Será possível limpar o nome no SPC, Serasa e SCPC sem pagar a dívida?

O Brasil totalizou no mês de agosto de 2018, praticamente uma “Itália” de inadimplentes. Ou seja, 63,4 milhões de brasileiros, de acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito – SPC Brasil. Como se isso não bastasse, diversas empresas oferecem para limpar o nome no SPC, Serasa e SCPC sem pagar a dívida. Será que isso é possível? Tire todas as suas dúvidas aqui neste artigo.

Leia também:

SPC Brasil esclarece novo Cadastro Positivo com adesão automática

Será possível limpar o nome no SPC, Serasa e SCPC sem pagar a dívida?

Primeiramente, você precisa descobrir se o seu nome está negativado, e isso é muito simples de fazer. Além de poder consultar presencialmente, pela internet, você pode consultar diretamente no site Serasa Consumidor ou no Boa Vista Consumidor. Fazendo um simples cadastro nestes sites, você consegue verificar eventuais pendências financeiras. Ademais, pode consultar o seu score de crédito, que também é utilizado na análise de crédito que é realizada pelas instituições.

Sem dúvidas, limpar o nome no SPC, Serasa e SCPC sem pagar a dívida trata-se de um golpe. Na maioria das vezes, é passada uma falsa expectativa sobre este assunto.

Promessa de negociar com os credores

Uma hipótese é da empresa afirmar que vai identificar e negociar com os credores, e pede um valor por esta intermediação que pode não existir. O dinheiro é entregue como depósito ao escritório, e muito provavelmente o consumidor nunca mais verá o seu dinheiro e sequer conseguirá contato novamente com o negociador. Isso sequer é necessário fazer. Basta consultar diretamente os sites das instituições que acabamos de mencionar, e negociar diretamente com os seus credores.

Promessa de limpar o nome na justiça

Existem também escritórios que se oferecem para negociarem a dívida do consumidor considerando a cobrança de juros abusivos. É cobrada uma taxa para dar entrada no questionamento da dívida na justiça. O juiz, caso acate o pedido de uma liminar, remove o nome do inadimplente dos cadastros de proteção ao crédito. Entretanto, é bastante comum que a justiça analise o caso e considere que a dívida estava correta, e o nome do consumidor volta a ser negativado. Neste momento, o cliente procura o escritório que deu entrada na justiça e não encontra mais ninguém no local e sequer o telefone para entrar em contato.

Promessa de alterarem o banco de dados

Essa modalidade de oferta é gravíssima, e ilude os consumidores a terem os seus nomes removidos dos cadastros de inadimplentes mediante o pagamento de determinado valor. Primeiramente, cabe ressaltar que isso não existe. Normalmente, as empresas pedem sigilo, e não informam como fazem a retirada do nome. Infelizmente, o consumidor fica sem o dinheiro que pagou e continua sem limpar o nome no SPC, Serasa e SCPC. Portanto, fuja destes golpes!

Consumidor pode reclamar de juros abusivos

Existe sim a possibilidade de reclamar de juros abusivos judicialmente. Entretanto, antes de mais nada é importante entrar em contato diretamente com os seus credores e tentar viabilizar uma negociação dentro do seu orçamento. Você ainda pode pedir ajuda de órgãos de defesa do consumidor, como o Procon, para verificar se existe algum tipo de abuso ou erro na cobrança. Por fim, caso não tenha mais saída, procure por um advogado de sua confiança.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram e compartilhe com os seus amigos! Acompanhe artigos e notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Sobre o autor Ver Posts Author website

EDUARDO MENDES

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades.
Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e fundador dos sites Optclean Tecnologia, Conexão Estudante e Seu Crédito Digital.

Comentários no Facebook