Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Faz o L? Salário mínimo de R$ 1.421 começará a ser pago em janeiro

Lei orçamentária garante que salário mínimo de R$ 1.421 começará a ser pago em janeiro de 2024. Clique e saiba mais!

Conforme a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o salário mínimo para 2024 será R$ 1.421. Essa é a proposta do governo federal, que pretende realizar, nos próximos anos, o reajuste da remuneração-base acima da inflação do país.

Assim, esse novo valor representa um aumento de 7,7% (R$ 101) em comparação com o valor de 2023 (R$ 1.320). Além disso, de acordo com informações do ministro das Relações Internacionais, Alexandre Padilha, o novo valor já entrará em vigor em janeiro de 2024. Veja o anúncio feito no X/Twitter:

Entenda o reajuste do salário mínimo para R$ 1.421

A proposta do governo Lula começou em maio, com a publicação de uma medida provisória que elevou o salário mínimo para R$ 1.320. Isso representou um aumento de 1,38% comparado ao valor vigente em abril (R$ 1.302) e de 8,91% em relação ao de dezembro de 2022 (R$ 1.212).

Em seguida, o governo enviou ao Congresso um projeto de lei com o objetivo de retomar a política de crescimento do salário mínimo. Ambas as propostas foram aprovadas e sancionadas pelo presidente Lula. Com as novas diretrizes, a correção anual levará em conta não apenas a inflação, mas também o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) nos dois anos anteriores.

Dessa maneira, com a nova medida, anualmente a população poderá se beneficiar de um aumento real no valor. Contudo, caso o PIB não apresente crescimento, o ajuste do salário mínimo ocorrerá baseado apenas no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Cédulas de 50,20,100 e 10 reais e uma moeda de um real. No centro, uma faixa escrito "salário mínimo".
Imagem: rafapress / shutterstock.com

Por que retomar a política de valorização do salário mínimo?

A decisão de retomar a política é baseada na Constituição, que estabelece que o salário mínimo deve ter ajustes que garantam à população um maior poder aquisitivo. Com a nova política de valorização do salário mínimo, há a expectativa de melhorias na qualidade de vida dos trabalhadores e um incentivo ao crescimento da economia brasileira.

Agora, o país aguarda a aprovação final da LDO para que esse aumento seja oficialmente aplicado. Acredita-se que essas mudanças irão afetar positivamente a vida de inúmeros brasileiros e pode ser possível ver o reflexo do aumento na economia nos próximos anos.

Imagem: Gustavo Mello / shutterstock.com