Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

5 bancos e financeiras que cobram juros de mais de 500% a.a. no crédito

No Brasil, não existe lei nem norma que limita a cobrança de juros, e as instituições são livres para escolher as taxas

0

De acordo com o Banco Central (BC), durante julho, a taxa média de juros cobrada pelas instituições financeiras no empréstimo pessoal não consignado (CDC), chegou a 79,5% ao ano. Inclusive, pelo menos 5 bancos e financeiras cobram taxas anuais de 500% a 1000%. Essas taxas são até 12,6 vezes maiores que a média do mercado.

5 bancos e financeiras que cobram juros de mais de 500% a.a. no crédito

No Brasil, não existe lei nem norma que limita a cobrança de juros, e as instituições financeiras são livres para escolher as taxas que vão cobrar dos clientes. Dessa forma, cabe ao CMN, escolher as regras e as políticas públicas para o mercado de crédito. Inclusive, limitar as taxas de juros, assim como é feito no caso do cheque especial. 

Em suma, o conselho é formado pelo presidente do BC, pelo ministro da Economia, e pelo secretário do Tesouro e Orçamento. De acordo com os dados do BC, em 5 de agosto, estes são os maiores juros cobrados entre 77 instituições (no crédito pessoal, ao ano). Abaixo, confira os 5 bancos e financeiras que cobram juros elevados:

Seja membro

  1. Banco Crefisa: 996,41%;
  2. Financeira JBcred: 960,61%;
  3. Financeira Crefisa: 829,92%;
  4. Banco BMG: 746,74%;
  5. Banco Daycoval: 556,83%.

Segundo a Crefisa, as taxas cobradas estão dentro da média do mercado para o nível de risco dos seus clientes. Inclusive, a empresa declara que atende os clientes negativados, considerados de alto risco, com vários apontamentos nos órgãos de proteção ao crédito. Bem como, que não apresentam nenhuma garantia para a realização dos empréstimos

De acordo com a Crefisa, “Não há limite na legislação para a cobrança de juros pelas instituições financeiras, podendo as taxas ser livremente pactuadas. As taxas de juros variam em função do risco de crédito de cada cliente, sendo necessária a análise de cada caso concreto”. Por fim, os bancos BMG, Daycoval e a financeira JBcred, não se manifestaram até o momento sobre o assunto. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal  do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Inked Pixels / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.