Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

O empréstimo do Caixa Tem vale a pena?

Apesar de ser voltado para a população de baixa renda, os juros do empréstimo do Caixa Tem são bem altos.

0

Na última segunda-feira (27), a Caixa lançou a sua nova linha de crédito por meio do Caixa Tem. Em suma, o programa de empréstimo tem uma taxa de juros alta e nada favorável: 3,99% ao mês, para um empréstimo de até 24 meses. Ademais, será que o solicitante passa pela análise de crédito ao pedir o empréstimo do Caixa Tem? Confira a seguir.

Conheça 3 empréstimos mais vantajosos que o crédito Caixa Tem

Sobre o empréstimo do Caixa Tem

O usuário pode solicitar empréstimo com valor entre R$ 300 e R$ 1 mil. Além disso, o empréstimo pelo Caixa Tem vai ter uma taxa de 3,99% ao mês e dá até 24 meses para o usuário pagar. De acordo com o relatório Estatísticas Monetária e de Crédito, do Banco Central, a taxa média do sistema bancário está em 1,45% ao mês; já a taxa de juros do crédito pessoal geral é de 2,42% mensais.

A nova linha de empréstimo do Caixa Tem ocorre em um momento em que o auxílio emergencial está perto de acabar. Além disso, o governo não encontrou solução para bancar o Auxílio Brasil, o novo programa social que deve incorporar parte dos brasileiros que ficarão sem o auxílio emergencial.

O empréstimo do Caixa Tem vale a pena?

A liberação do crédito, que tem taxa de juros mensal de 3,99%, ocorre em meio a sucessivas altas da taxa Selic. E isso pode encarecer ainda mais o crédito para as famílias com poucos recursos que são alvo da nova linha de crédito. De acordo com a professora Myrian Lund, especialista em Finanças e professora dos MBAs da Fundação Getulio Vargas (FGV):

“A economia deixando de crescer é um inconveniente para o governo. É uma forma de tentar manter o PIB com essa população consumindo. As pessoas têm que ter algum consumo para sustentar o PIB. Vejo hoje essa medida de tentar segurar a economia, com juros subindo, a inflação lá em cima, um quadro negativo para a economia do país. O governo está estimulando as pessoas a irem ao consumo, mantendo o mínimo da economia funcionando. Não é por acaso a data escolhida para liberar o crédito. É para dar continuidade ao auxílio que termina e continua a parte da política sem embasamento nenhum”.

Por fim, a economista diz que a medida voltada à população de baixa renda e vulnerável vai elevar o endividamento das famílias. E é justamente por causa do alto risco de inadimplência que a Caixa está oferecendo o crédito cobrando juros mais altos.

Além de ter uma taxa de juros extremamente alta, o empréstimo do Caixa Tem impede que os beneficiários do Bolsa Família tenham acesso ao benefício. Além disso, a Caixa cita que quem está restrição no CPF e com o nome sujo na praça não deve ter acesso ao empréstimo.

O programa de empréstimo do Caixa Tem se destina para a população de baixa renda. No entanto, ele foi duramente criticado pelos economistas, já que as famílias mais vulneráveis estão sujeitas a um alto risco de endividamento. Além disso, muitas entidades defendem a criação de uma renda básica mínima no Brasil. Sendo assim, é possível encontrar outras opções mais interessantes disponíveis no mercado.

Enfim, quer saber mais sobre tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal  do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Sidney de Almeida / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.