Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo pode limitar saques do FGTS a apenas R$ 500 em 2019

0

Nesta segunda-feira (22) o governo discutiu sobre a limitação dos saques do FGTS a apenas R$ 500 neste ano. Este valor máximo seria tanto para contas ativas quanto para as contas inativas, independente de quantas contas o trabalhador tiver. Ou seja, seria liberado apenas o saque neste valor.

É provável que você também goste:

Santander vai lançar vários serviços de crédito para “esmagar” fintechs.

Santander toma multa de R$ 9,6 milhões por colocar clientes no SPC e Serasa.

Seja membro

Começa hoje (22) o pagamento do abono salarial na Caixa e Banco do Brasil, saiba se você tem direito

Governo pode limitar saques do FGTS a apenas R$ 500 em 2019

O limite dos saques do FGTS foi discutido em uma reunião no Ministério da Economia, de acordo com o Estadão/Broadcast. O público-alvo desta media é aproximadamente 100 milhões de contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Sendo que cada trabalhador pode ter mais de uma conta.

Portanto, a ideia discutida nessa reunião contempla a possibilidade de o trabalhador poder sacar os recursos no “saque aniversário”. Caso o trabalhador opte por essa modalidade, terá o direito de sacar a parcela dos recursos até que eles acabem. Ou seja, abrindo mão de resgatar nos saques do FGTS a totalidade dos valores no caso de demissão sem justa causa.

Contudo, ainda estão sendo estudadas as faixas de saque aniversário. Pode ser que sejam implementadas faixas de limite e também por um valor fixo. Com isso, seria estipulado um percentual mais um limite, da seguinte forma: para quem tem um valor acima de R$ 20 mil, seria limitado a 5% mais um valor fixo de R$ 2,9 mil.

O anúncio deveria ter sido feito na semana passada durante a comemoração dos 200 dias do governo Jair Bolsonaro. Entretanto, ainda carecendo de ajustes pelos técnicos do governo, em combinação com detalhes operacionais da Caixa Econômica Federal e com a pressão do setor da construção civil, o governo precisou de mais tempo para definir a proposta.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.