Tag - Dia dos Namorados

60% dos brasileiros devem ir às compras no Dia dos Namorados, diz SPC Brasil

60% dos brasileiros devem ir às compras no Dia dos Namorados, diz SPC Brasil

Ainda em meio a um quadro de atividade econômica desaquecida, o apetite de gastos do brasileiro este ano deve ser mais moderado ao ir às compras no Dia dos Namorados. Todavia, um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais mostra que seis em cada dez consumidores (63%) esperam presentear alguém na data, o que representa aproximadamente 98,7 milhões de pessoas — número que se mantém estável na comparação com o ano passado. Os dados também mostram que em 2018, 57% adquiriram presentes. Contudo, para este ano, a expectativa é de que sejam injetados cerca de 12,53 bilhões de reais na economia.

É provável que você também goste:

Inadimplente brasileiro deve R$ 3,2 mil, revela indicador CNDL/SPC Brasil

Banco Central quer permitir contas em dólar no Brasil.

60% dos brasileiros devem ir às compras no Dia dos Namorados, diz SPC Brasil

Em média, o consumidor planeja desembolsar R$ 126,98 com os presentes do Dia dos Namorados. Uma queda de 27,5% em relação a 2018, já descontada a inflação acumulada do período. Importante notar que 15% ainda não decidiram o valor que será gasto. Para um terço (34%) dos entrevistados, a intenção é gastar a mesma quantia do ano passado, enquanto 28% mais. Outros 17% esperam diminuir o valor gasto, principalmente as mulheres (26%). Quanto à forma de pagamento, 59% disseram que pretendem pagar a compra à vista, especialmente em dinheiro (38%) e 39% preferem parcelar.

Primeiramente, de acordo com o levantamento, seis em cada dez (63%) consumidores garantem que comprarão um único presente, enquanto 27% pretendem adquirir dois ou mais itens.

“O país ainda vive os efeitos de um quadro com altos níveis de desemprego e orçamento apertado. Embora para muitos consumidores o momento seja de conter os gastos, esta é uma data importante, em que o ato de presentear acaba sendo uma demonstração de afeto”, destaca o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

Mais da metade dos consumidores tem a percepção de que os produtos estão mais caros este ano; 76% pesquisarão preços antes de comprar

Quase seis em cada dez entrevistados (56%) têm a percepção de que os produtos estão mais caros do que no ano passado. Outros 38% acreditam que os presentes se mantiveram na mesma faixa de preço e apenas 5% acham que os produtos estão mais baratos do que em 2018. De olho no bolso, 76% dos consumidores pretendem fazer pesquisa de preço. Entre os que disseram ir em busca de melhores ofertas, 69% pretendem usar a internet como aliada, 48% pesquisarão em shoppings e 43% em lojas de rua.

O simbolismo em torno desta data comemorativa ajuda a explicar a decisão de presentear. A pesquisa constatou que 47% dos que farão compras no Dia dos Namorados consideram o ato de presentear um gesto importante, ao passo que 46% têm o costume de presentear as pessoas que gostam. Os mais lembrados na ocasião serão os cônjuges (59%) e namorados (35%).

A sondagem revela ainda que 52% pretendem ir às compras na primeira semana de junho. Já 16% deixarão para a véspera do Dia dos Namorados e 14% disseram antecipar para o mês de maio.

Roupas deve ser o principal item das compras no Dia dos Namorados

Roupas são o principal item de quem irá presentear e se preparar para a comemorar a data; 32% planejam fazer compras em shoppings

Este ano, o levantamento revelou que os gastos devem envolver mais do que a compra do presente. Para 63% dos entrevistados, os gastos com a aquisição de um produto ou serviço terão um motivo especial: a preparação para comemorar a data. Portanto, os itens mais mencionados foram as roupas (30%), os perfumes, cosméticos ou maquiagem (19%), a lingerie ou peça íntima (18%), os calçados (11%) e os tratamentos estéticos, como salão de beleza e barbearia, manicure, depilação (9%).

Quanto ao local de compra, os shopping centers despontam como principal destino, com 32% das citações. Em segundo lugar aparecem as lojas online (18%), seguidas das lojas de rua (11%), das lojas de departamento (11%) e dos shoppings populares (9%). Em relação aos fatores que mais influenciam a escolha do local, 55% mencionaram os preços, 48% a qualidade do produto e 41% as promoções.

Local

Já em relação ao local onde será comemorado o Dia dos Namorados, os consumidores se dividem. Eles variam entre a própria casa (37%) e os restaurantes (27%). Na escolha do presente, os fatores mais levados em conta são: a qualidade do produto (23%) e o perfil do presenteado (20%). Ainda segundo apontou a pesquisa, 70% acreditam que também vão receber presentes na data.
33% pretendem comprar presentes mesmo com contas em atraso, entre esses a maioria está com nome sujo

Para impressionar o parceiro, muitos consumidores não veem limites e até ignoram os compromissos financeiros já assumidos. A pesquisa mostra que três em cada dez (33%) entrevistados que pretendem comprar presentes irão às compras mesmo com contas em atraso. Entre esses, 69% estão com CPFs negativados em serviços de proteção ao crédito. Ademais, 7% deixarão de pagar alguma conta para comprar o presente da pessoa amada.

Enfim, os dados revelam ainda que 30% reconhecem gastar mais do que podem na compra de presentes para o parceiro. As justificativas para ultrapassar os limites do orçamento passam pelo desejo:

  1. de agradar o cônjuge ou namorado (37%);
  2. por achar que o parceiro merece (34%);
  3. e pelo desejo de impressionar (10%).

“Para os que têm contas em atraso ou estão negativados, existem outras formas de surpreender o parceiro. Fazer um esforço além da própria capacidade de pagamento pode comprometer ainda mais o orçamento. É preciso, acima de tudo, ter disciplina para conter os gastos e usar a criatividade”, orienta o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli.

Metodologia

A pesquisa foi realizada por meio de entrevistas com 894 casos em um primeiro levantamento para identificar o percentual de pessoas com intenção de comprar presentes no Dia dos Namorados. Por fim, continuaram a responder o questionário 605 casos de consumidores que tinham a intenção de comprar presente no Dia dos Namorados este ano. As margens de erro, respectivamente, são de 3,3 pontos percentuais e 4,0 p.p. para um intervalo de confiança a 95%. Baixe a íntegra da pesquisa aqui neste link.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter, Instagram. Assim, acompanhe notícias sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Dia dos Namorados: nome sujo no SPC e Serasa vai atrapalhar compras

Dia dos Namorados: nome sujo no SPC e Serasa vai atrapalhar compras

Seis em cada dez brasileiros devem ir às compras no Dia dos Namorados. Entretanto, o gasto médio deve ser menor que em 2018, estimam CNDL/ SPC Brasil. A expectativa é de que a data movimente R$ 12,5 bilhões; quase 99 milhões de pessoas pretendem presentear o parceiro e shoppings despontam como principal destino de compras. Tíquete médio será de R$ 127, uma queda real de 27% em relação ao ano passado.

É provável que você também goste:

Dia dos Namorados: O Boticário esclarece kits grátis pelo WhatsApp e oferece brindes reais

Nome sujo no Serasa bate novo recorde e alcança 63,2 milhões de brasileiros

Dia dos Namorados: nome sujo no SPC e Serasa vai atrapalhar compras

Ainda em meio a um quadro de atividade econômica desaquecida, o apetite de gastos do brasileiro este ano deve ser mais moderado ao ir às compras no Dia dos Namorados. Um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais mostra que seis em cada dez consumidores (63%) esperam presentear alguém na data, o que representa aproximadamente 98,7 milhões de pessoas — número que se mantém estável na comparação com o ano passado. Os dados também mostram que em 2018, 57% adquiriram presentes. Para este ano, a expectativa é de que sejam injetados cerca de 12,53 bilhões de reais na economia.

Em média, o consumidor planeja desembolsar R$ 126,98 com os presentes do Dia dos Namorados, ante R$ 166,87 em 2018 — uma queda de 27,5%, já descontada a inflação acumulada do período. Importante notar que 15% ainda não decidiram o valor que será gasto. Para um terço (34%) dos entrevistados, a intenção é gastar a mesma quantia do ano passado, enquanto 28% mais. Outros 17% esperam diminuir o valor gasto, principalmente as mulheres (26%). Quanto à forma de pagamento, 59% disseram que pretendem pagar a compra à vista. Dentre estes, especialmente em dinheiro (38%) e 39% preferem parcelar.

De acordo com o levantamento, 63% dos consumidores garantem que comprarão um único presente. Todavia, 27% pretendem adquirir dois ou mais itens no Dia dos Namorados.

“O país ainda vive os efeitos de um quadro com altos níveis de desemprego e orçamento apertado. Embora para muitos consumidores o momento seja de conter os gastos, esta é uma data importante, em que o ato de presentear acaba sendo uma demonstração de afeto”, destaca o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

Mais da metade dos consumidores tem a percepção de que os produtos estão mais caros este ano; 76% pesquisarão preços antes de comprar

Cerca de 56% têm a percepção de que os produtos estão mais caros do que no ano passado. Outros 38% acreditam que os presentes se mantiveram na mesma faixa de preço e apenas 5% acham que os produtos estão mais baratos do que em 2018. De olho no bolso, 76% dos consumidores pretendem fazer pesquisa de preço. Entre os que disseram ir em busca de melhores ofertas, 69% pretendem usar a internet como aliada, 48% pesquisarão em shoppings e 43% em lojas de rua.

O simbolismo em torno desta data comemorativa ajuda a explicar a decisão de presentear. 47% dos que farão compras no Dia dos Namorados consideram o ato de presentear um gesto importante. Contudo, 46% têm o costume de presentear as pessoas que gostam. Os mais lembrados na ocasião serão os cônjuges (59%) e namorados (35%).

A sondagem revela ainda que 52% pretendem ir às compras na primeira semana de junho. Já 16% deixarão para a véspera do Dia dos Namorados e 14% disseram antecipar para o mês de maio.

Roupas são o principal item de quem irá presentear e se preparar para a comemorar a data; 32% planejam fazer compras em shoppings

Este ano, o levantamento revelou que os gastos devem envolver mais do que a compra do presente. Para 63% dos entrevistados, os gastos com a aquisição de um produto ou serviço terão um motivo especial. Ou seja, a preparação para comemorar a data. Para isso, os itens mais mencionados foram as roupas (30%), os perfumes, cosméticos ou maquiagem (19%), a lingerie ou peça íntima (18%), os calçados (11%) e os tratamentos estéticos, como salão de beleza e barbearia, manicure, depilação (9%).

Quanto ao local de compra, os shopping centers despontam como principal destino, com 32% das citações. Em segundo lugar aparecem as lojas online (18%), seguidas das lojas de rua (11%), das lojas de departamento (11%) e dos shoppings populares (9%). Em relação aos fatores que mais influenciam a escolha do local, 55% mencionaram os preços, 48% a qualidade do produto e 41% as promoções.

Já em relação ao local onde será comemorado o Dia dos Namorados, os consumidores se dividem. As escolhas vão desde a própria casa (37%) e os restaurantes (27%). Na escolha do presente, os fatores mais considerados são a qualidade do produto (23%) e o perfil do presenteado (20%). Ainda segundo apontou a pesquisa, 70% acreditam que também vão receber presentes na data.

33% pretendem comprar presentes para o Dia dos Namorados mesmo com contas em atraso. Ademais, entre esses a maioria está com nome sujo.

Para impressionar o parceiro, muitos consumidores não veem limites e até ignoram os compromissos financeiros já assumidos. A pesquisa mostra que 33% dos entrevistados que pretendem comprar presentes irão às compras mesmo com contas em atraso. Entre esses, 69% estão com CPFs negativados em serviços de proteção ao crédito. Além disso, 7% deixarão de pagar alguma conta para comprar o presente da pessoa amada.

Os dados revelam ainda que 30% reconhecem gastar mais do que podem na compra de presentes para o parceiro. As justificativas para ultrapassar os limites do orçamento passam pelo desejo de agradar o cônjuge ou namorado (37%), por achar que o parceiro merece (34%) e pelo desejo de impressionar (10%).

“Para os que têm contas em atraso ou estão negativados, existem outras formas de surpreender o parceiro. Fazer um esforço além da própria capacidade de pagamento pode comprometer ainda mais o orçamento. É preciso, acima de tudo, ter disciplina para conter os gastos e usar a criatividade”, orienta o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli.

Metodologia

A pesquisa foi realizada por meio de entrevistas com 894 casos em um primeiro levantamento para identificar o percentual de pessoas com intenção de comprar presentes no Dia dos Namorados. Em seguida, continuaram a responder o questionário 605 casos de consumidores que tinham a intenção de comprar presente no Dia dos Namorados este ano. As margens de erro, respectivamente, são de 3,3 pontos percentuais e 4,0 p.p. para um intervalo de confiança a 95%.

Baixe a íntegra da pesquisa aqui neste link.

SPC Brasil

Há 60 anos no mercado, o SPC Brasil possui um dos mais completos bancos de dados da América Latina. Com informações de crédito de pessoas físicas e jurídicas. É a plataforma de inovação do Sistema CNDL para apoiar empresas em conhecimento e inteligência para crédito, identidade digital e soluções de negócios. Oferece serviços que geram benefícios compartilhados para sociedade, ao auxiliar na tomada de decisão e fomentar o acesso ao crédito. É também referência em pesquisas, análises e indicadores que mapeiam o comportamento do mercado, de consumidores e empresários brasileiros, contribuindo para o desenvolvimento da economia do país.

CNDL

Criada em 1960, a CNDL é formada por Federações de Câmaras de Dirigentes Lojistas nos estados (FCDLs), Câmaras de Dirigentes Lojistas nos municípios (CDLs), SPC Brasil e CDL Jovem, entidades que, em conjunto, compõem o Sistema CNDL. É a principal rede representativa do varejo no país e tem como missão a defesa e o fortalecimento da livre iniciativa. Atua institucionalmente em nome de 500 mil empresas, que juntas representam mais de 5% do PIB brasileiro, geram 4,6 milhões de empregos e movimentam R$ 340 bilhões por ano.

Enfim, gostou da notícia?

Então nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Acompanhe nossos artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao mundo das fintechs.

O Boticário está dando Kit de perfumes Dia dos Namorados grátis pelo WhatsApp?

O Boticário está dando Kit de perfumes Dia dos Namorados grátis pelo WhatsApp?

Faltando poucos dias para o Dia dos Namorados, novamente aparece, como nos outros anos ou eventos comemorativos, como Dia das Mães, Dia dos Pais, entre outros, o anúncio de que há uma promoção da O Boticário. A mensagem aponta para um site chamado Derb Club e diz que O Boticário está dando kit de Dia dos Namorados para quem entrar no site:

“Olá, O Boticário está dando kit de perfumes para o dia dos namorados totalmente grátis. Acesse o site e pegue o seu [site] _ Promoção válida até durarem os estoques”.

É provável que você também goste:

Dia dos Namorados: O Boticário esclarece kits grátis pelo WhatsApp e oferece brindes reais

Cofrinho da NuConta agora tem a garantia do FGC, saiba como ativar

Quando o usuário entra no site, aparece a seguinte mensagem de apresentação com uma lista de perguntas:

“Kit’s Grátis Dia dos Namorados O Boticário você foi convidado a participar de nossa breve pesquisa para ganhar um kit de Perfumes Responda as perguntas abaixo:

1) Qual kit você gostaria de ganhar? Egeo Dolce Feminino Malbec Masculino. 2) O kit é para uso próprio ou presente para o namorado (a)? 3) Presente Uso Próprio Você indicaria nssa promoção para amigos ou familiares? Sim, Claro Não.

Contudo, não importando quais serão os tipos de respostas, você receberá uma mensagem pedindo para compartilhar a história. E a mensagem posteriormente é a seguinte:

“Você ganhou um kit de perfumes Como receber seu Kit: 1. Compartilhe está promoção com 30 amigos ou grupo no seu WhatsApp (clicando no botão COMPARTILHAR abaixo) 2. Depois de compartilhar, você será direcionado para finalizar o processo e receber o kit em sua casa. 3. Você receberá a confirmação dentro de 2 a 5 minutos. Compartilhe até completar a barrinha”.

Mas, afinal, O Boticário está novamente dando kits de perfume para o Dia dos Namorados?

Sempre quando há alguma data comemorativa, esse tipo de mensagem, especialmente a do kit do O Boticário começa a aparecer. Assim como aconteceu no Dia das Mães, confira aqui. Portanto, obviamente isso é falso.

Até porque é necessário que você fique atento, pois O Boticário só lançará alguma promoção diretamente em seus canais oficiais. Portanto, desconfie sempre desse tipo de promoção que esteja vindo pelo WhatsApp, ainda mais associada a algum link que te levará para outro site.

Por fim, confira esta mensagem de 2018, do próprio O Boticário:

Enfim, gostou da notícia sobre o Kit Dia dos Namorados?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.