Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Atenção: hoje é o último dia para evitar o cancelamento do Bolsa Família 2021

0

Se você é um beneficiário do programa Bolsa Família, fique ligado, pois hoje é o último dia para evitar o cancelamento. A operação “pente-fino” do Governo Federal procura por irregularidades entre os beneficiários para fazer o cancelamento do Bolsa Família 2021.

Quem precisa atualizar os dados tem que ficar de olho, pois o Governo Federal liberou um novo prazo. Até esta sexta-feira (15) os beneficiários têm a oportunidade de comprovar que estão dentro dos requisitos do programa. Já para os que tiveram os benefícios bloqueados, é necessário fazer uma solicitação de revisão e destrave.

É provável que você também goste:

5 cartões de crédito para quem tem Score baixo e ganha até dois salários mínimos

Novo limite de renda do BPC diminuirá o número de famílias com direito ao benefício

Descubra se você vai receber o Bolsa Família pelo Caixa Tem em janeiro

O Ministério da Cidadania está fiscalizando o histórico de renda dos cadastrados, por conta das denúncias de fraude, especialmente ligadas aos candidatos nas últimas eleições.

Entretanto, neste ano o Governo deseja fazer cortes orçamentários, e o Bolsa Família é um dos alvos. De acordo com informações do Governo, este pente-fino está ocorrendo devido ao grande número de fraudes no programa.

O Governo Federal ainda alega que há muitas irregularidades observadas entre os candidatos nas eleições municipais de 2020, e os mesmos correm o risco de ter o seu benefício suspenso. De acordo com o ministério da cidadania, o beneficiário que fez doação para político, teve recebimento financeiro ou vinculo de trabalho eleitoral pode ter o seu benefício cancelado.

Quem está de fora do cancelamento do Bolsa Família 2021

Não será atingido por este pente-fino do programa social aqueles que se enquadram nas regras abaixo:

  • Extrema pobreza: aquelas que têm renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa.
  • Pobreza: que têm renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa.
  • Famílias pobres que tenham em sua composição gestantes ou crianças e adolescentes entre 0 e 17 anos.

Para se candidatar ao programa, a família deve estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.

Caso você atenda aos requisitos de renda e não esteja inscrito, procure o responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura de sua cidade para se inscrever no Cadastro Único.

Mantenha seus dados sempre atualizados informando à prefeitura qualquer mudança de endereço e telefone de contato e modificações na constituição de sua família, como nascimento, morte, casamento, separação, adoção etc.

O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica na entrada imediata das famílias no Programa, nem no recebimento do benefício. Mensalmente, o Ministério da Cidadania seleciona de forma automatizada as famílias que serão incluídas para receber o benefício.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...