Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Estudantes em dia com o Fies se revoltam com descontos oferecidos pelo governo

0

Aberta no dia 7 de março, a renegociação das dívidas do Fies tem gerado muita revolta entre os estudantes. Muitos ficaram empolgados quando foi anunciado que o desconto poderia chegar até 92% da dívida. O que a maioria não soube, é que o desconto é só para quem possui atraso no pagamento dos débitos.

Em dezembro de 2021, o presidente Jair Bolsonaro, editou a medida provisória n°1.090. Ela define as regras e descontos para o Fies, o programa de financiamento estudantil, do Ministério da Educação. Uma das iniciativas é o abatimento, que pode chegar até 92% da dívida estudantil, mas só para os que possuem mais de 3 parcelas em atraso.

É provável que você também goste:

Fies: inscrições serão reabertas por 24 horas nesta terça (15)

Refinanciamento de dívidas Fies com desconto de 92% inicia podendo ser parcelado em 150 vezes

Estudantes se revoltam com desconto do Fies

A principal crítica dos estudantes é que essa medida incentiva o atraso do Fies. Quem está inadimplente com o programa tem vantagem sobre quem pagou tudo em dia. Apesar dos elogios pelos descontos concedidos, a maioria acha que a regra deveria valer para todos.

Muitos acreditam que teria sido melhor se não mantivesse a dívida em dia. Dessa forma, a medida gerou muita repercussão nas redes sociais.

 

Como funciona o refinanciamento de dívidas do Fies

De acordo com o Ministério da Educação, são aproximadamente 1 milhão de estudantes que já podem renegociar as dívidas com o Fies, o Fundo de Financiamento Estudantil. Portanto, a regra determina que qualquer estudante com contrato de financiamento estudantil firmado até o ano de 2017 que possua dívidas no programa, pode reparcelar o débito.

O percentual do desconto pode variar de acordo com o perfil e o atraso da dívida do estudante, e vai de 12% à 92% de abatimento no valor total. Ademais, quem deseja participar da renegociação deverá entrar em contato com os agentes financeiros, que são o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar