Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Crédito Rotativo: veja quais bancos e fintechs tiveram as maiores taxas de juros no último mês

Informações foram divulgadas pelo Banco Central

0

Os bancos digitais trouxeram muita facilidade para o dia a dia dos brasileiros. E também economia, uma vez que, em muitos casos, essas instituições acabaram com taxas de manutenção de banco e anuidade. Contudo, um aspecto bem conhecido dos chamados “bancões” segue valendo para os bancos digitais: os juros no crédito rotativo. E recentemente, o Banco Central publicou uma tabela com os maiores juros no mês de agosto. Então, para saber mais, continue a leitura!

Crédito Rotativo: veja quais bancos e fintechs tiveram as maiores taxas de juros no último mês

Primeiramente, é preciso explicar o que é o crédito rotativo. Trata-se de um tipo de crédito que pode ser oferecido aos clientes de cartão de crédito que não conseguem pagar a fatura por inteiro. Ou melhor, o valor total dela. Assim, quando a pessoa paga uma quantia menor que o total da fatura, o valor restante entra na fatura seguinte – e sobre este valor em aberto são cobrados juros.

Portanto, na prática, ao entrar para o crédito rotativo, você está pagando juros em cima do valor que não conseguiu quitar. Lembrando que os juros do rotativo estão entre os mais caros do mercado. Em alguns bancos, eles podem chegar a mais de 800% ao ano.

Em agosto, as menores taxas de juros foram das instituições CCB Financeira (0,68% ao mês e 8,47% ao ano), Banco Andbank (1,46% ao mês e 19,02% ao ano), XP Investimentos (3,89% ao mês e 58,01% ao ano) e Banco Daycoval (4,77% ao mês e 74,84% ao ano). No quinto lugar, vem o Banco Inter, com taxa de 5,75% ao mês, e 95,65% ao ano.

Já quando falamos nas maiores taxas, a empresa de crédito Omni S.A fica com o “pior” posto, registrando uma taxa de 20,99% ao mês e extravagantes 883,55% ao ano. Antes disso vem o Banco Sorocred (19,77% ao mês e 771,10% ao ano), e Banco Crefisa (com 19,49% ao mês e 747,34% ao ano).

No caso do Nubank, por exemplo, um dos bancos digitais mais utilizados pelos brasileiros, o cliente paga uma taxa de 11,33% ao mês, o que representa 262,61% ao ano. Que é acima do Banco Inter, por exemplo.

Por fim, deu para perceber que deixar a fatura atrasar não é uma boa ideia. Por isso, não deixe nunca sua fatura vencer e evite, ao máximo, entrar nos juros do crédito rotativo. Para conferir a tabela completa e verificar as taxas do seu banco, clique aqui!

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Comentários do Facebook

- Publicidade -