Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Quem ficar desempregado até julho tem direito a receber o Auxílio Emergencial?

0

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, revelou que quem ficar desempregado até julho tem direito a receber o Auxílio Emergencial de R$ 600, mais precisamente, até o dia 03 de julho. Entretanto, para ter direito ao benefício é preciso fazer o pedido até a data limite, pois, se for feito após o dia 04 de julho, o requerente não conseguirá a concessão do Auxílio Emergencial.

É provável que você também goste:

Fazer o saque de R$ 1045 do FGTS pelo WhatsApp é possível?

TCU indica irregularidade no pagamento de auxílio emergencial a 8,1 milhões de pessoas.

Outro grupo da Caixa já pode fazer o saque da 2ª parcela do Auxílio Emergencial

Desempregados até o dia 03 de julho tem direito a receber o Auxílio Emergencial

Para fazer o pedido do benefício, o requerente pode acessar o site da Caixa neste link, ou pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, disponível para Android e iOS. Além disso, para ter direito ao benefício, o desempregado deve atender aos seguintes requisitos:

  • Primeiramente, trabalhadores informais de qualquer tipo, inclusive intermitentes;
  • Inativos;
  • Desempregados;
  • MEIs (microempreendedores individuais);
  • Contribuintes individuais da Previdência;
  • Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135) ou com renda per capita (por membro da família) de até meio salário mínimo (R$ 522,50);
  • Quem teve rendimentos tributáveis de até R$ 28.559,70 em 2018 (conforme declaração do Imposto de Renda feita em 2019).

Lembrando que para ter direito ao Auxílio Emergencial é preciso ter mais que 18 anos, exceto para mães adolescentes.

Ainda na coletiva concedida na última terça-feira (02), Pedro Guimarães Falou sobre o assunto:

“Lembrando que, até o dia 3 de julho, a população pode realizar o cadastramento. Algumas pessoas estavam empregadas e não teriam o direito e podem, ao longo do tempo, passar a ter o direito.”

Além dos requisitos já mencionados, o desempregado não deve estar recebendo seguro-desemprego. Neste caso, o trabalhador deve ter sido dispensado sem justa causa e, por já ter feito jus ao seguro-desemprego em outros momentos e não se encaixar nas regras, não terá direito de recebê-lo agora. Com isso, poderá solicitar o Auxílio Emergencial.

Qual o valor do benefício?

Os beneficiários deverão receber o valor de R$ 600 por mês, durante 3 meses. Entretanto, cada família pode receber, no máximo, dois auxílios, totalizando R$ 1.200. Contudo, lembramos que uma mulher chefe de família tem direito a receber R$ 1.200 de Auxílio Emergencial. Além disso, lembramos novamente que beneficiários do Bolsa Família não poderão receber os dois benefícios acumulados, portanto receberá apenas o auxílio de maior valor.

O pagamento do Auxílio Emergencial é feito pela Caixa após a análise da Dataprev e do Ministério da Cidadania. Além disso, os R$ 600 são pagos conforme o calendário de liberação criado pelo banco. Se o trabalhador tiver o Auxílio Emergencial negado, poderá fazer um novo pedido ou contestar a análise.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem destacada: Photostriker via Shutterstock

Comentários
Carregando...