Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Conta de luz mais cara em julho: bandeira amarela volta a pesar no bolso do consumidor

A bandeira amarela na conta de luz volta a vigorar em julho, com acréscimo de R$ 1,88 a cada 100 kWh consumidos. Entenda o que muda!

Prepare-se para pagar mais pela energia elétrica em julho. A partir de hoje, 1º de julho de 2024, a bandeira tarifária volta para o nível amarelo, o que significa um acréscimo na conta de luz para os consumidores.

A mudança, anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na última sexta-feira (28), coloca fim a um período de mais de 2 anos com a bandeira verde, que não gerava cobrança adicional.

Impacto no bolso e na inflação

Imagem de uma lâmpada ao lado de três pilhas de moeda em ordem crescente representando a conta de luz
Imagem: Daniele Mezzadri / shutterstock.com

O novo patamar tarifário representará um aumento de R$ 1,88 a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. Para ter uma ideia, um consumo médio de 200 kWh por mês terá um acréscimo de R$ 3,76 na conta de luz.

Além do impacto direto no bolso do consumidor, a bandeira amarela também deve pressionar o índice de inflação do mês, já que a energia elétrica é um item essencial na cesta de consumo das famílias brasileiras.

Aumento na conta de luz: fatores que motivaram a mudança

A mudança para a bandeira amarela foi motivada por dois fatores principais:

  • Previsão de chuvas abaixo da média: A Aneel estima que o volume de chuvas no segundo semestre de 2024 ficará cerca de 50% abaixo da média histórica. Isso significa que haverá menos água disponível para as usinas hidrelétricas, que são a principal fonte de geração de energia no Brasil;
  • Crescimento do consumo de energia: A agência também prevê um aumento no consumo de energia no segundo semestre, devido à sazonalidade (inverno) e à retomada da atividade econômica.

Como economizar com a bandeira amarela na conta de luz

Com a bandeira amarela em vigor, o consumidor deve redobrar os cuidados para economizar energia elétrica e reduzir o impacto na conta de luz. Algumas dicas simples podem ajudar:

  • Desligue as luzes e os aparelhos eletrônicos quando não estiver usando;
  • Opte por lâmpadas LED, que são mais eficientes;
  • Tome banhos mais curtos;
  • Lave roupa com água fria sempre que possível;
  • Utilize eletrodomésticos com classificação energética A.

Acompanhe as bandeiras tarifárias

É importante ficar de olho nas mudanças nas bandeiras tarifárias de energia elétrica. A Aneel atualiza a bandeira vigente mensalmente, e o consumidor pode acompanhar as mudanças no site da agência.

Veja também:

Casa do Pão de Queijo entra em recuperação judicial para lidar com dívida de R$ 57 milhões

A volta da bandeira amarela na conta de luz é um lembrete da importância do uso consciente da energia elétrica. Ao adotar hábitos simples de economia, o consumidor pode reduzir o impacto da medida no seu bolso e contribuir para a sustentabilidade do setor elétrico.

Imagem: Daniele Mezzadri / shutterstock.com