Category - Maquininhas de cartões

Cielo Controle permite aceitar vendas no cartão com taxa zero

Cielo Controle

A guerra das maquininhas está a todo vapor e, por isso, a Cielo lançou, recentemente, um novo plano, o Cielo Controle. Nele, o cliente recebe tudo o que vende por um valor único mensal, dependendo, no entanto, da maquininha de cartão escolhida e da franquia de vendas contratada.

Leia também:

Caixa também entra na ‘guerra das maquininhas’ sem aluguel.

PagSeguro lança nova Moderninha Plus e alfineta Cielo.

Isso significa que tudo que você vender no cartão de débito e crédito, pagará um único valor mensal. Se você vender R$ 100,00, receberá R$ 100,00, se vender R$ 200,00, receberá R$ 200,00 e assim por diante.

O cliente pode ter uma maquininha com franquia de vendas a partir de R$ 19,90 por mês. Ou seja, para isso, no plano controle você não precisará comprar a maquininha. Você montará o seu plano e o equipamento já estará incluso no valor da mensalidade.

O valor do plano vai depender de três fatores escolhidos:

  • Maquininha escolhida;
  • Franquia mensal de venda contratada;
  • Prazo de recebimento: 2 ou 31 dias.

Maquininhas disponíveis:

A mensalidade do plano será calculada, portanto, de acordo com a tecnologia da maquininha escolhida. Então confira todas as opções disponíveis:

  • Cielo ZIP (maquininha mais barata);
  • Máquina sem fio;
  • Máquina 3G + Wifi;
  • Cielo Mobile com leitor;
  • Cielo LIO (mais cara)

As opções de maquininhas disponíveis estão relacionadas, sobretudo, ao tipo de tecnologia que cada equipamento possui. Por exemplo, para quem está pensando em economizar e só quer receber pagamentos com cartões de crédito e débito, o modelo ZIP é o mais indicado. Entretanto, para quem busca uma solução mais completa e integrada ao sistema de notas fiscais, o modelo Cielo Lio seria o mais indicado. Portanto, a escolha varia conforme a sua necessidade.

Franquia de vendas

O valor da mensalidade será definido, portanto, pela faixa de venda que você escolher. Ou seja, caso escolha o plano de R$ 500,00 por mês, será possível vender até esse valor por mês sem precisar desembolsar nada. Isso significa que receberá 100% das vendas realizadas.

Em contrapartida, caso o valor exceda a franquia contratada, você pagará um valor adicional a cada R$ 250 que exceder. O valor, no entanto, varia de acordo com o plano e a máquina escolhida (varia de R$ 10,90 e até R$ 22,90 a cada faixa de R$ 250,00).

O Cielo Controle possui mais de 11 faixas de gastos, são elas:

  • R$500,00
  • R$ 1 mil
  • R$ 2 mil
  • R$ 3 mil
  • R$ 4 mil
  • R$ 5 mil
  • R$ 6 mil
  • R$ 7 mil
  • R$ 8 mil
  • R$ 9 mil
  • R$ 10 mil

Lista completa de bandeiras que as máquinas da Cielo aceitam receber pagamentos:

  • American Express;
  • Diners Club International;
  • Hipercard;
  • Alelo;
  • Ticket;
  • VR Benefícios;
  • Vale Card;
  • Sodexo;
  • Verocheque;
  • JCB;
  • Aura;
  • Sorocred;
  • Good Card;
  • Credz;
  • BanesCard;
  • GreenCard;
  • Cartão Mais!
  • Policard;
  • Cabal;
  • Rede Compras;
  • Calcard;

Vantagens do Cielo Controle:

Você quer saber as vantagens do Cielo Controle? Então confira:

  • Taxa Zero – Você pagará apenas um valor fixo por mês e receberá o valor integral das vendas;
  • Sem taxa de adesão – cliente paga apenas o valor da assinatura mensal;
  • Troca de plano sem burocracia – é possível aumentar ou diminuir a franquia nos meses que quiser (sem carência);
  • Maquininha já está incluída no valor da mensalidade;
  • Receba rápido – Planos com opção de recebimento em 2 ou 30 dias;
  • Receba suas vendas em conta corrente, poupança ou através do cartão pré-pago da Cielo;
  • Suporte 24 horas com garantia de troca;
  • APP Cielo – Acompanhe o desempenho das suas vendas pelo smartphone;
  • Simulador do custo do plano;
  • Caso exceda o valor do plano contratado, o cliente pagará um valor fixo a cada faixa excedente;
  • Disponível para Pessoa Física e Jurídica;
  • Desconto de 50% no valor da mensalidade nos três primeiros meses;
  • Dependendo da maquininha escolhida é possível receber pagamentos por QR Code;
  • Kit de boas-vindas inclui bobina e material de divulgação;
  • Entrega grátis em qualquer lugar do Brasil;
  • Garantia permanente;
  • Sem taxa de antecipação de vendas;
  • Troca de plano pelo site da Cielo ou central de atendimento;
  • Vendas podem ser feitas parceladas em até 12x.

Considerações Finais

Portanto, o plano Cielo Controle vale bastante a pena para aqueles empreendedores que já possuem uma estimativa de vendas mensal. Isso porque não precisará pagar a taxa da venda, dependendo do valor total das vendas realizadas. E, finalmente, o vendedor só precisará pagar uma mensalidade fixa se, por ventura, o valor passar, aí terá que pagar um pouco a mais. Mas convenhamos que se aumentar as vendas, não custa nada pagar a mais.

Gostou da notícia sobre o Cielo Controle?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhe tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Mercado Pago afirma que celular tomará lugar da maquininha de cartão

celular tomará lugar da maquininha de cartão

Mercado Pago afirma que celular tomará lugar da maquininha de cartão. O PagSeguro revolucionou o setor de maquininhas ao vender equipamentos sem cobrança de aluguel. Com isso, várias empresas também apostaram nesse mercado. Foi o caso do Mercado Pago, empresa de serviços financeiros do Mercado Livre, e mesmo que reconheça a importância desse segmento, a empresa acredita que as maquininhas cairão em desuso, assim como aconteceu com o cheque e o boleto de papel.

Leia mais:

Como pedir o novo cartão do Nubank.

Neon lança seu cartão de crédito sem anuidade.

Assaí vai lançar maquininha de cartão com cashback e sem aluguel.

Mercado Pago afirma que celular tomará lugar da maquininha de cartão

“O que venho falando é que em 2018 o lojista não precisa mais de uma maquininha de cartão. Já temos tecnologia suficiente para fazer uma transação de pagamento com segurança, com rapidez, de forma barata e sem maquininha”, afirma Tulio Oliveira, diretor do Mercado Pago.

O executivo entende que os smartphones tendem a substituir as maquininhas, como já está acontecendo na China. Uma das formas mais populares de pagamento no país asiático é a tecnologia QR Code, recém incorporada pelo app do Mercado Pago. “A estrutura de cartões do Brasil é muito restritiva. Cerca de 50% da população não tem conta em banco. Entre a metade que tem, parte não tem cartão de crédito. Enquanto o celular, todo mundo tem, por isso o poder de utilização dele para pagamento é enorme.”

Celular tomará lugar da maquininha de cartão mas não será da noite para o dia

O executivo também entende que isso não acontecerá da noite para o dia, mas será estimulado devido às vantagens que os novos meios de pagamento oferecerão para o comerciante e para o consumidor.Sendo que o principal atrativo será a redução de custos com as taxas cobradas hoje pelas empresas de maquininhas por cada valor transacionado.

“O ser humano está acomodado em uma situação que é cara e ineficiente. Se botar quanto custa tudo isso, pois o consumidor paga pelos custos do varejista, ele está pagando de 5% a 10% mais caro por toda a infraestrutura que está montada. Isso pode ser mais barato, rápido e massivo”, afirma o diretor do Mercado Livre.

No entanto, para ele, a criação do novo hábito de pagamento depende da ampliação da rede de aceitação de lojistas. O Mercado Pago, por exemplo, para atrair o comércio, está cobrando taxa zero dos pagamentos efetuados com QR Code. Em paralelo, a empresa investe em parcerias com shoppings centers, postos de gasolina, estacionamentos e restaurantes. “Os consumidores vão usar com mais frequência à medida que enxergarem facilidade no mundo físico”, afirma Oliveira.

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Nubank planeja entrar no mercado de pagamentos via celular?

Nubank planeja entrar no mercado de pagamentos via celular

Nubank planeja entrar no mercado de pagamentos via celular? Depois que a empresa gigante de tecnologia da China comprou 5% do Nubank, analistas do Itaú BBA passaram um recado aos investidores nesta semana. Ou seja, Cielo, PagSeguro e outras adquirentes que se cuidem (ou se renovem).

A parceria entre as empresas aumentou o valor da unicórnio brasileira para US$ 4 bilhões. Podendo assim criar uma nova frente para a empresa. A fintech brasileira até agora focou a sua atuação principalmente no cartão de plástico. Até porque a maior parte de sua tecnologia está voltada para melhorar o produto.

Leia também:

Como pedir o novo cartão do Nubank.

5 truques para aumentar o limite do Nubank.

Nubank recebe aporte de quase 1 bilhão de reais da chinesa Tencent e é avaliado em 4 bilhões de dólares.

No entanto, a Tencent é justamente uma das maiores disseminadoras de meios de pagamento não palpáveis e com muito mais cara de futuro, na China. Liderando uma revolução no país junto com a Alibaba. O grupo é controlador de empresas como WeChat, Tenpay, Riot Games e QQ Games. Todos se transformaram em máquinas de fazer dinheiro via plataformas móveis.

O próprio Nubank deixou no ar a possibilidade de criar produtos mais disruptivos depois que fechou a parceria com a empresa chinesa.

“O Nubank foi criado para ser uma alternativa para o tão concentrado sistema bancário brasileiro, devolvendo pras pessoas o controle sobre o próprio dinheiro”, disse o CEO David Velez na ocasião do investimento. “Como o nosso objetivo é expandir cada vez mais o nosso alcance e ter um produto para cada brasileiro, esperamos aprender muito com a experiência da Tencent na China”, complementou.

Nubank planeja entrar no mercado de pagamentos via celular?

Na verdade, uma das especialidades da Tencent, é transações financeiras diretamente através de celulares. Ou seja, as pessoas não precisam de maquininhas de pagamentos ou redes de cartões. Mas precisamos aguardar os próximos movimentos do Nubank para saber de fato qual é a sua real intenção.

Seja qual for a intenção do Nubank, vale lembrar que novos meios de pagamento não são a única ameaça a adquirentes brasileiras. Até porque vimos, nos últimos meses, empresas como Stone, SafraPay, POP Credicard, Sumup e Superget pressionarem adquirentes mais antigas a diminuírem suas taxas ao limite para atrair novos nichos de mercado. Esse movimento ficou conhecido como “guerra das maquininhas”, o que promete ter novos capítulos dessa briga daqui pra frente.

Será que o Nubank planeja entrar no mercado de pagamentos via celular? Comente logo abaixo.

Nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Para assim acompanhar artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Banco Inter faz parceria com maquininha BIN para empresas

Muita gente ainda não sabe, mas o Banco Inter possui uma Conta Digital PRO, que é focada em empresas. Com ela, você além de contar com uma conta corrente corporativa 100% digital e gratuita, ainda pode facilitar ainda mais a sua vida, com o recebimento das suas vendas no débito e no crédito com as principais maquininhas do mercado, e agora com a maquininha BIN.

Leia também:

Conheça o empréstimo e cartão de crédito do Banco Inter sem consulta ao SPC e Serasa

Confira algumas das facilidades da Conta Digital PRO, com informações extraídas do site:

  • Você tem direito a 100 TEDs gratuitas por mês.
  • Cartão Mastercard para compras no débito.
  • Maquininha de cartão Bin com taxas exclusivas para cliente Banco Inter.
  • Convênio com as principais máquinas de cartão, para recebimento de suas vendas no crédito e no débito.
  • Extratos por período – PDF, OFX e CSV.
  • Pagamento de boletos e títulos.
  • Depósito de dinheiro via boleto.
  • 100 boletos gratuitos por mês.
  • Folha de pagamento automática.
  • Visualização e movimentação personalizada por usuário.
  • Acesso multi-contas.
  • Interpag: receba via QR Code, sem custo.

Maquininha BIN

Utilizando a maquininha BIN, você tem excelentes taxas, como 1,80% a cada transação no débito, 2,0% no crédito à vista, e a antecipação automática com a adesão da maquininha BIN, que corresponde a 1,0% a.m.

Contudo, cabe salientar que as taxas de débito e de crédito poderão variar de acordo com o segmento da empresa, bem como o volume mensal de faturamento.

É empresário, e então o que está esperando? Para solicitar a sua maquininha BIN, entre neste link.

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Acompanhe nossas notícias e artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos e empréstimos. Bem como tudo relacionado ao mundo das fintechs.

PicPay é a primeira carteira digital a usar QR Code da Cielo

Conforme notícia recentemente publicada aqui no site Seu Crédito Digital, a Cielo implementou uma solução para pagamento por QR Code nas suas maquininhas. O pagamento pelo celular tem início em parceria com os Bancos Bradesco e Banco do Brasil. Ademais, também com as carteiras digitais Agibank e PicPay, além da Alelo e da Livelo. Contudo, o PicPay é a primeira wallet a utilizar a forma de pagamento, que foi disponibilizada aos seus clientes desde ontem (18).

PicPay é a primeira carteira digital a usar QR Code da Cielo

Como a carteira digital possui uma base com mais de 9 milhões de clientes, pretende ampliar ainda mais a sua presença nos estabelecimentos, aumentando o volume de operações financeiras por meio do aplicativo.

“O PicPay projeta movimentar R$ 10 bilhões em transações, nos próximos doze meses, com essa nova solução”, revela o co-founder e CEO do aplicativo, Anderson Chamon.

“A união com a Cielo é um passo importante na nossa caminhada de transformar completamente o mundo de pagamentos. Com ela, será possível ampliar nosso alcance e transformar a experiência de pagamento nos pontos de venda”.

Agora você pode depositar dinheiro, transferir para os seus amigos, e agora utilizar nas maquininhas da Cielo. Isso é realmente muito bom!

O que é o PicPay?

Para quem ainda não conhece, o PicPay é um aplicativo de uma carteira digital. Ele permite comprar produtos com seu celular Android ou iPhone (iOS), através da leitura de um código. Ele funciona basicamente assim: você escaneia o código PicPay e o aplicativo informará todos os próximos passos. Depois disso, você poderá inserir o valor da compra que quiser fazer, sem maiores complicações.

Como baixar?

Se você ainda não utiliza o PicPay e se interessou, baixe aqui neste link e coloque o código RKWN, pois no seu primeiro pagamento usando cartão de crédito você ganha de volta R$ 10.

E você, o que acha disso? Vai começar a utilizar o seu PicPay para pagamento via QR Code? Deixe seu comentário logo abaixo.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Acompanhe nossas notícias e artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

Banco BMG compra Pago Cartões e vai entrar na guerra das maquininhas

No último final de semana, o Banco BMG anunciou a compra de 65% da empresa Pago Cartões, cujo nome foi alterado para Granito. Agora o banco pretende se inserir em um mercado que é amplamente dominado pela PagSeguro, mas que enfrenta uma competição acirrada: o mercado das maquininhas de cartões.

Leia mais:

Caixa vai entrar na guerra das maquininhas com Itaú ou Bradesco.

Click Conta Bradesco sem tarifa de manutenção para a mesada do seu filho.

Juros baixos: este é o momento certo para comprar imóveis

Banco BMG compra Pago Cartões e vai entrar na guerra das maquininhas

A aquisição ainda está sujeita à aprovação do Banco Central. Somente no mês de setembro, a GPA anunciou a Passaí, competindo diretamente com a OPO Credicard, às maquininhas Stone, à Moderninha, e à SuperGet do Santander.

A Pago Cartões foi fundada em 2015, e trabalha com produtos customizados para os clientes. Entre as funcionalidades, está a possibilidade de separar gorjetas em restaurantes. Atualmente, a empresa movimenta aproximadamente R$ 1 bilhão por ano, de acordo com matéria veiculada no site Infomoney, e com informações do Banco BMG.

Neste momento, o Banco BMG é o 6º maior banco emissor de cartões no Brasil. Ademais, o banco pretende ampliar a participação com a aquisição. Portanto, com a aquisição majoritária da Pago Cartões, a empresa passará a trabalhar com o “varejo de meios de pagamentos”. Ou seja, disponibilizando a máquina de cartões para compra ou troca nas lojas help!, bem como nas suas correspondentes.

O Banco BMG obteve um lucro líquido de R$ 130 milhões somente nos últimos doze meses.

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Acompanhe tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Via Infomoney

Caixa também entra na ‘guerra das maquininhas’ sem aluguel

Guerra das maquininhas

A Caixa resolveu entrar na guerra das maquininhas sem aluguel e está oferecendo serviços diferenciados para micro e pequenas empresas. A instituição bancária, portanto, anunciou um novo pacote de créditos especiais com redução de taxas, aluguel zero na máquina de cartões e serviços diferenciados para micro e pequenas empresas. Com isso, o banco pretende ampliar o número de clientes e entrar forte na concorrência das maquininhas de cartão.

Leia mais:

Caixa vai entrar na guerra das maquininhas com Itaú ou Bradesco.

Banco BMG compra Pago Cartões e vai entrar na guerra das maquininhas

Assaí vai lançar maquininha de cartão com cashback e sem aluguel.

Caixa também entra na ‘guerra das maquininhas’ sem aluguel

As empresas precisam ter faturamento mensal regular de acima de R$ 2 mil para adquirir o equipamento sem pagar aluguel. Além disso, não há prazo de carência, o que significa que enquanto o faturamento estiver acima desse valor, não haverá cobrança. Entretanto, caso o faturamento seja inferior a R$ 2 mil, será cobrado R$ 50 só naquele mês.

Já o pacote oferece linhas de crédito com condições especiais para o segmento empresa verde, construção civil, instituição de ensino e provedor de internet. O banco oferece, para essas empresas, taxas de juros para capital de giro a partir de 0,8% ao mês, o que é abaixo da média praticada pelo mercado e cobrança bancária com condições promocionais para contratação. Para os empreendimentos que operam a carteira de recebíveis no banco, a taxa fica a partir de 0,95% ao mês.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Para assim, acompanhar os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado.

Google Pay: saiba o que é, como usar e se funciona no seu celular

O Google Pay é o serviço que unificou o Android Pay e o Google Wallet. Com ele, você pode adicionar cartões de débito e crédito na sua conta do Google, e portanto, pagar de forma física ou virtual em milhões de estabelecimentos. Portanto, aqui neste artigo saiba o que é o Google Pay, como funciona, quais os dispositivos suportados e como usar o sistema de pagamentos do Google.

Leia também:

Clientes do Bradesco podem consultar saldo e últimos lançamentos via WhatsApp.

Bancos digitais possuem investimentos melhores que a poupança.

Banco do Brasil e Bradesco no Apple Pay: saiba quais cartões são aceitos.

O que é o Google Pay?

Imagine a possibilidade de abandonar de vez o seu cartão de débito ou crédito, e carregar consigo apenas o seu Smartphone. Todavia, embora que os sistemas de pagamento por aproximação ainda tenha poucos usuários aqui no Brasil, é uma tecnologia crescente, e que vamos ter cada vez mais presente em nossas vidas.

O sistema de pagamentos do Google, chamado de Google Pay, funciona em mais aparelhos que os seus concorrentes, o Samsung Pay e Apple Pay. Contudo, ele somente pode ser utilizado em dispositivos com NFC – Near Field Communication. Para utilizá-lo, primeiramente basta aproximar o seu Smartphone da máquina de cartão, e portanto, liberar o pagamento pela própria tela do celular.

Como funciona o Google Pay?

Primeiramente, você adiciona o seu cartão de débito ou crédito no Google Pay. Ou seja, ao chegar em uma loja física parceira, basta aproximar o seu Smartphone da maquininha e liberar o pagamento. Portanto, tudo isso é feito de forma simples e rápida, sem precisar colocar a mão no bolso para pegar o seu cartão.

A tecnologia NFC – Near Field Communication trabalha com a troca de informações por proximidade. Ou seja, é uma tecnologia que valida o pagamento ao aproximar o Smartphone a uma máquina de cartões específica, que possua a mesma tecnologia.

Portanto, para simplificar, entenda como funciona no vídeo logo a seguir.

Quais dispositivos são compatíveis com Google Pay

Todavia, não é em todos os Smartphones com sistema operacional Android que o Google Pay funciona. Neste momento, são mais de 200 dispositivos. Aliás, inclusive você pode conferir cada um deles nesta lista completa. Porém, caso o seu Smartphone seja um top de linha, sequer precisa conferir a lista. Contudo, todos eles devem ter a tecnologia NFC – Near Field Communication.

Quais são os bancos parceiros?

Aqui no Brasil vários bancos são compatíveis com o Google Pay. Primeiramente, confira se o seu banco e cartão constam na relação logo a seguir. Logo em seguida, caso encontre o seu banco e cartão, basta adicioná-lo ao Google Pay e com isso poderá começar a utilizar o sistema de pagamentos do Google.

Banco do Brasil

  • Ourocard Visa Credit
  • Ourocard Visa Infinite Estilo
  • Ourocard Infinite Visa
  • Ourocard Platinum Estilo Visa
  • Ourocard Platinum Visa
  • Ourocard Visa Gold
  • Ourocard Visa International
  • Ourocard Visa Universitário
  • Ourocard Visa

Caixa Econômica Federal

  • VISA débito e MC débito

Porto Seguro

  • Visa International, Visa Gold, Visa Platinum, Visa Infinite

Neon Pagamentos

  • Visa debit

Brasil Prepagos

  • PSCard PayWave
  • Mesada Capricho (Crédito)
  • PS Card (Crédito)
  • Internacional Digital
  • NUI
  • Brasil Você
  • Visa Platinum Travel Money

Banrisul

  • Banrisul Visa Infinite
  • Banrisul Visa Platinum
  • Banrisul Visa Gold
  • Banrisul Visa Gold Servidor Público
  • Banrisul Visa Universitário
  • Banrisul Visa Classic
  • Banrisul Visa Classic Servidor Público
  • Mastercard Black
  • Mastercard Platinum
  • Mastercard Gold
  • Mastercard Gold Servidor Público
  • Mastercard Universitário
  • Mastercard Standard
  • Mastercard Standard Servidor Público
  • Mastercard Consignado INSS

Bradesco

  • Visa Gold Credit
  • Visa Infinite Credit
  • Visa International Credit
  • Visa National Credit
  • Visa Platinum Credit
  • Visa Smiles Internacional Credit
  • Visa Smiles Gold Credit
  • Visa Smiles Platinum Credit
  • Visa Smiles Infinite Credit

Next

  • Visa Next Internacional
  • Visa Next Gold
  • Visa Next Platinum

Em quais lojas o Google Pay é aceito?

Você poderá pagar nas lojas físicas que contenham os símbolos logo a seguir. Portanto, primeiramente confira se o símbolo está exposto na loja, e depois pergunte ao vendedor se poderá utilizar. Contudo, fique ciente que muitas lojas ainda não estão acostumadas com os sistemas de pagamentos via NFC. Provavelmente, pode acontecer de ter algumas dificuldades na hora do pagamento. Entretanto, fique tranquilo, que normalmente a transação ocorre sem maiores transtornos.

Atualmente você conseguirá pagar nas seguintes grandes lojas:

  • Café do Ponto
  • Carrefour
  • Casa do Pão de Queijo
  • Droga Raia
  • Hering
  • Postos Ipiranga
  • Rei do Mate
  • Sony
  • AM PM
  • Casa Pilão
  • DROGABRASIL
  • DZARM
  • Hering Kids
  • Kalunga
  • PUC Store

Igualmente, além das lojas físicas você também poderá utilizar o Google Pay em vários aplicativos e sites. Portanto, em lojas como Evino, iFood, Magazine Luiza, Peixe Urbano, Hotel Urbano, Recarga Pay, zazcar e Zona Azul Digital.

Por fim, o que achou do sistema de pagamentos do Google? Você já utiliza algum dos sistemas de pagamento disponíveis no mercado, como Samsung Pay, Apple Pay ou o Google Pay? Portanto, deixe sua manifestação na seção de comentários logo abaixo.

Gostou da notícia?

Portanto, siga nossas redes sociais como FacebookTwitter Instagram. Acompanhe notícias e artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Assaí vai lançar maquininha de cartão com cashback e sem aluguel

Assaí vai lançar maquininha de cartão

Assaí vai lançar maquininha de cartão com cashback: A Rede Assaí, do Grupo Pão de Açucar, começará a comercializar as maquininhas de cartão de crédito e débito com a marca “Passaí”. Nos próximos dias, portanto, as vendas do equipamento para clientes da rede que são pessoas jurídicas começam a ser realizadas. O Assaí vende para bares, restaurantes, hotéis, entre outros.

Leia mais:

Caixa também entra na ‘guerra das maquininhas’ sem aluguel.

Convênio entre Bradesco e Sebrae vai oferecer crédito para MEIs e pequenas empresas.

Livre é uma conta digital com cartão de crédito, sem anuidade e sem consulta ao SPC e Serasa.

Assaí vai lançar maquininha de cartão com cashback

No entanto, segundo o diretor financeiro da rede, José Marcelo Santos, o projeto piloto começará em uma loja na zona leste de São Paulo e, até o início de novembro, todas as 130 lojas do Assaí passarão a comercializar o produto.

A maquininha não cobrará aluguel, mas a empresa não informou ainda os valores a serem cobrados pelo equipamento. A informação repassada é que isso será anunciado em breve e que a venda ocorrerá em até 12 parcelas, como já é uma prática do mercado.

A liderança do projeto deverá ficar com a FIC, financeira do Itaú parceira do GPA. O Itaú já oferece outras opções no mercado, como a maquininha Pop Credicard, que foi lançada em julho deste ano.

As maquininhas da marca Passaí poderão ser vendidas para clientes fora da base do Assaí a partir do ano que vem. Mas isso ainda está sendo estudado pela empresa.

O modelo criado no Assaí pelo GPA e Itaú contará com cashback, que é o retorno do dinheiro gasto pelo cliente na maquininha para a própria conta da empresa. Ou seja, há uma taxa de administração paga em cada operação de compra e venda que passa pela maquininha. No Passaí, 10% da taxa retornará como crédito para o cliente usar em compras nas lojas do Assaí. No entanto, essa taxa de administração está, em média, entre 2,5% e 3,5% no mercado de varejo do Brasil.

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Para assim acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Mercado Livre lança serviço de pagamentos por QR Code em lojas físicas

O Mercado Livre acaba de lançar um novo serviço de pagamentos por QR Code em lojas físicas parceiras da plataforma. O anúncio foi feito neste sábado (1º/9) no Mercado Livre Experience. Entretanto, a empresa já estava promovendo testes com 12 mil clientes há aproximadamente um mês.

Leia também:

Mercado Livre vai interferir nos preços dos produtos.

Mercado Livre lança modalidade para entregar produtos em até um dia.

Cartão AliExpress é sem consulta ao SPC e Serasa e em dólares.

Mercado Livre lança serviço de pagamentos por QR Code em lojas físicas

A companhia, que atualmente o maior grupo de comércio eletrônico da América Latina, anunciou o serviço que alia o uso da tecnologia que codifica informações em pictogramas que podem ser lidos através de câmeras de Smartphones como meio de pagamento das compras. O serviço vai facilitar ainda mais as vidas das pessoas.

O pagamento por QR Code funciona da seguinte forma:

O lojista se credencia no site do Mercado Pago, que gera o QR Code. Ao ler o código no seu aparelho, o cliente pode optar em pagar com os créditos que possui na sua conta do Mercado Pago, ou ainda utilizar o seu cartão de crédito cadastrado no sistema.

O lojista recebe o valor do cliente em uma conta digital do Mercado Pago. Portanto, posteriormente ele pode utilizar o valor comprando novos produtos do Mercado Livre ou ainda transferir o valor para uma conta bancária cadastrada. Cada transferência custa 3 reais.

Por fim, até março de 2019, o Mercado Pago não cobrará pelas transações feitas com cartão de crédito através do QR Code. Neste momento, a empresa possui nada menos do que 12 milhões de usuários dos aplicativos Mercado Livre e Mercado Pago.

Gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Acompanhe absolutamente tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

Via Mercado Pago