Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Bolsonaro desiste mais uma vez de programa social e retoma Bolsa Família em 2021

0

O programa social Renda Brasil, um projeto do Governo Bolsonaro para substituir o Bolsa Família, nem nasceu e já está descartado. Isso porque não houve acordo entre governo e líderes do Congresso. Sendo assim, em 2021, após o fim do Auxílio Emergencial, o governo vai voltar a pagar o Bolsa Família normalmente.

É provável que você também goste:

LIVE do SCD: 13° salário do Bolsa Família e 14° salário do INSS, será que vai ROLAR?

C6 Bank é o mais novo Unicórnio brasileiro, com aporte de R$ 1,3 bilhão

Veja como consultar o saldo da poupança na Caixa

Nos dois últimos dias, parlamentares tomaram essa decisão com os ministros da Economia, Paulo Guedes, da Secretaria de Governo, Eduardo Ramos e o presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro desiste de criar novo programa social

Além disso, a inclusão de uma parcela dos beneficiários do Auxílio Emergencial que ficarão desassistidos após o fim dos pagamentos deve ocorrer em fevereiro, quando for discutido o orçamento da União em 2021.

Neste ano, o calendário do Congresso ficou apertado. Assim sendo, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deve ser votada apenas no dia 16 de dezembro. Caso não seja aprovada a tempo, há risco de haver uma paralisação da máquina pública no início do ano que vem.

Bolsa Família e Auxílio Emergencial

O programa Bolsa Família foi criado no Governo Lula e é o maior programa de transferência de renda do Brasil, atendendo cerca de 20 milhões de pessoas, com um valor médio de R$ 192. Em 2021, o orçamento para o Bolsa Família é de R$ 35 bilhões.

Já o auxílio emergencial, criado em abril para conter os efeitos da crise econômica da covid-19, beneficia 67 milhões de brasileiros, dentre eles os beneficiários do Bolsa Família. As cinco primeiras parcelas foram de R$ 600 por mês, mas o governo liberou mais quatro parcelas extras de R$ 300. Em alguns casos, o valor da parcela poderia ser o dobro.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Comentários
Carregando...