Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Saque do PIS 2020/2021 está terminando. Saiba quem tem direito

Quem não efetuar o saque do PIS 2020/2021 até a próxima quarta-feira (30) vai ter que esperar uma nova abertura de pagamentos do benefício.

0

No próximo dia 30 de junho, a Caixa finaliza a liberação do Saque do PIS 2020/2021. Ele é pago aos trabalhadores do setor privado e servidores públicos que ganharam até 2 salários mínimos no ano base de 2019. Quem não efetuar o saque até o fim do mês vai ter que esperar uma nova abertura de pagamentos do benefício – ainda sem previsão de ocorrer. Por isso, confira abaixo quem tem direito a sacar o benefício.

Saque do PIS 2020/2021 está terminando

Se você trabalhou com carteira assinada no ano de 2019, e ganhou naquela época até dois salários mínimos, saiba que você tem direito ao PIS. Os pagamentos começaram em junho de 2020 para os correntistas da Caixa e do Banco do brasil e a liberação do valor seguiu o mês de nascimento do trabalhador. Já os créditos em conta foram depositados até fevereiro deste ano.

Entretanto, o prazo para fazer o saque do PIS 2020/2021 encerra na próxima quarta-feira (30). O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) diz que, mesmo que o beneficiário não faça o saque, ele não perde os valores. Ou seja, o abono salarial fica retido por até 5 anos, aguardando o saque do usuário. 

Seja membro

Em 2021, não vai haver uma nova liberação de valores. No entanto, o governo vai adiar os novos pagamentos para 2022. O abono PIS 2021 seria pago a partir de julho de 2021, para os brasileiros que trabalham com carteira assinada em 2020. Porém, por decisão unânime do Codefat, o calendário do PIS foi adiado para 2022. Dessa forma, a previsão é que o pagamento inicie em janeiro de 2022, com o novo valor do mínimo nacional do ano corrente. 

Quem tem direito ao PIS?

Nos seguintes casos, o trabalhador tem direito a receber o PIS:

  • Quem está cadastrado no NIS/PASEP há pelo menos 5 anos;
  • Trabalhador que recebeu a remuneração mensal média de até dois salários mínimos (ou seja, até R$ 2.200,00) durante o ano-base de 2020;
  • Além disso, recebe o PIS quem exerceu atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base 2020;
  • Por fim, quem tem seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base 2020.

Já aos trabalhadores das categorias abaixo, o PIS não é pago. São elas:

  • Trabalhadores urbanos ou rurais com vínculo a um empregador Pessoa Física;
  • Diretores sem vínculo empregatício, mesmo que a empresa tenha escolhido recolher o FGTS;
  • Empregados domésticos;
  • Menores aprendizes.

Por fim, para consultar o PIS, o trabalhador pode usar o app Caixa Trabalhador (disponível para Android | iOS). Ou ainda, é possível consultar por meio do site da Caixa, clicando aqui

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.