Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Doação do Imposto de Renda 2024 para o Rio Grande do Sul; confira como fazer

Já enviou o IR 2024? Saiba como doar parte do Imposto de Renda para o Rio Grande do Sul e ajudar as vítimas das enchentes!

Em solidariedade às vítimas das recentes enchentes no Rio Grande do Sul, os contribuintes têm a oportunidade de destinar parte do seu Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2024 para os fundos de apoio aos afetados. Assim, essa ação não somente ajuda quem mais precisa, mas também permite que os doadores contribuam de maneira efetiva e segura.

Dessa forma, para colaborar, os contribuintes podem direcionar até 3% do seu IRPF devido para Fundos dos Conselhos da Criança e da Pessoa Idosa. Isso ocorrer independentemente do domicílio tributário do doador, permitindo que pessoas de todo Brasil participem da iniciativa. Veja mais detalhes!

Como doar o Imposto de Renda 2024 para o Rio Grande do Sul

Portanto, a doação pode ser feita por qualquer pessoa física que tenha declarado o IR 2024, inclusive aqueles que já entregaram a declaração. Assim, para doar, o contribuinte precisa fazer uma retificação da declaração do IR. Dessa forma, o processo é simples e pode ocorrer online através do site da Receita Federal. Confira:

  • Acessar o site da Receita Federal;
  • Entrar no programa “Meu Imposto de Renda”;
  • Fazer login com seu CPF e senha;
  • Clicar em “Doações Diretamente na Declaração”;
  • Selecionar a aba “Criança e Adolescente” ou “Pessoa Idosa”;
  • Clicar em “Novo”;
  • Escolher o tipo de fundo: “estadual” e selecionar Rio Grande do Sul;
  • Informar o valor que deseja doar;
  • Clicar em “Salvar”;
  • Enviar a declaração retificada.
Papel com "IRPF" escrito e notas de dinheiro e caneta ao redor
Imagem: rafastockbr / shutterstock.com

Qual o valor limite da doação?

Assim, o limite da doação é de 3% do imposto devido para cada fundo (Criança e Adolescente ou Pessoa Idosa). No entanto, o contribuinte pode doar mais, mas o valor excedente não poderá ser deduzido do imposto a pagar. 

Veja também:
Pix de R$ 5 mil já começa a ser pago direto na conta de inscritos na conta Gov; veja se recebe

Por fim, é importante lembrar que para moradores das 336 cidades gaúchas em estado de calamidade pública, o prazo para efetuar a doação estende-se até o dia 31 de agosto. Enfim, esta é uma oportunidade excepcional para fazer a diferença na vida de muitas pessoas enquanto se cumpre com as obrigações tributárias.

Imagem: rafastockbr / shutterstock.com