Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Prazo para sacar o PIS/Pasep referente a 2021 acaba em dezembro

Saiba agora mesmo como consultar direito ao PIS/Pasep referente a 2021 e corra para sacar antes do prazo acabar!

Apesar do cronograma de pagamentos do abono salarial já ter acabado, o prazo para sacar o PIS/Pasep referente ao ano-base 2021 ainda não acabou. Os trabalhadores de carteira assinada e servidores públicos do país têm até o dia 28 de dezembro para retirar as cotas.

A Caixa Econômica Federal é a intermediária entre o Governo Federal e os trabalhadores de empresas privadas, enquanto o Banco do Brasil atua como pagador do benefício para os servidores. No entanto, isso não significa que a consulta ao PIS/Pasep não possa ser feita em um único lugar. A seguir, saiba mais.

Consulte o PIS/Pasep e corra para sacar antes do prazo acabar

Para consultar o PIS/Pasep e sacar antes do término do prazo, os trabalhadores de empresas privadas e servidores públicos podem utilizar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital (Android e iOS). Basta acessar a plataforma, fazer login com a conta Gov.br e seguir para a opção “Benefícios”, na tela inicial.

Ademais, no portal Emprega Brasil, do Ministério do Trabalho e Emprego, os interessados podem descobrir se têm direito ao pagamento ou não. Assim como no app da carteira digital, também é necessário utilizar o login Gov.br para ter acesso aos detalhes do abono salarial referente ao ano-base 2021.

Veja também: Como aumentar limite de crédito no Nubank?

Uma mão segurando carteira de trabalho e notas de 100 reais
Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

Regras do abono salarial ano-base 2021

Só podem sacar o PIS/Pasep os trabalhadores que se encaixam nas regras. É preciso ter exercido trabalho remunerado por pelo menos 30 dias e recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos no ano. Além disso, é necessário ter inscrição no programa há pelo menos 5 anos e estar com os dados na RAIS.

O valor máximo do saque é de R$ 1.320, que é o salário mínimo vigente no país. Cada trabalhador tem direito a uma quantia que equivale ao piso nacional dividido por 12 e multiplicado pelo número de meses trabalhados. Por exemplo: R$ 1.320 / 12 = R$ 110; R$ 110 x 5 (meses trabalhados) = R$ 550.

Imagem: rafastockbr / shutterstock.com