Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Depois da taxa Selic a 12,75%, Brasil volta a liderar ranking de maiores juros reais

0

Com taxa básica, Selic, alcançando 12,75% ao ano, o Brasil voltou a liderar o ranking de maiores juros reais entre as maiores economias do mundo, segundo levantamento feito pela Infinity Asset, que considera os juros de 40 países.

É provável que você também goste:

Mais uma alta da Selic: confira opções de bancos para fazer seu dinheiro render

Quanto rende R$ 5 mil no C6 Bank com a Selic a 12,75%?

Quanto rende mil reais na conta do Nubank com a Selic a 12,75%?

Brasil superou a Rússia

Após duas reuniões do Banco Central da Rússia, o país que liderava o ranking de juros reais efetuou cortes na taxa de juros nominal, em abril, chegando a 14%.

Dessa forma, a Rússia, que passou a ter um juro real em maio de 1,36%, desceu para a sexta posição. Contudo, o Brasil retomou ao primeiro lugar, com o “Top 5” que inclui Colômbia, México, Indonésia e Chile.

De acordo com o levantamento, o cálculo da taxa de juros real do Brasil é formado pela subtração da taxa de juros nominal pela projeção de inflação para os 12 meses seguintes, que é de 6,69%.

Top 10 dos países com maiores juros reais em maio

País

Juros reais

Brasil

6,69%

Colômbia

3,86%

México

3,59%

Indonésia

2,39%

Chile

1,84%

Rússia

1,36%

Filipinas

1,18%

África do Sul

0,58%

Índia

0,47%

Hungria

0,37%

Juros Nominais

Levando em conta somente a taxa de juros nominal, estabelecida pelos bancos centrais, o Brasil continua em quarta lugar desde março, atrás da Argentina (que teve um aumento de juros de 42% para 47%), Rússia (que teve queda de juros, de 20% para 14%) e Turquia (que manteve o juros em 14%).

Na quarta-feira última, 4 de maio, os Estados Unidos anunciaram uma alta de juros, o que fez com que o país subisse no ranking de juros reais (-3,82%), mudando da 34ª posição para a 30ª e também de juros nominais, ocupando a posição 21ª, que antes era 24ª.

Top 10 dos países com maiores juros nominais em maio

País

Juros reais

Argentina

47,00%

Rússia

14,00%

Turquia

14,00%

Brasil

12,75%

Chile

7,00%
México

6,50%

Colômbia

6,00%

Índia

5,40%

Hungria

5,40%

República Tcheca

5,00%

Inflação responsável pela alta dos juros

A Infinity Asset, responsável pelo levantamento, afirma que “continua a pressão da inflação global, a qual se acelerou na maioria das medidas, dadas as ainda contínuas pressões e choques de oferta ao atacado e aceleração de demanda, em vista ao processo de reabertura de diversas localidades, convertendo a maioria das taxas em terreno negativo”.

“Ainda que se preservem parte dos programas de alívio quantitativo, o movimento global de políticas de aperto monetário continuou a ganhar força, com o aumento expressivo no número de BCs sinalizando preocupação com a inflação”, explica.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o  Facebook, Twitter, InstagramTwitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Monster Ztudio / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar