Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Maioria dos brasileiros chega ao fim do mês com pouco dinheiro

40% dos entrevistados, ou seja, a maioria, chega ao fim do mês com pouco dinheiro. Veja mais detalhes da pesquisa da Opinion Box!

Recentemente, a Opinion Box divulgou uma pesquisa exclusiva que tem o objetivo de compreender a percepção dos consumidores brasileiros sobre os preços nos últimos 12 meses. Assim, 31% dos entrevistados acreditam que o Brasil é um país barato para se viver. Em contrapartida, 31% considera muito caro.

Além disso, a pesquisa questionou qual é o custo de vida na cidade em que o entrevistado reside. Assim, 31% consideram muito barato e 28% acham muito caro. Além disso, o levantamento também traz as percepções gerais sobre gastos no mês dos brasileiros.

Veja também:

Hiperinflação: 40% dos brasileiros se lembram do período vivenciado no país

Pouco dinheiro no fim do mês

Portanto, a pesquisa da Opinion Box mostra que embora 29% dos brasileiros cheguem ao fim do mês com falta de dinheiro, 45% encerra o mês com dinheiro sobrando. Dessa forma, ao serem questionados, as respostas foram:

  • Chego no fim do mês com muito dinheiro sobrando: 5%;
  • Chego no fim do mês com pouco dinheiro sobrando: 40%;
  • Chego no fim do mês sem nenhum dinheiro sobrando, mas meu dinheiro dá para o mês todo: 26%;
  • Chego no fim do mês com falta de pouco dinheiro: 16%;
  • Chego no fim do mês com falta de muito dinheiro: 13%.

Assim, 40% dos entrevistados, ou seja, a maioria, chega ao fim do mês com pouco dinheiro. Além disso, 29% falta dinheiro no final do mês.

Notas de dinheiro brasileiro de 100 reais sob uma lupa com lente de aumento.
Imagem: Andrzej Rostek / shutterstock.com

Sobra de dinheiro

À vista disso, as pessoas que têm dinheiro sobrando no fim do mês, responderam o que fazem com a quantia, sendo:

  • Faço investimentos (que não sejam poupança): 47%;
  • Guardo na poupança: 26%;
  • Gasto com coisas que preciso para a casa/família: 19%;
  • Gasto comigo mesmo: 14%;
  • Adianto contas e pagamentos do mês seguinte: 11%;
  • Guardo em casa: 7%;
  • Ajudo familiares ou pessoas próximas que estão precisando: 7%;
  • Adianto parcelas de financiamentos: 7%.

Enfim, a maioria dos entrevistados afirma que faz investimentos com o dinheiro que sobra no final do mês.

Imagem: Andrzej Rostek / shutterstock.com