Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Eleições 2024: Perdeu o título de eleitor? E agora?

Saiba o que fazer se perdeu o título de eleitor para as eleições 2024. Veja como emitir a segunda via ou usar o aplicativo e-Título.

As eleições municipais de 2024 já estão marcadas para outubro e, com isso, é importante que todos os eleitores estejam preparados para exercer seu direito de voto.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) enfatiza a necessidade de um documento oficial com foto para a identificação correta no momento do voto.

Este ano, o processo eleitoral contará com uma novidade: a não obrigatoriedade do título de eleitor físico. No entanto, a identificação por meio de um documento com foto se faz necessária para garantir a veracidade da identidade do eleitor. Vamos ver quais são os documentos válidos para esse processo.

Quais documentos são aceitos para votar?

Passo a passo para pagar multas eleitorais eleições
Imagem: rafapress / Shutterstock.com

O TSE listou os documentos que são aceitáveis para que possa validar sua identidade na urna eletrônica. Veja a lista:

  • Identidade (RG);
  • Carteira de Motorista (CNH);
  • Certificado de Reservista;
  • Passaporte;
  • Carteira de Trabalho;
  • Carteira de Categoria Profissional Reconhecida por Lei.

Importante ressaltar que documentos sem foto, como certidões de nascimento ou casamento, não serão aceitos para a comprovação de identidade.

Por que não posso votar apenas com o título de eleitor?

Embora o título de eleitor seja um documento importante, ele por si só não é suficiente para votar, pois não contém foto. Isso torna necessária a apresentação de um outro documento oficial com foto para assegurar que a identificação do eleitor esteja de acordo com o registro na seção eleitoral.

Veja também:

INSS volta a liberar pagamentos segunda-feira (24); veja se vai receber

O e-Título, aplicativo desenvolvido pela Justiça Eleitoral, é uma alternativa digital que pode complementar ou substituir o título de eleitor físico caso o eleitor tenha realizado o cadastramento biométrico e sua foto esteja disponível no aplicativo. Esta ferramenta confirma a integridade do processo eleitoral, garantindo que todos aqueles que estão votando sejam de fato quem dizem ser.

Imagem: Isaac Fontana / shutterstock.com