CGTN: A China celebra o Ano Novo Lunar com grande vitória na redução da pobreza

0

PEQUIM, 4 de fevereiro de 2021 /PRNewswire/ — A quarta-feira marca “Lichun”, o primeiro período solar do ano, considerado o início da primavera. Como diz um ditado chinês, “o trabalho do ano inteiro depende de um bom começo na primavera.”

 

Na quarta-feira, o presidente chinês Xi Jinping, também secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (CPC), visitou o condado de Qianxi, no sudoeste da província de Guizhou, antes do Ano Novo Chinês.

O dia 12 de fevereiro marca o início do Ano Novo Lunar chinês. Várias atividades folclóricas são realizadas em todo o país para dar as boas-vindas ao Ano Novo.

Na praça pública do vilarejo de Huawu, em uma cidade étnica Miao, Xi conversou com a comunidade que participava de atividades festivas e estendeu suas saudações de Ano Novo a pessoas de todos os grupos étnicos do país.

Modelo de redução da pobreza 

Desde 2012, Guizhou, que era uma região de nível provincial com a maior população de pessoas pobres, tirou mais de 9 milhões de pessoas da pobreza e, em 2020, apresentou um produto interno bruto (PIB) superior a 1,78 trilhão de yuans (276 bilhões de dólares americanos).

Na quarta-feira à tarde, Xi visitou o condado de Qianxi, na cidade de Bijie, onde inspecionou o ambiente ecológico de um grande afluente do rio Wujiang e visitou residentes locais no vilarejo de Huawu.

O vilarejo é um ótimo exemplo do imenso esforço de ajuda à pobreza do país. Este vilarejo saiu da pobreza em 2019.

Bijie, que fica em meio às montanhas cársticas de Guizhou, era uma das cidades mais pobres da China.

Apoiada pelo governo central e outros órgãos estatais, primeiro, a cidade cultivou a terra, transformando montanhas áridas em um verde exuberante e,

então, sob a orientação de especialistas, os aldeões começaram a desenvolver a agricultura, o setor de reprodução de animais e o turismo rural.

Bijie transformou o confronto com a natureza em um resultado em que todos se beneficiam, e conseguiu superar a linha de pobreza.

O Presidente Xi disse que a história de sucesso da Bijie é “um modelo do esforço de redução da pobreza da China“.

Uma grande vitória 

Em meio à COVID-19, a China cumpriu suas tarefas ao vencer a batalha contra a pobreza e alcançou o objetivo de redução da pobreza da ONU 10 anos antes do previsto.

Ao longo de oito anos de trabalho sustentado, a China tirou toda a população rural carente, que estava abaixo do padrão atual, da pobreza. São quase 100 milhões de pessoas saindo da condição de pobreza.

A China removeu todos os municípios pobres da lista de pobreza e erradicou a pobreza absoluta e regional.

A redução da pobreza sempre foi uma preocupação primária para o Presidente Xi, que reiterou que “nenhuma área pobre ou indivíduo deve ser deixada para trás”.

Artigo original: aqui.

Vídeo – https://www.youtube.com/watch?v=_izD48fET7g

 

FONTE CGTN

- Publicidade -

Comentários
Carregando...