Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Finanças pessoais: 10 dicas para se organizar e crescer em 2022

Nem sempre é fácil começar a economizar, mas a gente trouxe algumas dicas para você.

0

Agora que 2022 chegou, uma boa maneira de começar o ano é tentando ter um maior controle sobre suas finanças pessoas. Afinal, em um país onde boa parte das pessoas está endividada, educação financeira é sempre um assunto urgente. O problema é que começar nem sempre é fácil e muita gente acaba deixando para depois a necessidade de se organizar. Mas que tal algumas dicas para começar o ano melhor?

É provável que você também goste:

Saúde financeira: teste online ajuda a entender sua situação e dá dicas para melhorar

Golpes financeiros: confira os mais comuns segundo a Febraban

Governo define o novo valor do salário mínimo para 2022

Finanças pessoais: 10 dicas para se organizar e crescer em 2022

Assim, para ajudar nossos leitores, trouxemos aqui 10 dicas para começar a se organizar financeiramente em 2022 desde já. Portanto, confira a seguir!

1. Planejamento financeiro é tudo

Em primeiro lugar, a recomendação é que você faça desde já um bom planejamento financeiro. Pensando em todos os meses deste ano e considerando todos os seus gastos. Tanto os previstos, quanto aqueles que poderão ser inclusos no futuro. Então, busque uma forma de controlar suas finanças e tudo o que você gasta no mês. Uma boa dica é apostar no uso de planilhas, mas um caderninho já é uma ótima opção.

2. Revise seus gastos de tempos em tempos

Outra dica importante é ter um controle mensal do seu fluxo de caixa. Isso significa que, no final de todo mês, você vai parar, pegar seu caderno ou planilha, e conferir seus gastos daquele mês. Confira o que entra e o que sai da sua renda e tente perceber alguns padrões. Ao longo dos meses, você terá muito mais noção dos seus gastos e da sua vida financeira.

3. Pague as dívidas em dia

Esse conselho é essencial. Para ter uma boa saúde financeira e conseguir também ter mais controle de suas finanças, manter as dívidas em dia é essencial. É claro que nem sempre essa é uma realidade possível. Contudo, se você possui dívidas em aberto, espere até quitá-las totalmente para gastar com coisas desnecessárias. Uma boa dica é buscar a negociação de dívidas atrasadas, em parcelas, ou com descontos. O Feirão Limpa Nome Serasa é uma boa oportunidade para isso. Então, fique de olho nas datas.

4. Crie uma reserva de emergência

Se for possível, comece hoje mesmo sua reserva de emergência. Esse é o primeiro passo para ter uma maior estabilidade financeira. O valor dessa reserva deve ser, pelo menos, de seis meses das suas despesas. Para isso, guarde um ponto a cada mês. Assim, quando alguma emergência acontecer, você está bem amparado.

5. Invista seu dinheiro

Após ter sua reserva de emergência, o dinheiro que sobrar (se sobrar) pode ser investido! Essa é uma ótima forma de, em primeiro lugar, guardar seu dinheiro, além de conseguir um rendimento que você não teria com o dinheiro preso em casa. Além disso, não é preciso ter uma renda alta para começar a investir. Alguns investimentos começam a partir de R$ 30 no Tesouro Direto, por exemplo; é só pesquisar.

6. Cuide de suas finanças como cuidaria de um negócio

Essa é uma ótima dica. A ideia é simples: cuidar de sua vida financeira pessoal como se fosse uma empresa, principalmente porque isso pode te dar mais clareza dos seus gastos. Além disso, na teoria, uma empresa precisa de um rigor e controle maior, e sua vida financeira merece isso também.

7. Guarde parte das finanças para o futuro

Quanto mais dinheiro você aplicar em investimentos de longo prazo, mais rápida terá sua independência financeira. Destinando pelo menos 10% da sua renda para o futuro, é possível ter uma boa aposentadoria antes dos 60. A possibilidade de investir em uma aposentadoria privada também pode ser algo a se pesquisar.

8. Busque uma renda extra

Nossa oitava dica é buscar uma segunda fonte de renda, ou renda extra. Pode ser qualquer coisa, desde vender itens que você já não usa, até encontrar trabalhos diversos na internet, como redação de portais ou mesmo criação de conteúdo para redes sociais. Neste artigo nós damos algumas dicas de como ir em busca desse dinheirinho a mais. 😉

9. Não tenha vergonha de negociar (ou barganhar)

Uma ótima forma de conseguir economizar é negociar dívidas antigas (como já citamos anteriormente), ou mesmo pedir descontos e barganhar na hora de comprar, principalmente em compras à vista. Muitas lojas dão descontos de até 10% para compras com dinheiro à vista, e isso pode ser uma boa forma de economizar. Não tem o dinheiro todo? Uma boa saída pode ser economizar e depois comprar.

10. Cuidado com pedidos de crédito

Por fim, tenha muito cuidado com o pedido de empréstimos ou mesmo cartões de crédito. O ideal é que você tenha um cartão de crédito ativo e nada mais. Talvez mais um ou dois para emergências. Mas fazer uso de dois cartões simultaneamente pode fazer com que seja mais difícil manter o controle de suas finanças. Quanto aos empréstimos, cuidado com os juros. Sempre faça a conta antes e confira o quanto você está pagando a mais. Esperamos que estas dicas te ajudem e que você tenha um ótimo início de ano!

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Jantanee Runpranomkorn / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -