Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Guia de Pontos e Milhas para Iniciantes

O programa de pontos é uma forma que as empresas encontraram para gratificar seus clientes assíduos.

0

O programa de pontos, mais conhecido como programa de milhas aéreas, é uma forma que as empresas encontraram para gratificar seus clientes assíduos.

A ideia é que os clientes vejam mais vantagens em continuar a utilizar o serviço do que a oferta de pontos em si, através daquilo que mais gostam: viajar. Além disso, é um benefício interessante para quem gosta de economizar.

Neste guia, será explicado tudo o que qualquer um que queira viajar e pagar menos precisa saber. Por exemplo: como funciona o programa de milhas aéreas, como acumular pontos e como usar. Para isso, será importante saber a diferença entre Pontos e Milhas.

O que é um programa de pontos?

Seja membro

Embora cada empresa chame de uma maneira diferente, o programa de pontos é o método utilizado para que o cliente tenha mais benefícios ao viajar mais vezes. Ele funciona através do acúmulo de pontos na compra de produtos ou a conversão de milhas viajadas por milhas bônus.

Não são, porém, todas as empresas e planos que permitem que todos os clientes ingressem no sistema de pontos. Geralmente, o programa de pontos é utilizado como um benefício extra, por isso, é dedicado para serviços e contratos únicos.

Desta forma, é importante que o consumidor fique atento ao contrato de adesão antes de assinar. nele, é descrito sobre quantos pontos poderão se tornar em milhas, onde poderão ser usadas, validade e quanto é preciso gastar para acumular pontos para viajar.

Como funciona um programa de pontos?

Um bom exemplo são as operadoras de cartões de crédito. Se prestar atenção nos serviços ofertados por alguns tipos de cartão, será visível que a grande maioria não oferece a participação no programa de pontos. No entanto, as que oferecem, são para cartões mais robustos e com limites mais altos. Exceto alguns lançamentos.

Uma vez que se faz parte do programa, os valores são convertidos em pontos conforme o cartão é utilizado. Desde a compra de um simples cafezinho, até mesmo a compra de um carro. Além disso, existem empresas com ofertas exclusivas para retornar em pontos, conforme o valor do produto que está à venda naquele momento.

Existem casos, por exemplo, que o consumo de R$ 1.000,00, durante uma promoção da loja onde foi efetuada a compra, pode se converter em 2 mil ou 3 mil pontos. Esse número é interessante, pois viagens para dentro do país costumam ser mais baratas, o que consome menos pontos.

Qual a diferença entre pontos e milhas?

Atualmente, não há uma grande diferença na prática, o que faz com que reste somente a diferença no nome.

Programa de pontos e programa de milhas eram diferentes porque os pontos eram a forma como as operadoras chamavam o sistema de pontuação por venda de produtos. Já as milhas eram a conversão de milhas viajadas para milhas bônus e os dois não se misturavam.

Porém, com o passar do tempo e e a utilização dos programas de fidelidade, passou-se a ter o mesmo uso e o mesmo sentido. Até mesmo a forma como é feito o acúmulo de pontos ou milhas, já que não é mais necessário viajar para acumulá-los.

Além disso, os programas de fidelidade convertem os pontos em milhas, o que permite com que o cliente escolha em qual companhia aérea deseja viajar. Essa escolha lhe dá mais liberdade sobre suas milhas, pois não precisa gastá-las de uma vez.

Como acumular pontos?

A forma mais prática de acumular pontos, sem precisar viajar, é através do uso do cartão de crédito. Contudo, é válido lembrar que o serviço precisa ter o programa de pontos incluso em seus benefícios.

O valor da pontuação, que é convertida de um por ponto, varia conforme cada operadora, mas a maioria oferta 1 ponto por dólar gasto. Entretanto, esta é uma estimativa e pode sofrer alterações de operadora para operadora. Vale a pena consultar primeiro todos estes detalhes antes da adesão ao programa.

Outro detalhe para se ficar atento é que, em lojas brasileiras, os pontos são baseados em reais e acontecem muitas promoções em que o cliente pode dobrar seus pontos. Logo, uma dica é ficar atento às promoções.

Além disso, outra dica importante é ficar de olho nos benefícios do cartão de crédito para saber qual a política da instituição em relação ao acúmulo do programa de pontos e milhas. Pode haver diversas promoções, inclusive de parceria entre instituições, e o cliente pode acabar por aproveitar ainda mais os benefícios. 

O que são milhas?

As milhas aéreas surgiram como uma forma das companhias aéreas gratificarem seus clientes mais assíduos. Quanto mais viajavam pela mesma companhia, mais acumulavam milhas que poderiam servir de desconto para a próxima viagem.

É devido a isso que as milhas de uma companhia aérea não têm validade sobre a outra. Contudo, com o passar do tempo, viajar deixou de ser a única forma de fazer parte do programa de milhas. Pois é possível fazer isso através de compra de produtos sem sair de casa.

Ao acumular pontos para converter em milhas, o cliente não fica preso à companhia, pois pode escolher onde e quando usará os pontos que juntou através do programa. Isso concede a ele mais liberdade de escolha. 

Como funcionam as milhas?

O programa de milhas trabalha com a conversão de pontos em milhas. Seu uso é calculado com base na distância que será percorrida na viagem, depois abatida nas milhas que possui. O cálculo é feito em milhas, porque o programa começou no exterior e lá não é calculado como quilômetro.

Caso não haja milhas suficientes para cobrir toda a passagem, o cliente tem a opção de abater tudo o que for possível com milhas e acertar a diferença com outra forma de pagamento. Por isso, é comum que os viajantes assíduos optem pela mesma companhia aérea sempre que podem, pois preferem acumular mais milhas. Ou seja, o programa de pontos e milhas é, basicamente, um sistema cíclico. 

Além disso, o uso do programa de milhas permite que a passagem seja paga em seu valor integral, o que diminui o gasto da viagem. Esse método faz com que viagens internacionais, em que os custos oscilam devido ao dólar, se tornem mais fáceis para o viajante.

Quantos pontos equivalem a uma milha?

A quantidade de pontos necessária para converter em milha, varia de operadora para operadora. Essa informação é detalhada sempre na adesão do cartão de crédito que tiver o serviço incluso.

Mas para ter uma base, o Banco Itaú, por exemplo, converte 1,25 pontos para 1 milha, em média. No entanto, essa conversão também muda de cartão para cartão. Vale a pena consultar essa informação antes de se planejar sobre os gastos.

A verdade é que acumular pontos para converter em milhas depois é uma estratégia prática e bem-vinda. Quem tem o hábito de comprar tudo no cartão de crédito, já deve ter uma passagem de ida e volta para Londres sem saber, uma vez que as empresas incentivam participar do programa de pontos o tempo todo.

Mesmo viagens dentro do Brasil podem se mostrar baratas com o uso do programa de milhas, uma vez que consomem menos pontos e é possível pagar a passagem em seu valor integral com elas.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Wichudapa / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.