Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Empréstimo acima de R$ 5 mil precisa ser declarado no Imposto de Renda 2021

Veja as mudanças da declaração para este ano.

0

Se você solicitou empréstimos com valores de mais de R$ 5 mil no ano passado, precisa acrescentar o valor na declaração de Imposto de Renda (IR) 2021. Isso porque, como são considerados rendimentos neutros, eles não aumentarão o cálculo do imposto. Entretanto, você deve declarar esses valores no IR para evitar que você caia na malha fina.

O prazo para enviar a declaração à Receita Federal começou no início deste mês e termina em 30 de abril. Com isso, empréstimos que não são financiamentos para compra de bens devem ser declarados na ficha “Dívidas e Ônus Reais”, encontrado no menu esquerdo do programa da Receita. Além disso, vale lembrar que cheque especial também é considerado um empréstimo. Saiba mais a seguir!

É provável que você também goste:

Banco Inter lança promoção de até 12% de cashback e limite em dobro

MEI pode receber auxílio emergencial 2021? Saiba como funcionará

Aumento da Selic pode turbinar a sua restituição do Imposto de Renda

Como declarar empréstimo acima de R$ 5 mil no Imposto de Renda 2021?

No entanto, se por acaso o empréstimo for com pessoa física, quem emprestou o valor também precisa declarar. Isso porque, quando recebe o dinheiro de volta, o Fisco tem como entender o motivo da transferência. Para isso, o declarante que tiver emprestado dinheiro deve incluí-lo como um crédito a receber. Isso é feito na ficha “Bens e Direitos”, por meio do código 51 – Crédito decorrente de empréstimo.

Ademais, caso um empréstimo tenha sido adquirido para a um financiamento de imóvel ou automóvel, você deve fazer a declaração do Imposto de Renda na ficha de “Bens e Direitos”, com o código relativo ao bem. Já nos campos disponíveis, o declarante deve incluir as informações sobre o bem, o montante pago por ele até 31/12/2019 e o valor pago até 31/12/2020.

Veja mudanças da declaração para o ano de 2021

Por fim, entre as principais novidades, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial de quem recebeu mais de R$ 22.847,76 (ou seja, não tinha direito ao benefício). Além disso, a Receita Federal criou, neste ano, três campos na ficha “Bens e direitos”. Isso permite que você declare no seu Imposto de Renda as suas criptomoedas e outros ativos eletrônicos.

O prazo para as empresas, os bancos e as demais instituições financeiras e os planos de saúde fornecerem os comprovantes de rendimentos acabou no dia 26 de fevereiro. Sendo assim, se você não recebeu o documento, entre em contato com a instituição. Você também deve juntar recibos de aluguéis, de pensões, de prestações de serviços e notas fiscais para comprovar as deduções.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Proxima Studio / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...