O Google está criando em parceria com duas instituições financeiras dos Estados Unidos para para também entrar no universo dos bancos digitais e fintechs.

É provável que você também goste:

Governo organiza privatização do Banco do Brasil em segredo.

App Jeitto libera crédito em apenas dois minutos para clientes com baixo score.

O Nubank aprova cartão de crédito sem consulta ao SPC e Serasa com limite pré-aprovado tão fácil pelo WhatsApp?

Google vai lançar conta digital em 2020 que pode ameaçar grandes bancos e fintechs como o Nubank

Assim, ela tornou-se a última big tech a anunciar investimento no mercado financeiro. Haja vista que a Apple já possui o seu próprio cartão de crédito e o Facebook está com um projeto ambicioso de criação de uma moeda Global. Por fim, ainda tem a Amazon que está desenvolvendo também uma conta digital.

Além disso, até mesmo o Uber já trabalha na disponibilização de serviços financeiros via Uber Money. Trata-se de uma conta digital que contará com apoios de bancos locais. No Brasil, foi cogitado que esse serviço funcionará em parceria com a Ebanx ou Banco Inter.

Segundo o The Wall Street Journal, as contas digitais do Google serão administradas nos EUA pelo Citigroup Inc e também por uma cooperativa de crédito da universidade de Stanford. Entretanto, para se expandir para outros mercado, o Google provavelmente usará a mesma estratégia do Uber Money. Fará, portanto, parcerias com bancos e fintechs locais, até porque a empresa ainda não possui autorização para atuar independentemente como uma instituição financeira.

Ameaça aos grandes bancos e fintechs

A atitude do Google de entrar no mercado financeiro pode ameaçar tanto os grandes bancos como as fintechs. Isso porque a empresa possui uma base de clientes muito grande.

Por fim, ainda segundo a fonte, a gigante de buscas pretende começar a testar o serviço nos Estados Unidos já em 2020. Mas ela pretende lançar o serviço para todos os mercados em que atua.

Considerações Finais

A futuro conta digital do Google, realmente, tem um potencial enorme de crescimento e pode, assim, revolucionar o ainda mais o mercado financeiro. Especialmente se ela seguir a tendência das fintechs que não cobram nada pelos seus serviços.

Enfim, gostou da matéria sobre a conta digital do Google?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.