Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Os 5 maiores bancos tradicionais detêm mais de 80% dos empréstimos

Embora estejam no topo, os cinco maiores bancos tradicionais do Brasil estão perdendo espaço para os bancos menores.

0

Na última segunda-feira (07), o Banco Central (BC) divulgou que os cinco maiores bancos tradicionais do Brasil detinham 81,8% dos empréstimos até o fim de 2020. Entretanto, esse número mostra uma queda em relação ao ano anterior. Dessa forma, percebe-se um movimento em que os bancos Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Santander e Caixa estão começando a perder espaço.

É provável que você também goste:

Mega-Sena 2379: Caixa pode pagar até R$ 12 milhões nesta quarta-feira (09)

Até o fim de maio, Pix atingiu 253,5 milhões de chaves cadastradas

Será que as fintechs vão acabar com os bancos tradicionais?

Os 5 maiores bancos tradicionais detêm mais de 80% dos empréstimos

Em 2019, a concentração do mercado de empréstimos nos cinco maiores bancos tradicionais era de 83,7%. Enquanto isso, em 2018 era de 84,8% e, em 2017, foi de 85,8%. Ou seja, em três anos, a concentração caiu 4 pontos percentuais.

Além disso, na comparação entre os depósitos totais das instituições financeiras, o índice de detenção também está caindo. Os cinco maiores bancos tradicionais tinham 83,8% dos depósitos em 2018. Já em 2020, esse número caiu para 79,1%.

No Relatório de Economia Bancária do BC, também é possível ver uma diminuição das participações dos bancos públicos, tais como Banco do Brasil e Caixa:

A redução da participação dos principais bancos públicos se deu, em parte, vis-à-vis o aumento da participação de instituições que não se encontram entre as cinco maiores instituições, o que contribui para o incremento das condições concorrenciais quando se considera exclusivamente os índices de concentração”.

Além disso, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello, afirmou que a diminuição na concentração do mercado acompanha um aumento da concorrência. “É um movimento paulatino de aumento de concorrência, não só diminuição de concentração, mas aumento de concorrência”.

Crédito para pessoa física

No que diz respeito ao mercado de empréstimo para pessoas físicas, a Caixa está no topo, com 27% de participação. Logo atrás, está o Banco do Brasil, com 17,4%. Já o Itaú, conta com 11,9%, enquanto que o Bradesco tem 11,2% e o Santander 10%.

Apesar de estarem no topo, os cinco maiores bancos tradicionais estão perdendo espaço, em especial, para bancos menores. Além disso, as cooperativas de crédito também estão começando a registrar crescimento nos últimos anos. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: casa.da.photo / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...