Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

IRPF 2022: seguro de vida deve ser declarado no Imposto de Renda?

0

É importante prestar atenção na hora de preencher a declaração de imposto de renda, já que possíveis inconsistências podem fazer com que a pessoa fique presa na malha fina da Receita Federal

Um dos principais questionamentos do contribuinte é a declaração de seguro de vida no documento. Ele deve ou não ser declarado? Confira o que fazer para não errar!

O valor do seguro de vida deve ser declarado no Imposto de Renda 2022?

A resposta para essa pergunta depende da situação. O valor pago mensalmente à seguradora não precisa ser declarado, mas os rendimentos em cima desse valor, quando existem, sim, da mesma forma que o resgate ou indenização quando forem recebidos.

Mesmo que as indenizações dos seguros de vida sejam rendimentos isentos, especialistas recomendam fazer a declaração para evitar cair na malha fina. Por meio do Bradesco Seguro, o diretor da Bradesco Vida e Previdência, Bernardo Castello, declarou:

“Essa ação é necessária para que a origem exata do recurso seja identificada, evitando que o contribuinte tenha que prestar esclarecimentos por informações incompletas ou incorretas”

Agora, para indenizações recebidas por invalidez ou doenças graves, os valores recebidos dos seguros devem ser informados na ficha de “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”.

A opção fica dentro do código 03, que é o de “Capital das Apólices de Seguro ou pecúlio pago por morte do segurador” e “Pecúlio recebido de entidades de previdência privada decorrência de morte ou invalidez permanente.”

É possível deduzir o seguro de vida do Imposto de Renda?

Diferente das despesas médicas e da Previdência Social, o seguro de vida não é passível de dedução no Imposto de Renda. Ou seja, não é possível abater o valor pago pelo seguro de vida da base de cálculo do IR.  Os gastos que podem ser deduzidos, segundo a Receita Federal são os com:

  • Saúde;
  • Educação;
  • Previdência privada;
  • Dependentes;
  • Contribuições do INSS;
  • Pensão alimentícia;
  • Doações.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram, e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar