Itaú reduz juros do crédito imobiliário para 7,45% e entra na briga contra o Santander. O Itaú Unibanco anunciou a redução da taxa de financiamento imobiliário para a partir de 7,45% ao ano + TR (taxa referencial, atualmente zerada).

É provável que você também goste:

Na onda do Nubank e Banco Inter, Credicard lança blog sobre educação financeira

Aluguel online ou imobiliária: afinal, qual é a melhor opção?

Itaú reduz juros do crédito imobiliário para 7,45% e entra na briga contra o Santander

A partir de 1° de outubro, as novas taxas já estarão disponíveis, sendo que antes o banco estava cobrando a partir de 8,1% ao ano + TR.

Novo juro é menor que o do Santander e Banco do Brasil

O novo juro cobrado pelo Itaú é menor do que o do Santander. de 7,99% ao ano + TR, que era o menor custo oferecido pelo mercado para a casa própria.

Já o Banco do Brasil também tem a taxa a partir de 7,99%, mas apenas para contratos de prazos mais curtos que os tradicionais 30 a 35 anos.

Juros do crédito imobiliário poderá ficar menor do que a Caixa

Nessa composição, o juro do Itaú poderá ficar ainda menor do que o empréstimo da Caixa atrelado à inflação. Lançada em agosto deste, a modalidade tem custo entre 2,95% a 4,95% mais a variação do IPCA, atualmente em 3,43%.

Taxa Selic

O movimento de baixa no custo do crédito vem em conjunto com a queda da taxa Selic, que está na mínima histórica de 5,50%. Além disso, a expectativa dos economistas é de que ela ainda possa cair abaixo de 5% até o fim do ano, que é o relexo da fraqueza da economia brasileira e da inflação baixa.

Enfim, gostou da matéria sobre o crédito imobiliário do Itaú?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.