Rendimento da poupança HOJE: tudo o que você precisa saber

0

A pandemia transformou profundamente a forma como nós entendemos a economia. Mesmo quem nunca teve muito interesse em assuntos como valorização da moeda, mercado de ação ou rentabilidade, não viu outra opção que não fosse começar a entender melhor desses termos para fazer seu dinheiro render e escapar de uma situação financeira apertada. Quando falamos em poupança, essa afirmação é ainda mais verdadeira. Afinal, diante do cenário atual, qual é o rendimento da poupança hoje? Quais são as alternativas a ela? Como são calculados os juros? 

Para responder todas essas perguntas, é preciso um texto maior e mais aprofundado. Por isso, neste artigo traremos um conteúdo completo sobre o assunto, explicando para você qual é o rendimento da poupança hoje, como as taxas são calculadas, qual é a melhor forma de você fazer uma simulação para o seu bolso, e a pergunta principal: ainda vale a pena investir em poupança? Assim, pensando em facilitar a leitura, dividiremos esse material em tópicos. Então, continue lendo!

GUIA DEFINITIVO: Ainda VALE A PENA deixar o dinheiro na POUPANÇA?

O que é e como funciona a poupança?

A poupança​, ou caderneta​ de poupança​, é o investimento mais popular do Brasil, e funciona de forma muito simples: ao depositar dinheiro na poupança, você recebe um rendimento mensal em cima desse valor. Além disso, o rendimento da poupança hoje é o mesmo que em outros bancos que oferecem esse tipo de aplicação, uma vez que as taxas são todas definidas e reguladas pelo Banco Central do Brasil.

Atualmente, de acordo com a nova regra de rendimento, qualquer dinheiro colocado na poupança rende 70% da taxa Selic, se a mesma estiver abaixo de 8,5%. Da mesma forma, se a Selic se encontra acima de 8,5%, esse rendimento é de 0,5% ao mês, acrescido de TR. 

Em novembro de 2020, a taxa Selic, ou seja, a taxa básica de juros da economia brasileira, encontra-se em 2%. Assim sendo, o rendimento da poupança em 2020 é de 1,4% ao ano. Quanto aos juros da poupança mensal, esse rendimento é de 0,11%.

O que isso representa, na prática?

Basicamente, esses números dizem que, se você deseja investir R$ 1 mil na caderneta de poupança, o investimento desse valor seria de aproximadamente R$ 14 reais ao mês. Ou seja, em um ano, seu rendimento seria de R$ 1.014. Além disso, como o juros mensal da poupança hoje está definido em 0,11%, esses mesmos R$ 1 mil depositados, após um mês, deveriam gerar de juros somente R$ 1,10.

Talvez agora você esteja pensando que esse valor é muito baixo para um investimento. E está certo. De fato, o rendimento da poupança em 2020 nunca esteve tão baixo. Mais precisamente, estamos vivenciando o pior rendimento da poupança desde 2015. E por quê? Basicamente, isso se deve ao fato de termos, atualmente, a menor taxa Selic da história. E isso impacta diretamente no rendimento de diversos investimentos de renda fixa, como é o exemplo da poupança. 

É provável que você também goste:

Santander 1|2|3 vale a pena? Quais as vantagens e benefícios?

iFood prolonga a Black Friday e traz um mês inteiro de ofertas

Sua empresa está realmente preparada para vender na Black Friday?

Como é calculado o rendimento da poupança hoje?

taxa de juros
Imagem: Sasun Bughdaryan/shutterstock.com

Primeiramente, para calcularmos o rendimento de uma poupança, precisamos saber a data do depósito. Isso porque, dependendo da data, a regra dos juros aplicado é diferente, justamente pela alteração na regra que já comentamos. Vamos entender, primeiro, o que diz a nova regra. Nós já comentamos sobre ela anteriormente, mas vamos reforçar essa informação, pois ela é muito importante.

Entenda a nova regra sobre juros

A partir da alteração desta regra, que vale para depósitos feitos a partir do dia 4 de maio de 2012, o cálculo ficou assim:

  • se a taxa Selic estiver igual ou abaixo de 8,5%, o rendimento da poupança é de 70% da taxa Selic + TR (Taxa referencial). 
  • se a taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança é 0,5% ao mês + taxa referencial.

Ou seja, como a taxa Selic em 2020 está em 2% ao ano, a rentabilidade da nova poupança é de 70% da taxa Selic. Nesse caso, o cálculo feito é 0.7 x 2%, rendendo assim 1,4% ao ano, o que equivale a 0,11% ao mês. Lembrando que a poupança funciona como um investimento totalmente livre de impostos. 

O que a regra antiga dizia?

Agora, vamos entender o que dizia a regra antiga, e que continua válida para os depósitos realizados antes de 4 de maio de 2012. Nesse caso, a rentabilidade da poupança é fixada em 0,5% ao mês + a taxa referencial (que, em novembro de 2020, está zerada).

Assim, aqueles investimentos que se enquadram na “poupança antiga” têm um rendimento de 6,16% ao ano. E sim, essa é uma excelente rentabilidade se compararmos com o nosso cenário atual. Infelizmente, os únicos investimentos que se enquadram nessa regra são aqueles realizados antes da data já mencionada, 4 de maio de 2012.

Mas, então, quem deseja conseguir rendimentos da poupança hoje, deve desistir da ideia? É para responder essa pergunta que seguiremos a entender melhor sobre o tema nos próximos tópicos, ensinando você a como fazer uma simulação de seus rendimentos na poupança hoje, e tomar a melhor decisão para o seu objetivo financeiro. Então, vamos a isso.

Como simular o rendimento da poupança hoje

Já chegamos até aqui, e você com certeza tem muito mais informações sobre o rendimento da poupança hoje do que tinha no início do texto, certo? Entretanto, agora falaremos sobre uma das partes mais essenciais desse texto: o momento em que eu ensino você a simular o rendimento da sua poupança, caso você deseje começar investir hoje.

É aqui que você terá uma ideia muito mais clara sobre se o investimento em poupança é a melhor opção para você, bem como quais são as taxas de juros e rentabilidade disponíveis no seu caso.

Afinal, agora que você já sabe que o rendimento da poupança em 2020 chega a 1,4% ao ano (o equivalente a 0,11% ao mês), é hora de entender como você pode realizar a simulação de diferentes cenários de uma poupança a partir do cálculo dos juros compostos. Para isso, precisaremos de uma calculadora de juros compostos. Eu indico a você a calculadora disponível pela Nathália, do portal “Me Poupe!”. Acesse ela aqui.

Agora sim. Primeiramente, acesse a calculadora. Depois, preencha os dados solicitados, informando quanto você tem para investir, qual será a aplicação mensal, o prazo total de investimento, e, claro, a rentabilidade. Lembre-se de, no campo “Rentabilidade”, selecionar a opção “mês” ou “ano”, dependendo da simulação que deseja fazer.

No caso do cálculo anual, coloque a taxa de juros de 1,40. Já para fazer o cálculo mensal, você deve colocar a taxa 0,1. E, por último, selecione o número de ano ou de meses que deseja calcular. E pronto! Agora você já consegue fazer as projeções e consultar seus resultados.

Simulação: investindo R$ 200 mil em 5 anos

Para melhor entendimento, fiz um exemplo aleatório para analisarmos juntos. Nesse caso, coloquei o valor de 200 mil reais como valor inicial, com investimento mensal de R$ 1.000, em um prazo de 5 anos. 

O resultado dessa simulação foi que, ao total de 5 anos, e investindo R$ 260 mil reais, o total ganho em juros foi de R$ 17.095,92.

Essa foi apenas uma demonstração para você entender um pouco melhor o rendimento da poupança hoje, e quanto você ganharia em reais ao investir R$ 200 mil iniciais e mais R$ 1 mil ao mês durante 60 meses. Agora, você pode fazer as suas próprias simulações, sendo investindo muito por mês ou quase nada, e com o investimento inicial que desejar (R$ 10 mil, R$ 100.000, R$ 1.000.000, etc). No final, você terá um entendimento muito maior sobre qual é a melhor realidade para você quando o assunto é rendimento na poupança. 

Qual o rendimento da poupança em 2020?

Como você deve saber, a poupança é o investimento mais comum entre os brasileiros. De fato, segundo uma pesquisa da CNDL, sete em cada dez pessoas no Brasil guardam dinheiro na caderneta de poupança. Se você está lendo este texto, provavelmente este é o seu caso, ou você pode estar ainda se perguntando se vale a pena investir na poupança. E é sobre isso que falaremos agora.

Em primeiro lugar, você precisa saber que o rendimento da poupança hoje é de 1,4% ao ano. Entretanto, esse valor é calculado mês a mês, e, para ter o rendimento exato de 2020, é preciso esperar o fechamento mês a mês. Em agosto de 2020, por exemplo, esse rendimento era de 0,13%. Em novembro, esse valor já era menor, em cerca de 0,11%. Dessa forma, o quanto a poupança faz seu dinheiro render a cada mês pode variar.

Vou explicar melhor: por exemplo, o rendimento da poupança em 2020, no mês de janeiro, foi de 0,25%. Além disso, em janeiro esse valor já havia diminuído em relação ao registrado em dezembro de 2019, quando rendeu 0,28%.

Assim, se você tivesse aplicado R$ 1 mil na poupança no dia primeiro de janeiro, por exemplo, veria seu dinheiro render 0,25% em um mês, chegando a R$ 1.002,59 no dia primeiro de fevereiro. Já o rendimento da poupança em 2020, somando de janeiro a agosto, seria de somente de 1,64%. Para ter uma ideia ainda mais completa do rendimento mês a mês e de sua soma no final do ano, você pode conferir a tabela de rendimento da poupança em 2019, disponibilizada pelo Nubank aqui.

Qual foi o rendimento da poupança em 2019?

Se chegou a acessar a tabela de rendimentos 2019, já conferiu que a poupança neste ano teve um rendimento de 4,26% no ano. No caso do ano de 2019, a Selic sofreu cortes consecutivos que fizeram com que, de 6,5% do início do ano, seu valor terminasse em 4,5% ao final de 2019. Ou seja, uma alteração significativa. 

Entretanto, é muito difícil entender como funciona o rendimento da poupança hoje, em 2019 ou em qualquer outro ano, sem levar em conta a inflação. Por isso é tão importante lembrarmos sempre que estamos falando de rentabilidade nominal – ou seja, essas simulações não levam em consideração a inflação nem seus efeitos. 

Isso porque são apenas simulações. Mas, na hora de você decidir investir ou não seu dinheiro na poupança, é essencial que você leve em conta a inflação, uma vez que ela representa o aumento generalizado de preços em um determinado período de tempo. Assim, quando você subtrai a rentabilidade nominal da inflação, o resultado é a sua rentabilidade real – ou seja, muito mais preciso. 

Simulações: levando em conta a inflação

Vejamos alguns exemplos. Em 2019, como já mencionei, a rentabilidade nominal da poupança foi de 4,26%. Entretanto, nesse mesmo ano, a inflação atingiu o valor de 4,31%. Ou seja: a rentabilidade real da rentabilidade da poupança em 2019 foi de -0,5%. Nada bom, não é?

Em outro exemplo, vemos o exemplo contrário. Em 2017, a rentabilidade nominal da poupança era de 6,61% (acima do que é hoje), e a inflação era de apenas 2,95% (o que é ótimo). Nesse caso, a rentabilidade real da poupança, em 2017, foi de 3,55%. Um valor muito acima do que encontramos na análise do ano de 2019.

Assim, como você pode ver, o efeito da inflação importa muito, e tem um resultado muito interessante quando olhamos para a inflação nominal e a inflação real. Em 2015, por exemplo, a rentabilidade nominal era de 8,15%, por conta da inflação, que era de 10,67%, e o resultado acabou sendo um rentabilidade real negativa em 2,28%.

Em resumo: se você investisse na poupança nos anos em que a rentabilidade real foi negativa, como 2015 e 2019, perderia poder de compra por conta do efeito da inflação. Já se tivesse feito esse investimento no ano de 2017, esse feito seria o oposto, e você ganharia poder de compra com a rentabilidade oferecida por esse tipo de investimento. 

Mas então, ainda vale a pena investir na poupança hoje?

A pergunta que fica é: ainda vale a pena investir meu dinheiro com o rendimento da poupança hoje? E a verdade é que provavelmente não. 

No caso da poupança, não é mais uma boa opção esperar fazer uso dela com o intuito de multiplicar o seu dinheiro ou até mesmo esperar bons rendimentos. Em 2020, por exemplo, o rendimento projetado para a poupança é abaixo dos 2%, o que também é inferior à inflação projetada para este ano. E como vimos anteriormente, isso não é algo positivo. 

Dessa forma, é muito melhor você pensar a poupança como uma forma de entrada no mundo dos investimentos. Ou seja, uma forma de criar o hábito de guardar dinheiro e investir, vendo o seu dinheiro render mês a mês, mesmo que pouco, e entendendo que o seu patrimônio e o dinheiro que você recebe, quando aplicados, valem muito mais. Entretanto, criado esse hábito, o mais indicado é que você procure outras formas de investimento, com outras possibilidades de rentabilidade além da poupança. 

Reserva de emergência na poupança: vale a pena?

reserva de emergência
Imagem: Pru Studio/shutterstock.com

Lembre-se: quando falamos sobre uma reserva de emergência, a poupança pode ser uma das melhores opções. Tanto por sua garantia quanto por sua imprevisibilidade. Diferente do mercado de ações, por exemplo, você sabe que aquele dinheiro estará lá, mesmo rendendo pouco. Além disso, a poupança também oferece facilidade de acesso e liquidez, o que é ótimo para casos emergenciais. 

Então sim, é muito mais vantajoso você manter seu dinheiro na poupança do que guardá-lo em casa, por exemplo, ou até mesmo em títulos de capitalização. Mas o indicado é que, se você deseja mesmo começar a investir e ter rentabilidade, você separe parte da sua reserva financeira para ficar na poupança, e coloque a outra parte em outros investimentos que ofereçam maior rentabilidade. Mesmo a NuConta, do Nubank, oferece mais vantagens do que o rendimento da poupança em 2020. Portanto, a regra é diversificar e, claro, pesquisar muito até entender a melhor opção para a sua situação.

Aniversário da poupança: entenda o que é e como funciona

Outro conceito bem simples e importante para você entender melhor o rendimento da poupança hoje ou em outros anos é o aniversário da poupança. Explicando melhor: se você realiza uma aplicação na poupança no dia 5 de abril, por exemplo, esse será o dia em que, todo mês, a sua poupança irá gerar os juros da rentabilidade referentes à sua aplicação. Dessa forma, se você investir R$ 1.000 na poupança, por exemplo, em 5 de abril, somente no dia 5 de maio você receberá o rendimento acrescido ao valor inicial. 

Importante saber: a regra é um pouco diferente se o primeiro depósito ocorrer nos dias 29, 30 e 31, o aniversário será sempre no dia 1.

Além disso, antes de sair comemorando seu aniversário de poupança, é importante entender que, se você fizer um resgate antes do aniversário ou muitos dias depois, você não terá o rendimento completo. Por exemplo: você fez sua primeira aplicação no dia 5 de abril, mas fez o resgate do dinheiro no dia 2 de maio. Nesse caso, você perde o rendimento de um mês inteiro, do dia 5 de abril ao dia 5 de maio. Portanto, preste muita atenção nesses detalhes.

Quais os melhores bancos para abrir uma poupança hoje?

Com todas as informações que você teve até agora, pode estar pensando: ok, entendi como funciona o rendimento da poupança hoje, como é calculada a taxa de juros, o que significa rentabilidade nominal e rentabilidade real, etc. Mas como saber qual o banco com a maior taxa de juros para poupança?

E a resposta correta para essa pergunta é muito simples: todos os bancos possuem a mesma taxa. Isso porque os juros são os mesmos em qualquer instituição, uma vez que as regras são regulamentadas e definidas pelo Banco Central do Brasil. Então, na hora de escolher onde guardar o seu dinheiro e ter a melhor rentabilidade da poupança hoje, o mais indicado é optar por aqueles bancos mais consolidados e tradicionais. Tudo pela questão da segurança do seu dinheiro. 

Entre as opções mais conhecidas estão a poupança do Itaú, do Banco do Brasil, do Bradesco, do Santander e, claro, a poupança da Caixa. Assim, escolher entre qualquer uma dessas opções não fará muita diferença no fim, pelo menos não em termos de rentabilidade. O ideal é que você busque a instituição para fazer seus investimentos pensando em outros tipos de benefício, como atendimento ao público, redução de taxas, possibilidade ou não de liquidez diária, entre outras questões.

Como faço para abrir uma conta poupança?

Se você já entendeu como funciona o rendimento da poupança hoje, entendeu os riscos e as possibilidades de rendimento, e decidiu abrir sua conta-poupança, os passos são muito simples. No geral, os documentos necessários para abrir uma conta são sempre os mesmos, ou seja, RG, CPF e comprovante de residência. 

Normalmente, na hora de abrir sua conta-poupança, não é necessário comprovar renda. Ou seja, você pode fazer a abertura da poupança mesmo com o nome negativado no SPC e Serasa, por exemplo. Já em outros bancos você consegue até mesmo fazer a abertura de conta de forma totalmente online – especialmente pós-pandemia, quando muitos bancos se abriram para as possibilidades do atendimento digital.

Conclusão sobre o rendimento da poupança hoje

Enfim, chegamos até aqui. Por mais longo que tenha sido esse conteúdo, acredito que ele foi muito esclarecedor para você que ainda tinha dúvidas sobre a poupança, como ela funciona, de que forma a Selic e as taxas de juros impactam a rentabilidade, o que a inflação tem a ver com tudo isso, etc. 

Por fim, a conclusão é que, apesar de ser uma opção ainda muito buscada, o rendimento da poupança hoje já não é o melhor possível. E pode não ser a melhor opção para deixar suas economias rendendo. Isso porque, conforme vimos até aqui, na maioria das vezes a poupança oferece rendimentos muito baixos em comparação a outras modalidades no mercado. 

Atualmente, com o avanço da tecnologia, muitos bancos e fintechs oferecem taxas de rendimento maiores. Como é o caso do Nubank e até mesmo do Picpay. Ou seja, existem opções muito mais interessantes do que a poupança.

Bônus: pesquise possibilidades de investimento

Para ilustrar meu ponto e terminar esse conteúdo da melhor forma possível, existem 4 modalidades de investimento que são parecidas com a poupança. Entretanto, com elas você terá uma rentabilidade muito melhor, inclusive no caso de uma reserva de emergência. São elas:

  • Tesouro Selic
  • CDB com liquidez diária
  • LCI
  • Fundos DI com liquidez diária

Minha recomendação é que você pesquise um pouco sobre cada uma delas e tire suas próprias conclusões. Assim, com certeza você terá resultados melhores do que o rendimento da poupança hoje, mas ainda com a segurança de um investimento sem riscos ou com baixo risco. 

Para finalizar, um último conselho: antes de começar a investir e dar seus primeiros passos no mundo dos investimentos, conquiste uma boa estabilidade financeira e faça o melhor planejamento possível para seus gastos. Isso não significa ganhar muito dinheiro, e sim administrar muito bem o dinheiro que você ganha hoje. Afinal, de nada adianta você começar a investir se ainda tem problemas com dívidas, faturas atrasadas, saldo negativo, entre outras coisas.

Se preciso, pesquise por aplicativos de controle financeiro, crie planilhas para controlar e entender seus gastos ou até mesmo tenha um caderno para anotar essas informações. Com certeza isso dará a você muito mais autonomia lá na frente para começar a investir com mais confiança e um melhor direcionamento de seus objetivos. Desejo a você boa sorte!

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem Destacada: Nana_studio/shutterstock.com

Imagem 2: Sasun Bughdaryan/shutterstock.com
Imagem 3: Pru Studio/shutterstock.com

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar