Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Nubank libera investimento em fundos imobiliários direto no aplicativo

0

Para tornar a experiência do usuário ainda mais completa, o Nubank liberou investimentos em fundos imobiliários (FIIs) dentro do aplicativo. 

No aplicativo da fintech, os clientes agora podem encontrar opções para investir no mercado imobiliário e ser “dono” de uma parcela de empreendimentos do setor. Confira como acessar a nova função disponível no aplicativo do Nubank!

É provável que você também goste:

Cartão do Nubank agora é aceito no Samsung Pay

Nova conta do Itaú rende igual ao Nubank e cartão dá 5% de cashback

Nubank: fundos imobiliários direto no aplicativo

Para ter acesso a nova funcionalidade, basta ir até o aplicativo do Nubank, disponível para Android e iOS, clicar em “Investimentos” e depois em “Bolsa de valores“. No app, o cliente da fintech encontra alternativas para investir no mercado imobiliário. 

Os FIIs podem ser uma opção de investimento para quem procura renda passiva. Quando uma pessoa aplica recursos em um FII, ela compra cotas de fundo, que investe em diversos imóveis ou ativos imobiliários. Além disso, eles pagam “aluguéis” que equivalem ao que foi adquirido pelo usuário e esses rendimentos podem ser isentos de imposto. 

Tipos de fundos imobiliários

De acordo com o Nubank, as principais vantagens de investir em FIIs na fintech são a praticidade, diversificação, segurança, valor mínimo e oportunidade de investimento em grandes empreendimentos. Portanto, veja abaixo tipos de fundos imobiliários.

  • Fundos imobiliários de tijolos: são os que investem em imóveis físicos. Eles também são os que costumam ganhar com aluguéis. Os fundos de tijolos podem aplicar dinheiro em agências bancárias, escritórios corporativos, galpões logísticos, hospitais, hotéis, universidades, entre outros;
  • Fundos imobiliários de papel: também são conhecidos como fundos de recebíveis, eles investem em títulos financeiros relacionados ao mercado imobiliário, em vez dos imóveis em si. Esses títulos são Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRIs), títulos de recebíveis imobiliários, entre outros;
  • Fundos híbridos: essa categoria intercala, em um mesmo fundo, ações do segmento imobiliários e investimentos diretos em imóveis.
  • Fundos de fundos (FOFs): são fundos que aplicam em outros fundos. Isto é, investimentos em cotas de outros fundos imobiliários.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Miguel Lagoa / Shutterstock.com

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar