Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Criação de empregos formais em abril atinge melhor resultado desde 2013

A criação de empregos formais no Brasil atinge melhor resultado para abril desde 2013. Saiba mais informações!

Os dados divulgados pelo Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) nesta quarta-feira (29) trouxeram uma notícia encorajadora para o cenário econômico brasileiro. No mês de abril, o Brasil assistiu à criação de 240.033 empregos formais, ou seja, com carteira assinada.

Sendo assim, esse número não apenas reflete um crescimento robusto, mas marca o melhor abril desde 2013, quando o saldo era de 256.225 vagas. Continue a leitura para mais informações!

Brasil atinge melhor marca na criação de empregos formais em abril desde 2013

Este avanço representa uma melhoria de 32% em relação ao mesmo mês do ano anterior, que havia registrado 181.761 empregos. Dessa forma, acumulando desde o início do ano, o saldo de empregos formais chegou a 958.425, delineado por mais de 8,9 milhões de admissões frente a cerca de 7,9 milhões de desligamentos.

Esses números sublinham uma economia em recuperação e um mercado de trabalho aquecido. O setor de serviços destacou-se como o principal gerador de empregos, com 138 mil vagas preenchidas, seguido pela indústria com 35 mil novas posições e pela construção civil, que adicionou 31 mil postos.

Ainda, mesmo com um número mais modesto, a agropecuária também teve um desempenho positivo, criando 6 mil novos empregos. Essa distribuição setorial evidencia uma diversidade de crescimento que sustenta a recuperação do emprego formal no país.

Quais regiões do Brasil mais se destacaram?

Dentre as regiões, o Sudeste se mostrou como líder, gerando impressionantes 126 mil novos empregos formais em abril. Essa região foi seguida de perto pelo Sul e pelo Centro-Oeste, que também demonstraram números significativos de empregabilidade.

Ademais, com menor expressão, mas ainda com desempenho positivo, as regiões Norte e Nordeste completaram o quadro com saldos favoráveis, contribuindo para a fortificação do mercado de trabalho nacional.

Qual é o salário médio de admissão?

Além de um aumento no número de empregos formais, houve também um crescimento no salário médio real de admissão. Em janeiro, a média foi de R$ 2.126,16, representando um aumento de 1,7% em relação ao mês anterior. Esse incremento sustenta um aumento real de quase R$ 37.

Veja também:

Bradesco libera grande pagamento hoje (03); veja se pode receber

Por fim, observou-se que a região Sudeste não apenas liderou na criação de empregos, mas também registrou a maior média salarial, situando-se em R$ 2.270,30.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com