Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

8 Dicas fundamentais para se dar bem ao pedir um empréstimo pessoal

Se você está prestes a pedir um empréstimo pessoal para realizar um sonho ou resolver um problema

0

Se você precisa de uma grana extra para pagar dívidas ou comprar algo importante, é preciso ter em mente que nem sempre é tão fácil quanto se imagina. Apesar das instituições financeiras obterem bastante lucro com um empréstimo, ainda assim elas não concedem empréstimos sem fazer uma análise criteriosa no perfil financeiro do cliente. Por isso, vamos dar aqui algumas dicas fundamentais para seguir ao pedir um empréstimo pessoal.

Um empréstimo pessoal pode ser uma ótima solução para suas necessidades de crédito, como uma viagem em família, um casamento, reformar sua casa ou quer quitar dívidas no cartão de crédito com juros altos. Além de não precisar de garantia, a burocracia costuma ser menor do que outros tipos de empréstimos.

Nos últimos tempos, com as quedas que a taxa Selic teve, o empréstimo pessoal ficou mais atrativo. Isso porque este produto financeiro se baseia na taxa. E apesar da Selic ter tido uma pequena alta nos últimos meses, ainda assim ela está bem abaixo do que já foi. Por isso, um empréstimo pessoal ainda sai mais em conta do que em outros tempos.

Independente se você está procurando um empréstimo sem garantia para financiar uma compra, um sonho ou uma despesa inesperada, aqui estão as nossas 8 dicas para obter o melhor negócio ao pedir um empréstimo pessoal.

Seja membro

8 Dicas fundamentais para se dar bem ao pedir um empréstimo pessoal

1. Tenha clareza sobre o valor ao pedir um empréstimo pessoal

A primeira coisa que você deve escolher antes de contratar um empréstimo pessoal é o valor que você precisa. Para fazer o melhor negócio ao contratar um empréstimo pessoal, você precisa começar se perguntando por que necessita do dinheiro, o quanto precisa e quanto tempo você precisa para pagá-lo. Isso vai ajudá-lo a comparar as taxas de juros e descobrir quanto diferentes credores cobrarão por emprestar a mesma quantidade de dinheiro.

2. Contrate um empréstimo somente se absolutamente necessário

Um empréstimo pessoal só deve ser contratado após uma avaliação completa de seus requisitos e compromissos de empréstimo e reembolso. É importante entender que, embora um empréstimo o ajude a pagar um objetivo de curto prazo, será um pagamento adicional pelos próximos meses ou anos que você terá que fazer sem falta. Assim, é imprescindível garantir que os pagamentos mensais estejam dentro do seu orçamento.

3. Compare as opções antes de pedir um empréstimo pessoal

Com a grande oferta de bancos tradicionais, bancos digitais, fintechs e outras financeiras oferecendo empréstimos pessoais, é possível ser enganado com a oferta de um empréstimo atraente sem ler atentamente os termos e condições. Portanto, é essencial fazer uma pesquisa minuciosa antes de selecionar seu empréstimo pessoal. Certifique-se de comparar as taxas de juros e prazos. Escolha a empresa que corresponda melhor às suas necessidades financeiras.

Lembre-se também de verificar os critérios de solicitação antes de contratar. Isso serve para ter certeza de que você é elegível, pois os provedores de empréstimos muitas vezes restringirão a disponibilidade de seus empréstimos para aqueles com um score de crédito melhor.

4. Tenha cuidado com as taxas adicionais

Os empréstimos pessoais geralmente têm altas taxas de juros devido ao fato de que não há garantia. Como os juros a serem pagos são altos, mesmo uma pequena diferença na taxa de juros pode significar uma enorme diferença no montante que você teria que pagar com os juros. Por isso, é muito importante procurar por provedores de empréstimos que possam oferecer-lhe um bom negócio sobre a taxa de juros.

Ademais, antes de contratar seu empréstimo pessoal, certifique-se de levar em consideração outros fatores além das taxa de juros e duração, como taxas de processamento.

5. Atente-se ao prazo do empréstimo

Um aspecto importante antes de tomar um empréstimo pessoal é quanto tempo você terá para pagá-lo, e o quanto os juros aumentam com um prazo maior. Essencialmente, quanto mais longo o prazo do empréstimo, mais você pagará em juros. Mas um prazo de empréstimo mais longo também significa que sua mensalidade será menor. Procure pelo equilíbrio entre pagar seu empréstimo rapidamente e com menos juros e pagar mensalidades que caibam no seu bolso.

6. Mantenha alto seu score de crédito pedir um empréstimo pessoal

Uma alta pontuação de crédito definitivamente aumentará suas chances de obter um empréstimo pessoal com as melhores taxas de juros. Isso porque o score baixo é uma indicação de um histórico de crédito ruim, e isso faz com que os bancos fiquem apreensivos em lhe conceder um empréstimo. Portanto, é muito fundamental quitar todas as suas dívidas e contas pendentes antes de um pedido de empréstimo.

7. Pare de assumir dívidas

Os credores temem uma coisa: mutuários que não pagam dívidas. Aqui estão os detalhes que dificultam a aprovação de um empréstimo:

  • Renda insuficiente;
  • Muitas dívidas pendentes;
  • Assumir várias novas dívidas.

Você pode facilmente marcar todas essas três opções se você comprar um carro novo ou adicionar dívidas aos seus cartões de crédito nos meses que antecedem o pedido de empréstimo. É muito importante manter suas dívidas sob controle o tempo todo, quer você esteja planejando solicitar um empréstimo ou não. Isso porque, se precisar de um empréstimo não planejado, ao ter poucas dívidas, você terá mais facilidade de ser aprovado.

8. Considere alternativas antes de pedir um empréstimo pessoal

Dependendo de quanto precisa, você pode se beneficiar com um cartão de crédito. Isso porque com o cartão é possível comprar parcelado, em vez de pagar pelos juros de um empréstimo. Isso pode ser bastante vantajoso também dependendo do caso. Por exemplo, se vai reformar a casa, é possível comprar os materiais de construção no cartão de crédito, assim como você também pode pagar no cartão por uma viagem ou um carro.

Nesses casos, usar um cartão de crédito pode ser muito mais econômico do que contratar um empréstimo pessoal. Tudo depende do que e de qual quantia você precisa.

Por fim, outra alternativa é pedir dinheiro emprestado a um familiar ou amigo, em vez de procurar por um banco. Isso porque, dependendo da sua relação com a pessoa, você pode conseguir o dinheiro com nenhum ou com poucos juros.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal  do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafastockbr / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.