Inter pretende ensinar jovens a investir através da “gamificação” e do metaverso

O banco Inter é um dos bancos digitais que mais têm investido em educação financeira nos últimos tempos.

Um dos seus mais recentes projetos nesse sentido foi a conta corrente Kids, destinada a menores de 18 anos.

Criado em 2020, o produto atingiu a marca de 1 milhão de usuários no final de 2021.

Os serviços oferecidos pela conta variam desde cartão de débito e pagamento de contas até gift cards e investimentos de renda fixa, como CDBs e LCI. Dentre os usuários Kids, 80% são adolescentes entre 13 e 17 anos e os outros 20% são crianças entre zero e 12 anos.

Devido ao sucesso da conta Kids e à aquisição de 50% da IM Designs, o Inter decidiu investir no metaverso e home broker – sistema que permite a negociação de ações e outros ativos financeiros.

Dessa forma, investir no metaverso é uma forma do Inter se aproximar mais da linguagem dos jovens, a fim de ‘gamificar’ a experiência bancária.