Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Fies: veja como se inscrever no financiamento estudantil em 2022

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) disponibiliza condições especiais de financiamento de cursos de nível superior (podendo ser Licenciatura, Bacharelado ou Tecnológico) em instituições de ensino prividas e reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). 

Com o Fies, é possível o estudante fazer toda a sua graduação e pagar somente as taxas da instituição financeira no decorrer do curso e quitar as mensalidades depois de formado.

É provável que você também goste:

FIES: mais de 1 milhão de estudantes podem renegociar as dívidas

Governo dá até 92% de desconto a estudantes com dívidas no Fies

Governo permite integralizar as cotas no fundo garantidor do Fies

Quais os requisitos para participar do Fies 2022?

O estudante que se interessar e se enquadrar nos requisitos abaixo poderá inscrever-se no Fies 2022 entre os dias 8 de março e 11 de março.

  • Ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) a partir de 2010;
  • Ter tirado no ENEM nota igual ou superior a 450 pontos e nota acima de 0 na redação;
  • Possuir renda bruta mensal familiar de até 3 salários mínimos.

Onde é feita a seleção para o Fies?

Em 2022, o site que efetua a seleção, Acesso Único, passou por mudanças e agora reúne informações não apenas do Fies, mas também do SiSU e do ProUni.

No site, é possível encontrar informações como notas de corte, vagas e também direcionamento para a página de inscrições do programa de financiamento.

Quem não pode participar do Fies?

Conforme divulgado pelo Ministério da Educação, os estudantes que não pode participar do Fies são aqueles que se encontram em ao menos uma das situações a seguir:

  • Beneficiários de bolsa integral do programa universidade para todos (ProUni);
  • Beneficiários de bolsa parcial do programa universidade para todos, em curso, habilitação e turno diferente daquele vinculado à bolsa ProUni;
  • Alunos cuja matrícula acadêmica esteja trancada em todas as disciplinas no momento da inscrição;
  • Estudantes que já tenham sido beneficiados pelo Fies;
  • Alunos que estejam em inadimplência junto ao programa de crédito educativo (PCE/Creduc);
  • Estudantes de famílias cuja renda bruta total mensal familiar seja inferior ao valor da mensalidade do curso a ser financiado.

Não se aplica aos bolsistas parciais de 50% do ProUni e aos bolsistas complementares de 25% essa última restrição, pois esse grupo já tem o financiamento garantido desde que se enquadre nas condições.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / shutterstock.com