A Caixa Econômica Federal informou que começa a pagar na próxima segunda-feira, 15 de junho, o saque-emergencial de R$1.045 do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço). Os pagamentos, entretanto, terão início sem a divulgação de um cronograma completo com as datas para os saques. Segundo o governo federal, os primeiros beneficiários irão receber o valor de até R$1.045 desde já, enquanto a Caixa finaliza o calendário de pagamentos.

É provável que você também goste:

URGENTE: Ministério da Cidadania libera novo lote da primeira parcela do auxílio emergencial

Bolsonaro vai vetar extensão do Auxílio Emergencial se Congresso manter em R$ 600

Caixa lança o cartão Caixa SIM Visa sem anuidade e focado na inclusão digital

Datas do saque-emergencial de R$1.045 do FGTS serão divulgadas em breve

Ainda de acordo com as fontes oficiais do governo, os detalhes dos saques e calendários serão divulgados pela Caixa em breve. Além da possibilidade de saque, as pessoas que têm conta na Caixa Econômica Federal ou outras instituições bancárias podem receber diretamente em suas contas.

Recentemente, em entrevista A Gazeta, o Presidente do Conselho Curador do FGTS, parte integrante do Ministério da Economia, Júlio César Costa Pinto afirmou que “em breve teremos a definição de como as pessoas que não possuem conta em banco poderão acessar o saque-emergencial”.

Medida quer reparar danos da crise

O pagamento do saque-emergencial de R$1.045 do FGTS tem como objetivo ajudar os brasileiros que estão vivendo em crise financeira, gerada pela pandemia do coronavírus no país. Os saques poderão ser feitos por qualquer trabalhador brasileiro que possua saldo em suas contas, sendo o limite máximo de R$ 1.045 (um salário mínimo atual). Os valores estarão disponíveis do dia 15 de junho a 31 de dezembro.

Em todo o país, a liberação do saque-emergencial do FGTS deve injetar mais de R$36 milhões na economia. Além disso, estima-se que, ao todo, mais de 60 milhões de trabalhadores sejam beneficiados pela Medida Provisória 946/2020.

Como é calculado o saque-emergencial do FGTS?

Conforme a MP, o saque-emergencial será limitado até R$1.045 por trabalhador, independentemente do número de contas ativas ou inativas que ele possuir. Vale ressaltar que o se o trabalhador tiver um valor menor do que os R$1.045 em contas do FGTS, ele pode sacar todo o dinheiro.

O pagamento do saque-emergencial do FGTS seguirá o mesmo sistema adotado pelo auxílio emergencial pago pela Caixa. Assim, inicialmente, o dinheiro será disponibilizado em uma conta social, pela qual as pessoas poderão pagar contas e fazer compras. Após a divulgação do calendário, o saque dos valores em dinheiro vivo poderá ser feito. Contudo, assim como acontece no auxílio emergencial, o calendário levará em conta o mês de aniversário do trabalhador.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a medida ajuda a evitar filas e aglomerações em agências, além de estimular que pessoas utilizem contas bancárias.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil