Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Mais de 2 milhões de contribuintes já enviaram declaração do IR

Veja mudanças da declaração para o ano de 2021

0

O período para realizar a declaração do Imposto de Renda em 2021 (com ano base 2020) já começou. Na primeira semana de entrega da declaração, cerca de 2.020.909 contribuintes acertaram as contas com a Receita. Ao todo, isso equivale a 6,12% do previsto para este ano. O balanço foi divulgado na última sexta-feira (5), no site da Receita Federal. A Agência Brasil é responsável pelas informações.

Em 2021, o prazo de entrega para a declaração começou na segunda-feira (1º), e termina no próximo 30 de abril. De acordo com o Fisco, a expectativa é receber entre até 32.619.749 declarações. No ano passado, foram enviadas 31.980.146 declarações. Além disso, o programa para computador está disponível na página da Receita Federal na internet desde a última quinta-feira (25). Enfim, quem perder o prazo de envio, terá de pagar multa de R$ 165,74, ou 1% do imposto devido.

É provável que você também goste:

Você pode fazer a prova de vida pelo app do Banco do Brasil. Saiba como

Nubank lança estudo inédito sobre uso do Pix no Brasil

Mais de 2 milhões já enviaram declaração do Imposto de Renda

Como já é conhecido, a entrega da declaração do IR 2021 é obrigatória para quem recebeu acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis durante o ano de 2020. Isso equivale a um salário acima de R$ 1.903,98, incluído o décimo terceiro.

Além disso, precisa declarar quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil, ou obtido ganho de capital na venda de bens ou realizado operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores. Outro fator para declarar é se você tinha patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado. Por fim, de acordo com a Receita Federal, 60% das declarações de Imposto de Renda terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir, e 19% terão imposto a pagar.

Veja mudanças da declaração para o ano de 2021

Por fim, entre as principais novidades, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial de quem recebeu mais de R$ 22.847,76 (ou seja, não tinha direito ao benefício). Além disso, foi realizada a criação de três campos na ficha “Bens e direitos” para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos.

Enfim, o prazo para as empresas, os bancos e as demais instituições financeiras e os planos de saúde fornecerem os comprovantes de rendimentos acabou na última sexta-feira (26). Assim, se você não recebeu o documento, entre em contato com a instituição. Você também deve juntar recibos de aluguéis, de pensões, de prestações de serviços e notas fiscais, para comprovar deduções.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então é só seguir o Seu Crédito Digital no YouTubeFacebookTwitterInstagram e Twitch. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc. Siga a gente para saber mais!

Imagem: Leonidas Santana/shutterstock.com

Comentários
Carregando...