De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), o salário mínimo em junho de 2020 deveria ter sido de R$ 4.595,60. Pelo menos essa é a estimativa feita pela departamento, considerando a necessidade de sustentar uma família de quatro pessoas. Sendo assim, esse valor é quase 4,5 vezes maior do que o valor atual do salário mínimo (R$ 1.045). Saiba mais detalhes nessa matéria.

É provável que você também goste:

FIES: estudantes já podem suspender parcelas no app do Banco do Brasil. Saiba como solicitar

Proposta estabelece novo benefício mensal de R$ 800. Saiba quem terá direito

Projeto permite ao trabalhador demitido receber mais parcelas do seguro-desemprego

Salário mínimo em junho de 2020 deveria ter sido de R$ 4.595,60

Conforme o levantamento do Dieese divulgado ontem (6), o salário mínimo em junho de 2020 deveria ter sido de R$ 4.595,60. Todos os meses, o Dieese divulga uma estimativa de quanto deveria ser o salário mínimo naquele mês para atender as necessidades básicas do trabalhador e de sua família. Nessa estimativa, são consideradas todas as necessidades que constam na Constituição, como saúde, alimentação, moradia, higiene, educação, moradia, transporte, lazer e Previdência Social.

O cálculo dessa estimativa, foi baseado no valor da cesta básica em São Paulo, a mais cara do país, que segundo o Dieese custou R$ 547,03 em junho.

Cabe ressaltar que em algumas capitais o valor da cesta básica é muito mais caro do que em outras. O Dieese calcula o preço dos alimentos em 16 capitais brasileiras. Dessas, 10 cidades, incluindo as três capitais do Sul e as quatro do Sudeste apresentaram redução no custo das cestas básicas.

Nas outras seis cidades pesquisadas, os custos aumentaram em relação a maio de 2020.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: rafastockbr via shutterstock

Marcado em:

Sobre o Autor

Eduardo Mendes

Cofundador

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. CoFundador do site Seu Crédito Digital.

Ver todos os artigos