Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Para substituir Auxilio Emergencial, Arthur Lira defende aprovação do Novo Bolsa Família até julho

Bolsa Família poderá ganhar uma nova cara, além de atender mais pessoas e ter um valor maior

0

Arthur Lira, atual presidente da Câmara dos Deputados, defende que o novo benefício do Bolsa Família, seja o substituto do Auxílio Emergencial 2021, sendo esse um desejo alinhado com o pensamento do presidente Jair Bolsonaro.

É provável que você também goste:

Auxílio Emergencial pode ser prorrogado por mais dois meses; veja os valores

Economista que criou Bolsa Família critica auxílio emergencial

Caixa vai reduzir até 75% das parcelas de financiamento habitacional

Arthur Lira veio se pronunciar em um evento do Bradesco, em que o deputado fala que essa é a decisão ideal. Ademais, é fundamental aprovar a mesma em uma nova proposta para a transferência de recursos, antes mesmo do recesso parlamentar, que é previsto acontecer em julho.

O auxílio emergencial deve ficar entre julho e agosto. Eu não acho que a melhor solução seja postergá-lo. Nós temos que ter um projeto viável para ainda antes do recesso votar um projeto de renda permanente em substituição ao Bolsa Família, inclusive sendo mais socialmente mais palatável.”, esta é uma das afirmações de Arthur Lira.

Novo Bolsa Família ainda em 2021

Bolsa família turbinado: Lira ainda defende que este novo programa que irá substituir o auxilio emergencial ainda entre em vigor neste ano. “Eu acredito que nós tenhamos condições de votar este programa antes do final do auxílio emergencial e ele deve começar a vigorar ainda esse ano.

Visando as eleições do ano que vem, o presidente Jair Bolsonaro quer ganhar destaque com um presidente assistencialista. Contudo, ele entende que para substituir o auxilio emergencial, a melhor alternativa é turbinar o bolsa família.

Bolsonaro Defende novo valor para o substituto do Auxilio Emergencial

O valor subiria de R$ 190 para R$ 300, além de aumentar o número de beneficiários. O Bolsa Família é fortemente ligado ao governo Lula, por conta disso, os integrantes do governo Federal defendem que o nome do Bolsa Família seja alterado para ”Alimenta Brasil”.

Assim, com a entrada de Arthur Lira na presidência da Câmara, os projetos pautados pelo presidente Jair Bolsonaro tem mais chances de avançarem. Por fim, o aumento do Bolsa Família é visto como uma arma que o presidente da republica poderá usar no ano que vem na eleição presidencial.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimos etc.

imagem: Adao / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -