Se você não pôde começar 2020 com o nome limpo nas instituições de crédito, não se preocupe. Com o ano iniciando, são muitas as opções para limpar o nome, como o Feirão Limpa Nome Serasa, que possibilitará que consumidores e lojas façam acordos para quitar dívidas. Mas enquanto isso não acontece, existem algumas formas de conquistar mais poder de compra. Uma delas é com o uso de cartões de crédito sem consulta ao SPC e Serasa. A seguir, vamos falar sobre por que os bancos consultam seu CPF e listar 5 cartões de crédito que não fazem essa consulta.

É provável que você também goste:

Quem pode solicitar o cartão de crédito sem consulta ao SPC e Serasa da Caixa?

Aproveite: PagSeguro oferece ZERO taxas até o Carnaval na Moderninha X

Quais as vantagens do cartão de crédito Olé do Santander sem anuidade e sem consulta ao SPC/Serasa.

Consulta de CPF: por que ela é feita?

É comum que, antes de conceder algum crédito ou serviço ligado a dinheiro, as instituições tenham como procedimento padrão a consulta de crédito, checando informações relacionadas ao cliente. Assim, é possível traçar um perfil da pessoa em questões, direcionando-a a produtos ou serviços que façam mais sentido para ela.

Além disso, a consulta de crédito é uma forma de garantia para a instituição, que espera um retorno financeiro seguro pelos seus serviços. E essa verificação junto a órgãos como SPC e Serasa a partir do CPF do comprador é uma das formas mais comuns de fazer a consulta, garantindo que o cliente não esteja inadimplente, ou seja, com o nome sujo.

Cartões de crédito sem consulta ao SPC e Serasa

Apesar disso, ainda existem instituições que oferecem cartões sem consultar o histórico do cliente, desde cartões de crédito pré-pagos até cartões consignados. A seguir, apresentamos uma lista com 5 cartões de crédito sem consulta ao SPC e Serasa. Confira!

AliExpress

Uma opção do time pré-pago. O cartão de crédito AliExpress permite que você recarregue e utilize esse cartão dentro do seu saldo disponível. É como um cartão de crédito reverso: você paga para depois poder usar. É mais voltado para quem realiza muitas compras em sites internacionais, mas não possui um cartão de crédito internacional.

Ibicard

O cartão de crédito Ibicard Fácil serve para ajudar usuários a pouparem dinheiro e, assim, ter crédito disponível para compras e parcelamentos. É uma ótima opção para quem deseja iniciar o ano com mais economia. Com ele, o limite de crédito é definido pelo próprio usuário, que pode realizar depósitos vinculados a esse cartão. No futuro, é possível utilizar apenas 90% desse limite, economizando o restante e, quem sabe, até mesmo investindo em CDB.

Neon

Esse cartão de crédito funciona como uma conta digital da Neon Pagamentos. Com ele, é possível investir em CDB com liquidez diária e ainda conquistar remunerações de 100% do CDI. Também possibilita realizar TEDs, depósito por boletos, transferências, saques e, claro, utilizar o cartão de crédito virtual – que funciona a partir do seu saldo da conta.

BMG

Funcionando como opção de cartão de crédito consignado, o Banco BMG é liberado apenas para aposentados, pensionistas e servidores públicos. Pode ser vinculado a partir de uma conta digital e gerenciado diretamente por um aplicativo, facilitando seu uso.

PAN

Assim como o anterior, o cartão de crédito sem consulta ao SPC e Serasa do Banco Pan é voltado também para beneficiários do INSS e alguns outros tipos de servidores (consulte diretamente no site do banco). Além de ter uma das melhores taxas de juros disponíveis hoje, o cartão de crédito PAN não possui anuidade e pode ser usado para compras internacionais. É uma boa opção de cartão de crédito consignado.

Além disso, você também pode conferir 10 opções de cartão de crédito sem consulta ao SPC e Serasa para começar 2020 sem prejudicar seu orçamento. Não deixe de consultar todos os serviços e avaliar aquele que faz mais sentido para você neste início de ano, levando em conta aspectos como taxa de juros, anuidade e tempo de aprovação do cartão, por exemplo.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Imagem: Jacob Lund, via Shutterstock.