realizadas com cartão de crédito à vista, sem parcelamentos.

Através de um comunicado, o diretor-presidente da Rede, Marcos Magalhães, afirma que a iniciativa tem potencial para influenciar outros movimentos no setor. Especialmente, por não se tratar de uma oferta por tempo limitado.

Atualmente, um dono de empresa precisa pagar juros para antecipar pagamentos realizados no crédito. Outra opção é esperar o pagamento da fatura para ter o dinheiro em mãos, o que leva até 30 dias.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram para continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Via Exame

Caixa vai entrar na guerra das maquininhas com Itaú ou Bradesco

Caixa vai entrar na guerra das maquininhas

Caixa vai entrar na guerra das maquininhas. Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, confirmou, ontem (10), que o banco pretende participar do mercado de adquirência, aumentando o a concorrência na “guerra das maquininhas”.

É provável que você também goste:

Banco Inter: mais de 2 milhões de clientes em conta digital sem tarifas

Santander lança SuperGet e entra na briga dos preços das maquininhas.

Banco Inter faz parceria com maquininha BIN para empresas.

Caixa vai entrar na guerra das maquininhas com Itaú ou Bradesco

Caixa vai entrar na guerra das maquininhas

Presidente da Caixa disse que o banco pretende participar do mercado de adquirência, aumentando o a concorrência na “guerra das maquininhas”.

Guimarães afirmou, durante o evento XP Investiments Conference Brazil First 100 Days, que estuda fazer uma parceria com o Bradesco ou Itaú neste mercado das de adquirência.

Desse modo, a Caixa passaria a lucrar com operações de pagamentos em maquininhas e, ainda, com antecipação de recebíveis.

A Caixa é o único grande banco fora da adquirência

Atualmente, a instituição financeira pública é o único grande banco brasileiro que está fora da adquirência. O Santander, por exemplo, é dono da Getnet, o Itaú, da Redecard e Bradesco e Banco do Brasil possuem uma fatia da Cielo.

Se você gostou desta notícia, confira essa matéria especialmente feita para você:

Itapu lança a maquininha Pop Credicard para concorrer com o PagSeguro

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Acompanhe nossas notícias e artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos e empréstimos. Bem como tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Via InfoMoney.

Concorrente do Nubank, fintech Trigg integra-se ao Samsung Pay

Para quem ainda não conhece, o Samsung Pay é um serviço de pagamentos móveis e de carteira digital que foi desenvolvido pela Samsung. Ele permite aos usuários efetuarem pagamentos com smartphones e relógios da Samsung. Até o momento, o Samsung Pay integra vários bancos brasileiros, como Banco do Brasil, Bradesco, Banco Inter, Banco Itaú, Banrisul, entre outros. A novidade é que agora os clientes da fintech Trigg poderão usar o serviço de pagamento móvel da sul-coreana. O Nubank, por sua vez, até o presente momento não é integrado no serviço de pagamentos da Samsung.

É provável que você também goste:

As vantagens e os riscos do sistema de amortização de empréstimos.

3 truques para conseguir aprovação no cartão de crédito Nubank.

Como conseguir o cartão Credicard Zero sem anuidade pela Serasa eCred.

Concorrente do Nubank, fintech Trigg integra-se ao Samsung Pay

A integração possibilita que os usuários incluam o seu cartão Visa da Trigg e realizem pagamentos via NFC, (através da tecnologia por aproximação). Ademais, também por MST (tecnologia exclusiva da Samsung). Para isso, é necessário que os estabelecimentos possuam terminais habilitados sem precisar do cartão.

Além disso, os clientes poderão acompanhar todos os gastos diretamente pelo aplicativo da fintech Trigg. Contudo, para autorizar as compras, é preciso validar através de senha ou impressão digital. Os usuários dos smartphones Galaxy Note 8, Galaxy Note 9, Galaxy S8, S8+, S9, S9+ e S10+ podem ainda validar por meio do leitor de reconhecimento de íris, desde que previamente registrada no aparelho. Ademais, é possível também realizar pagamentos online em aplicativos e lojas.

Aliás, uma outra vantagem de possuir o cartão Trigg no Samsung Pay é que na troca de cartão, não há necessidade de alterar as suas informações em todos os produtos que ele habitualmente utiliza na internet, pois o sistema atualiza as contas automaticamente.

“Oferecer cada vez mais opções de parceiros em nosso portfólio está alinhado com o nosso compromisso de colocar o consumidor no centro de nossas decisões. Estamos confiantes de que a parceria será um sucesso”, é o que afirma Paulo César do Nascimento, Gerente Sênior de Samsung Pay no Brasil.

Marcela Miranda, Head e fundadora da Trigg complementa:

“Acreditamos na inovação nos meios de pagamentos. Todas as tecnologias “pays” vão mudar rapidamente a forma com que compramos. Estamos bem felizes por fazer parte dessa revolução, e começar com a Samsung e a Visa é incrível!”, ressalta Marcela Miranda, Head e Fundadora da Trigg.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram e compartilhe com os seus amigos! Acompanhe artigos e notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Bancos lançam crediário no cartão de crédito: BB, Bradesco, Itaú, Santander e Votorantim já aderiram

Aproveitando um aumento significativo da procura dos brasileiros pelo crediário, os bancos passarão a oferecer uma nova modalidade de parcelamento: o crediário no cartão de crédito. A intenção é a de substituir o crediário sem juros disponibilizado pelos lojistas, com prazos mais longos. As compras no débito e crédito continuarão a existir, mas o novo crediário com juros será oferecido como uma opção às compras parceladas nas lojas em geral.

É provável que você também goste:

2 cartões de crédito sem anuidade do Itaú que concorrem com o Nubank.

Blackcard: cartão de crédito Black Mastercard s/ consulta ao SPC/Serasa?

Cuidado: malware bancário simula internet banking do BB, Caixa, Itaú, Bradesco e Santander

Bancos lançam crediário no cartão de crédito: BB, Bradesco, Itaú, Santander e Votorantim já aderiram

Ao decidir optar pela modalidade de crédito na hora da compra, o consumidor terá à sua disposição três opções de parcelamento e poderá escolher a mais vantajosa através da própria maquininha.

Será possível ainda simular as taxas e prazos do crédito através dos próprios equipamentos de acordo com a Abecs, que é a entidade que representa os emissores de cartões e que auxiliou a idealizar a implantação da linha de crédito.

A opção de crediário no cartão de crédito será vantajosa?

Depende. Existe a possibilidade do consumidor negociar um desconto diretamente com o varejista. Isso porque ele receberá em até 5 dias o valor total da compra parcelada. Enquanto isso, o comprador poderá parcelar em até 24 vezes, de acordo com alguns bancos. O lojista não terá riscos com a operação, que fica com o emissor do cartão.

Entretanto, a taxa de juros e os limites concedidos deverão ser definidos pelas próprias instituições financeiras. Ademais, isso certamente dependerá do perfil de risco do consumidor.

Quais bancos aderiram e que irão aderir?

Neste momento quatro bancos já aderiram ao crediário no cartão de crédito. São eles: Bradesco, Itaú, Santander e Votorantim. O Banco do Brasil pretende disponibilizar essa linha de crédito em 4 de abril. Curiosamente, o Nubank não vai participar.

Bancos

  • O Banco do Brasil informou que vai oferecer o crediário a partir de 4 abril, com prazo de até 24 meses. As taxas de juros ainda não foram divulgadas.
  • O Banco Bradesco disponibilizou a linha de crédito desde fevereiro, e as taxas variam de 0,99% até 3,99%, de acordo com o perfil do cliente, e pode pagar de 2 a 24 vezes.
  • O Banco Itaú informou que as parcelas poderão chegar a 24, mas ainda não sabemos a taxa de juros. De acordo com o banco, a linha de crédito já está disponível, mas ainda depende da habilitação nas maquininhas.
  • O Santander vai começar a oferecer o crediário no cartão de crédito a partir de 1º de abril, com prazo de pagamento em até 36 meses e taxa de juros inicial de 1,99% ao mês.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram e compartilhe com os seus amigos! Acompanhe artigos e notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Vem aí o Cartão PagSeguro, o cartão para conta digital de empreendedores

Atualmente, os donos de negócios que ainda não trabalham com pagamento no débito e crédito estão perdendo dinheiro. Isso porque a tendência é que as transações cada vez mais migrem para o meio digital. Portanto, o dinheiro em espécie vai desaparecendo aos poucos. O PagSeguro há um bom tempo tem ajudado os empreendedores com a solução de uma conta digital gratuita para gerenciar o dinheiro. Agora, os mais de 4 milhões de vendedores ativos do PagSeguro poderão movimentar o saldo da sua conta digital com o novo Cartão PagSeguro Visa.

É provável que você também goste:

Bancos oferecem crediário no cartão de crédito: BB, Bradesco, Itaú, Santander e Votorantim já aderiram

Cuidado: malware bancário simula internet banking do BB, Caixa, Itaú, Bradesco e Santander

Vem aí o Cartão PagSeguro, o cartão para conta digital de empreendedores

Por meio de uma parceria entre PagSeguro e Visa, o novo cartão vai facilitar o uso da conta digital. Os empreendedores poderão utilizar seu saldo para efetuar compras e saques em todo o país. O Cartão PagSeguro Visa vai começar a ser disponibilizado para uma base de empreendedores selecionada a partir de abril de 2019.

Ademais, o Cartão PagSeguro Visa vai funcionar também por aproximação. Para isso, bastará aproximar o cartão da maquininha para pagar, e sem digitar senha nas compras até R$ 50. Ademais, isso ainda trará mais agilidade ao dono do negócio. O cartão ainda permitirá compras online, em sites e diferentes aplicativos.

“Um estudo encomendado pela Visa mostra que as empresas em São Paulo perdem 3% de sua receita mensal com o recebimento de pagamentos não digitais. Isso sem contar o risco de carregar dinheiro”, foi o que argumentou Eduardo Abreu, Vice-presidente de Negócios da Visa do Brasil.

“A nossa parceria com o PagSeguro tem como objetivo simplificar e trazer maior segurança para milhares de pequenos empreendedores, além de eliminar esse tipo de despesa”, conclui ainda o executivo.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram e compartilhe com os seus amigos! Acompanhe artigos e notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Banco Inter oferece 7 dicas para proteger seu cartão durante o Carnaval

O Banco Inter, único banco brasileiro que combina uma conta completa, 100% digital e gratuita, preparou um guia com sete dicas para os clientes protegerem seus cartões durante a folia de Carnaval. O objetivo é ajudar os consumidores, durante uma época do ano em que tentativas de golpes se tornam mais comuns.

Leia também:

Confira os horários de expediente dos bancos no Carnaval 2019

Banco Inter oferece 7 dicas para proteger seu cartão durante o Carnaval

Confira as recomendações e aproveite as festas:

1) Confirme local, data e horário das suas compras. Portanto, assim fica fácil monitorar seus gastos com segurança. Para simplificar, ative no seu Internet Banking os pushs com notificações de transação.

2) Nunca deixe o seu cartão sob o cuidado de outras pessoas. Ademais, em qualquer estabelecimento, peça que o funcionário traga a maquininha até você e fique atento até o final da operação.

3) Ao fazer um pagamento, verifique se o valor digitado está correto, fique de olho no seu cartão e confira o seu cartão na devolução.

4) Veja se sua senha está sendo digitada na tela certa, o campo de senha mostra apenas asteriscos.

5) Seu Smartphone vai estar com você na folia e é a principal ferramenta para acessar sua conta digital. Portanto, use senhas fortes para acessar e proteger seu e-mail e App.

6) Perdeu o cartão ou foi roubado? Acesse o App ou o Internet Banking e faça o bloqueio temporário. Para o bloqueio definitivo e nova via, é só ligar para nossa Central.

7) Perdeu o celular ou foi roubado? Primeiramente, você deve comunicar o ocorrido à operadora, mas também ao banco. Assim, você fica ainda mais seguro.

Sobre o Banco Inter

O Banco Inter possui 24 anos de mercado e atuação em todo o território nacional. É o 1º banco 100% digital do país e o único a oferecer uma conta totalmente isenta de tarifas, que serve como porta de entrada dos clientes para uma completa plataforma digital de serviços. O Inter foi o primeiro banco digital a abrir capital no Brasil, em abril de 2018, e está listado no Nível 1 da Bolsa de Valores (B3).

A instituição acredita que a relação das pessoas com seu banco pode ser mais simples, transparente e justa, e trabalha para essa transformação acontecer. Em dezembro de 2018, o banco contava com uma carteira de crédito de mais de R$ 3,3 bilhões, com patrimônio líquido de R$ 948 milhões e R$ 5,6 bilhões de ativos totais.

Enfim, gostou da dica?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim continuará acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Caixa pretende vender 4 ativos – loterias, seguros, cartões e gestão de recursos até 2020

Nesta quarta-feira (30/11), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou que pretende vender todos aqueles ativos que não fazem parte da atividade principal do banco. Ou seja, de acordo com Guimarães, serão vendidas as subsidiárias nas áreas de loterias, seguros, cartões e gestão de recursos.

Leia também:

Truque para não pagar o saque na NuConta, a conta do Nubank.

Cartão Superdigital Mastercard é sem consulta ao SPC e Serasa.

Banco do Brasil disponibiliza pagamento do IPVA e multas de trânsito pelo WhatsApp.

Caixa pretende vender 4 ativos – loterias, seguros, cartões e gestão de recursos até 2020

A informação surgiu em um evento do banco Credit Suisse específico para investidores em São Paulo. Lá no evento, Guimarães explicou que a intenção é de fazer a abertura de capital aos poucos. Portanto, a intenção não é a de vender 100% da participação da Caixa.

O presidente da Caixa também afirmou que ao menos dois ativos serão vendidos ainda neste ano, sendo que o primeiro deles deve ser o de loterias. Em uma previsão que ele considera como conservadora, as quatro subsidiárias estarão com capital aberto. De acordo com Guimarães, a venda dos ativos ajudará a estatal a pagar aportes da União no banco no total de R$ 40 bilhões.

Ele ainda acrescentou que pretende abrir capital dos ativos nas bolsas de valores de São Paulo (B3), e na de Nova York. O objetivo do governo com a venda de ativos é preparar a Caixa para o futuro.

“Para que os próximos governos consigam ter uma Caixa mais sólida em termos de capital, mais rentável”, ele explicou.

Ao longo do evento, Guimarães disse que a Caixa tem a meta de fazer R$ 100 bilhões em securitização de crédito imobiliário, e ao mesmo tempo investir no mercado de maquininhas de cartão e cartão de crédito consignado.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim, acompanhe artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos e empréstimos. Por fim, bem como tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Banco PagSeguro poderá ser o pesadelo dos bancos ao conceder crédito

Recentemente publicamos aqui no site Seu Crédito Digital uma notícia informando que a PagSeguro havia comprado o Banco BBN, que inclusive você pode conferir aqui neste link. Isso porque a processadora de pagamentos pretende apostar no crédito para os microempresários e muito mais. Entenda o que pode acontecer com o banco PagSeguro.

Leia também:

Consórcio ou financiamento de imóveis: qual a melhor opção?

Banco PagSeguro poderá ser o pesadelo dos bancos ao conceder crédito

Desde novembro de 2013, o Banco Central do Brasil permitiu que as empresas que processam transações eletrônicas possam concorrer com os bancos. No dia 17 de janeiro o PagSeguro anunciou a compra do Banco Brasileiro de Negócios (BBN). Através deste banco, a PagSeguro pode vir a oferecer crédito para os microempresários.

Atualmente, as pequenas empresas são os clientes preferidos dos bancos, pois pagam juros muito maiores que as grandes empresas. Entretanto, isso vai mudar. Os clientes da PagSeguro são os autônomos, pequenos comerciantes e microempresários. Além disso, ela conhece a fundo todas as movimentações financeiras deste nicho.

Considerando que processar transações não é tão lucrativo quanto emprestar dinheiro com base nestas transações, o Banco PagSeguro vai atuar justamente nisso, concedendo crédito barato. Ao conhecer a fundo a movimentação financeira dos seus clientes, a PagSeguro vai poder traçar modelos de avaliação de risco com mais precisão, oferecendo empréstimos a baixo custo e extremamente competitivos.

Ademais, o Banco PagSeguro também poderá oferecer uma gama de outros serviços bancários, como conta corrente digital, cheque especial, e inclusive seguros.

E você, o que acha disso? Deixe seu comentário logo abaixo.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram e compartilhe com os seus amigos! Acompanhe artigos e notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Flanelinhas aderem a máquina de cartão e ganham até 400 reais por dia

Flanelinhas aderem a máquina de cartão

Flanelinhas aderem a máquina de cartão e ganham até 400 reais por dia. Os flanelinhas em Macapá estão aderindo ao uso da máquina de cartão de crédito e débito para receber gorjetas dos motoristas para estacionar os carros em vagas de estacionamento.

Leia também:

O Nubank faz consulta ao SPC e Serasa?

Como fazer um empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa na Caixa com o FGTS?

Assaí vai lançar maquininha de cartão com cashback e sem aluguel.

Flanelinhas aderem a máquina de cartão e ganham até 400 reais por dia

De acordo com o G1, Wagner Romany, de 37 anos, é um dos que aderiram. O autônomo trabalha há quase 30 anos na Avenida Presidente Vargas, no centro da capital. Segundo o flanelhinha, a ideia de utilizar a máquina surgiu depois que os clientes cobraram dele. “Sempre os ‘patrões’ vinham e diziam ‘só no cartão amigo, só no cartão’. Foi aí que eles me deram a ideia de colocar a maquineta de cartão há dois meses. A ideia colou e graças a Deus tá dando certo, venho tendo um aumento na minha renda”, comemora.

Flanelinhas aderem a máquina de cartão

Wagner Romany atua como flanelinha e passou a usar máquina de cartão para receber gorjetas — Foto: Ugor Feio/G1

Ele ainda conta que o dinheiro é arrecadado para ajudar a esposa e os quatro filhos do casal, que moram no bairro Perpétup Socorro, na Zona Leste. “Louro”, como é conhecido, disse ainda que conseguiu, por exemplo, no fim do mês de dezembro aproximadamente R$ 1,5 mil nos pagamentos em cartão.

“No Natal consegui R$ 1,5 mil só no cartão. Foi com esse dinheiro que fizemos a ceia lá de casa. Fico muito feliz, mas continuo na luta para seguir melhorando a vida”, contou.

Romany disse ainda que observou que os clientes, além de ficarem surpresos, preferem ajudar no cartão, sendo que o pagamento é opcional e não faz qualquer obrigação para a gorjeta.

“Tem gente que se assusta, pensa que é brincadeira, mas quando eu puxo a máquina e eles veem que é sério, caem numa gargalhada boa. Mas aí, a galera tem ajudado. Graças a Deus”, lembrou, com alegria.

Flanelinha ganha de R$ 300 a 400 por dia

Outro flanelhinha que vem utilizando da mesma tática é o jovem Adenilson Brito, de 23 anos. Trabalhando ao lado de um shopping no centro da cidade, ele diz que a cobrança dos clientes também foi o motivo para o uso da máquina.

Flanelinhas aderem a máquina de cartão

Flanelinha Adenilson Brito, de 23 anos, trabalha ao lado de shopping — Foto: Victor Vidigal/G1

“Tem muita gente que quando vê que aceito cartão não acredita. Depois que puxo a máquina eles vêm bater foto, fazer vídeo. É uma coisa nova, muita gente me fala que nunca tinha visto isso em nenhum lugar e vieram ver só aqui em Macapá”, relatou Brito.

O jovem contou ao G1 que divide o uso do equipamento com outros flanelinhas do local, quando precisam. A novidade, segundo ele, vem fazendo sucesso entre os clientes. Brito relata que consegue juntar de R$ 300 a 400 por dia nas gorjetas de cartão de crédito e débito.

“Os pagamentos que mais saem são na máquina. Os clientes dão de R$ 2 a R$ 3, com isso consigo R$ 300 a R$ 400 por dia, além do que a gente ganha em dinheiro mesmo. Era um pedido antigo dos clientes, que sempre cobravam para ter como pagar em cartão e agora tô podendo ter um aumento na minha renda”, lembrou Brito.

Enfim, gostou da notícia “Flanelinhas aderem a máquina de cartão”?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Fonte: G1.

PagSeguro lança Moderninha Smart sem aluguel e com conta digital grátis

Em um dos mercados mais concorridos dos últimos tempos, a PagSeguro recentemente lançou mais uma excelente opção. Foi lançada a Moderninha Smart. Essa maquininha vem com o sistema AndroidTM e com conta digital grátis. Ou seja, você se livra do aluguel e ainda tem acesso a uma conta digital para pagar as suas contas, fazer transferências, empréstimo, recarga de celular e saques na rede Banco24Horas.

Leia também:

Empréstimo do Banco Agibank é sem consulta ao SPC e Serasa.

Está precisando de dinheiro? Veja 5 motivos para você antecipar o 13° salário.

Conheça Airfox: fintech libera empréstimo para pessoas sem conta bancária.

Moderninha Smart

A Moderninha Smart aceita pagamento em cartão de débito, crédito e refeição. Além disso, ela vem com chip 4G inteiramente grátis e possui conexão por WiFi e Bluetooth. E o melhor, ela já aceita pagamento por tecnologia NFC e QR Code, duas modalidades de venda que tem crescido bastante nos últimos tempos. Portanto, você não perde nenhuma venda.

Ademais, a Moderninha Smart vem com sistema Android, e permite a utilização de aplicativos para gerenciamento do seu negócio.

A maquininha vem também com os aplicativos:

  • PagSeguro Minha Conta – serve para gerenciar a sua conta digital grátis
  • PagSeguro Vendas – permite simular vendas e taxas, bem como emitir boletos e fazer a gestão do negócio. Ou seja, com relatórios de vendas, acompanhamento de estoque, entre outras funcionalidades.

Ficou curioso em como adquirir Moderninha Smart?

É muito simples, pois para adquirir a Moderninha Smart não é necessário possuir conta bancária, e ela vem com o cartão pré-pago grátis para que você possa usar o dinheiro das suas vendas. Além disso, ela oferece cinco anos de garantia, tem as melhores taxas do mercado e você pode receber o dinheiro das suas vendas em apenas um dia.

E então, gostou da notícia?

Nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Acompanhe todas as nossas notícias e artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.