Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Descubra quem tem isenção no Imposto de Renda 2024

Descubra as atualizações do Imposto de Renda 2024! A nova tabela de isenção ampliada beneficiará milhões de brasileiros.

O Imposto de Renda 2024 traz uma novidade: a ampliação da faixa de isenção. Desse modo, espera-se que a medida beneficie mais de 15 milhões de pessoas. Sendo assim, o Ministério da Fazenda atualizou a nova tabela recentemente e a entrega da declaração terá início em março.

Nesse sentido, divulgou-se a faixa de isenção do Imposto de Renda 2024 oficialmente no último dia 06. Desse modo, o presidente Lula já havia sinalizado a alteração, que, segundo ele, veio para valorizar o trabalhador brasileiro.

Para este ano, a isenção do Imposto de Renda aplicar-se-á aos indivíduos com remuneração mensal de até R$ 2.824, o equivalente a dois salários mínimos. Logo, esta revisão foi essencial após o aumento do valor do salário mínimo, que começou a ter pagamento neste mês de fevereiro.

Mudanças na faixa de isenção

Celular com app do Imposto de Renda aberto na tela, ao lado dele tem uma calculadora e uma caneta
Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Antes da atualização, o limite de isenção era de R$ 2.640 por mês. Agora, com o desconto simplificado de R$ 564,80, aplicado este ano, a faixa de isenção aumentou. Assim, com essa dedução, a remuneração tributável do contribuinte será de R$ 2.259,20, o teto da tabela do imposto.

Veja também:

PIS/Pasep: aposentados podem receber o abono salarial? Confira

O Ministério da Fazenda anunciou que a declaração do Imposto de Renda poderá ser feita pelo site da Receita Federal a partir de 15 de março. Ademais, a lista de documentos necessários para a declaração também já pode ser consultada.

Faixas do Imposto de Renda 2024

Os contribuintes devem se enquadrar nas seguintes faixas da Tabela Progressiva do Imposto de Renda de 2024:

  • Até R$ 2.259,20: Alíquota zero;
  • De R$ 2.259,21 até R$ 2.828,65: Alíquota 7,5% (Parcela a Deduzir do IR: R$ 169,44);
  • De R$ 2.828,66 até R$ 3.751,05: Alíquota 15% (Parcela a Deduzir do IR: R$ 381,44);
  • De R$3.751,06 até R$ 4.664,68: Alíquota 22,5% (Parcela a Deduzir da IR: R$ 662,77).

A isenção também é concedida a outros grupos. Portanto, é importante verificar se você se encaixa nas categorias mencionadas. Por fim, lembramos que a declaração do Imposto de Renda é obrigatória para todos que não se encaixam em nenhuma das categorias de isenção.

Imagem: Lais Monteiro / Shutterstock