Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Imposto de Renda 2024: entenda como funciona o cruzamento de dados da Receita Federal

Saiba como a Receita Federal cruza dados para o Imposto de Renda 2024, evitando fraudes e garantindo a correção das declarações.

Você alguma vez parou para pensar em como a Receita Federal consegue detectar irregularidades nas declarações de imposto de renda? A chave está no intricado processo de cruzamento de dados.

Para garantir a correta apuração dos impostos, a Receita Federal compara as informações declaradas pelos contribuintes com dados de diferentes fontes, como empresas, instituições financeiras e órgãos governamentais.

Acompanhe neste artigo como isso é feito e saiba evitar problemas com o Fisco.

Como a Receita Federal acessa e utiliza os seus dados?

A imagem mostra uma pessoa segurando um celular com aplicativo ou site da Receita Federal aberto. Imposto de Renda
Imagem: rafapress / shutterstock.com

O sistema da Receita Federal é bastante robusto e integra informações de diversas fontes para assegurar que todas as declarações estejam corretas. Instituições financeiras, empresas, cartórios e até convênios médicos estão obrigados por lei a enviar dados dos contribuintes para o sistema da Receita, o que facilita o cruzamento das informações.

Entre os documentos mais relevantes que a Receita usa para verificar as declarações do Imposto de Renda, estão:

  • DIRF (Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte): Compara os rendimentos declarados pelos contribuintes com os informados pelas fontes pagadoras;
  • DMED (Declaração de Serviços Médicos): Cruza informações de gastos médicos declarados com os dados fornecidos por planos de saúde e clínicas;
  • DIMOB (Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias): Verifica informações sobre aluguéis e transações imobiliárias reportadas pelos contribuintes.

Quais são as consequências de omitir informações na declaração do Imposto de Renda?

Sonegar informações ou declarar dados falsos pode levar a sérias consequências legais. Dependendo do caso, o contribuinte pode enfrentar desde multas pesadas até processo judicial. As multas podem variar de duas a dez vezes o valor do tributo devido, além de possíveis processos de fraude, que incluem detenção.

Veja também:

INSS anuncia grande novidade no atendimento; confira

Após o cruzamento de dados, aqueles que apresentarem inconsistências em suas declarações, e não regularizarem sua situação, podem ser submetidos a uma investigação mais profunda, e, em casos de fraude confirmada, podem enfrentar desde penalidades financeiras até ação penal.

Imagem: SteffenTravel / Shutterstock.com